moto.com.br

Publicidade:

Testes

Diversão em três rodas

29 de January de 2008
Compartilhe este conteúdo:
Aldo Tizzani

À primeira vista, o scooter MP3 400 i.e. da Piaggio chega a ser assustador, principalmente, pelas duas rodas na dianteira e também por seu porte avantajado (2,180 mm de comprimento).

Quando você olha o scooter de frente logo vem a mente a figura de um quadriciclo esportivo. De traseira, uma moto de alta cilindrada. Porém, quando o piloto sobe no MP3 tem a nítida impressão que está em uma grã-turismo, tamanho é o conforto que o modelo oferece. Além é claro de toda a tecnologia embarcada.

Nas ruas de São Paulo, o maxi-scooter chamou muita atenção de motoristas, motociclistas e transeuntes. As perguntas mais comuns eram: - qual é a marca? Quantas cilindradas? E, quanto custa? Esta é fácil: a bagatela de R$ 39.500,00. Só para comparar, a Honda CB 1300 Super Four custa cerca de R$ 39 mil.

Depois de apreciar o MP3 de cabo-a-rabo era hora de rodar com este revolucionário scooter fabricado pela italiana Piaggio. Nos primeiros metros, a insegurança tomou conta do piloto-jornalista.

Com o passar dos quilômetros rodados parece que se está pilotando uma moto comum, de duas rodas. Com o passar do tempo, o piloto tende a abusar da inclinação.

Mas qual é o segredo do Piaggio MP3: o projeto consiste em acoplar as duas rodas dianteiras junto a um sistema de paralelogramo formado por braços em alumínio.

Segundo o fabricante, esse sistema - que funciona em conjunto com a suspensão eletro-hidráulica do MP3 - permite uma pilotagem igual a qualquer moto convencional, mas com maior estabilidade e segurança para o condutor.

Prova disso é o angulo de inclinação em curvas que pode atingir facilmente os 40 graus. E é essa emoção que o piloto menos experiente procura: deitas nas curvas.

Detalhe: no punho direito há um seletor (com duas posições) no qual o motociclista informa se o scooter está rodando ou parado. Por exemplo, quando o MP3 estiver parado, esperando o semáforo abrir, o piloto aciona o dispositivo e a suspensão dianteira fica rígida, assim o piloto não precisa colocar os pés no chão. Para desabilitar o sistema é só acelerar. Essa é a tal da tecnologia!

Para completar, as rodas dianteiras contam com um sistema de freios a disco independentes (240 mm). Essa característica permite ao MP3 400 frear em um espaço de tempo e distância 20% menor se comparado aos scooters tradicionais, que usam apenas um disco de freio.

Na traseira, mais um disco simples também de 240 mm. O sistema atua de forma bastante eficiente, sem susto para o motociclista. Ou seja, enquanto nas motos de duas rodas qualquer frenagem mais agressiva pode resultar em desequilíbrio e, consequentemente, queda, neste caso o MP3 responde melhor por contar com uma base de apoio e aderência maior.

MOTOR E CONFORTO

Sessenta anos depois de apresentar a Vespa ao mundo, a Piaggio volta com mais um projeto inovador, o MP3 que alia tecnologia e design. Prova disso é o motor – monocilíndrico de quatro tempos – que esbanja força (torque de 3,7 kgf.m a 5.000 rpm), principalmente nas largadas.

Equipado com refrigeração líquida, sistema de injeção eletrônica e sistema de transmissão CVT (Transmissão Continuamente Variável), o propulsor de exatos 398.9 cm³ gera 34 cv a 7.500 rpm. Em função de seu torque e potência, o MP3 400 pode ser um bom companheiro, seja na cidade ou em uma viagem curta.

O modelo Piaggio oferece muito conforto para piloto e garupa (banco de couro em dois níveis, plataforma para os pés, escudo frontal etc.). Este scooter tem até controle remoto para abrir os compartimentos de carga que ficam sob o banco e no “porta-malas”.

Na Europa, o MP3 está disponível também nas versões de 125 cm³ e 250 cm³, ambas monocilíndricas, com motores de quatro tempos. Além disso, o modelo Piaggio tem várias opções de acessórios: alarme com sirene; capacetes com intercomunicadores via bluetooth; porta objetos e até um sistema de navegação TomTom Ride.

FICHA TÉCNICA

MOTOR
Tipo Monocilíndrico de quatro tempos e refrigeração líquida
Capacidade cúbica 398.9 cm³
Diâmetro e curso 85.8 mm X  69 mm
Taxa de compressão 10.5:1
Alimentação Injeção eletrônica de combustível
Potência máxima 34 cv a 7.500
Torque máximo 3,7 kgf.m a 5.000 rpm
Câmbio CVT 
Partida Elétrica
 
CICLÍSTICA
Quadro Tubos de aço
Suspensão dianteira Sistema eletro-hidráulica
Suspensão traseira Bichoque
Freio dianteiro Disco simples em ambas as rodas, de 240 mm
Freio traseiro Disco simples de 240 mm
Pneu dianteiro 120/70-12” 51S
Pneu traseiro 140/70-14” 68S

DIMENSÕES E CAPACIDADE
Comprimento total 2,180 mm
Largura total 745 mm
Distância entre-eixos 1,550 mm
Altura do assento 785 mm
Peso seco 244 Kg
Tanque de combustível 12 litros
Cor Azul, prata e vinho
Preço R$ 39.500,00

Onde Encontrar – Piva Import – Avenida dos Bandeirantes, 1350 (SP)
(11) 5506-5080 – www.pivaimport.com.br

Clique aqui para ver anúncios da Piaggio.


Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Teste: Traxx Fly 250 vem brigar no segmento trail

Teste: Honda NC 750X Razão, espaço e emoção

Teste: Dafra Cityclass 200i encara Honda PCX 150

Teste: Triumph Commander é uma cruiser com molho inglês

Teste: Ducati Hypermotard é moto para os fortes

Teste: Rivale 800 é uma verdadeira moto italiana

Teste: S 1000 R a naked mais potente do Brasil

Teste: Honda NC 750X Razão, espaço e emoção

Teste: Traxx Fly 250 vem brigar no segmento trail

Teste: Dafra Cityclass 200i encara Honda PCX 150

Primeiras impressões Honda NXR Bros 160: Por que não 200 cc?

Teste: Comparativo Flex Honda CB 300R x Yamaha Fazer 250

Teste da Falcon NX4 por um usuário

Teste: KTM Duke 390 tem perfil de moto grande


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras