moto.com.br

Publicidade:

Testes

Dafra Kansas 150: Grata surpresa

10 de March de 2008
Compartilhe este conteúdo:
Aldo Tizzani

Se a primeira impressão é a que fica, a Dafra Kansas 150 é uma grata surpresa. Deverá cair na graça do motociclista brasileiro que busca uma moto custom de baixa cilindrada que esbanje personalidade.

Além disso, o modelo oferece bom nível de acabamento, rodas de liga-leve, partida elétrica, suspensão da grife Showa, freio a disco na dianteira e um motor de 150 cm³.

Um outro atrativo da Kansas é seu preço de R$ 5.590,00, para pagamento à vista (ou financiado em 42 parcelas de R$ 212,00). Destaque também para a ergonomia e conforto.
 
Estilo

O desenho clássico e os cuidados com o acabamento fazem da Kansas 150 uma moto atraente, que aguça os olhares curiosos dos outros motociclistas e também dos transeuntes — ainda mais nesta cor laranja. Assim como outras motos do segmento, a Kansas também abusa dos cromados.
 
Sobre o tanque de combustível para 12 litros, a moto traz indicador de marchas, útil, porém de difícil visualização nos dias de sol. Outros diferenciais estão nas rodas de liga-leve de cinco palitos, nos bancos individuais e no bagageiro para transportar pequenos objetos, que também serve de apoio para a garupa.

Destaque para o desenho harmonioso da rabeta e a ousadia da marca em adotar a cor laranja, que faz a Kansas se diferenciar da multidão de motos.

A minicustom da Dafra ainda traz outros itens presentes só em motos de grande porte como, por exemplo, lampejador de farol alto e pisca-alerta, ambos no punho esquerdo. Vale destacar também o painel de instrumentos, que está bem posicionado na acima da mesa de direção e oferece boa leitura das informações — velocímetros, hodômetros (parcial e total), além das luzes-espia. 

Motorização

Com tecnologia chinesa da Zongshen, o motor monocilíndrico de 149,5 cm³ da Kansas gera potência máxima de 13,1  cv  a  8.400  rpm e torque máximo de 1,13 kgf.m a 7.100 rpm. Só para comparar, sua principal concorrente, a Suzuki Intruder 125 ED (5.375,00), tem potência de 12,5 cv a 8.500 rpm e torque de 1,19 kgf.m a 8.000 rpm.

Em resumo, o motor desta Dafra é “esperto”, oferece respostas rápidas e força suficiente para largar na frente dos carros, já que apresenta sua força em médias e altas rotações.

A moto está equipada com câmbio de cinco marchas e o conforto da partida elétrica. Em função de seu bom desempenho, o propulsor é ideal para o dia-a-dia e também para viagens curtas de final de semana. A economia de combustível também é um aliado, ou melhor, um argumento de vendas da Kansas. O consumo gira em torno de 30 Km/l no perímetro urbano, segundo dados oficiais da empresa. Em nossa medição de consumo, rodamos 207 km com 6,75 litros — média de 30,6 km/l.

Ciclística

Divertida, leve e fácil de pilotar (lembra o jeitão da aposentada Honda Shadow 600, mas com menos motor, é óbvio), o modelo custom da Dafra merece elogios pelo seu conjunto dianteiro formado por freio a disco ventilado e suspensão telescópica da grife Showa. Na traseira, freio a tambor e duplo amortecedor.

O tradicional sistema de amortecimento da Kansas se comportou muito bem, mesmo com garupa e encarando as ruas e avenidas esburacadas de São Paulo. Para ajudar no trabalho de absorção dos impactos, a moto está equipada com pneus Pirelli City Demon.

Já os freios não tiveram um desempenho primoroso. Porém, temos que levar em conta que a moto era “zerada”, assim não houve tempo hábil para as pastilhas e a lona estarem devidamente acomodadas. Talvez alguns quilômetros rodados e um bom ajuste possam aumentar a eficiência dos freios da Kansas 150.

Metas e novidades

A mais nova marca brasileira de motocicletas tem planos ambiciosos. Deve produzir 60 mil unidades até o final do ano e 90 mil em 2009. “Nossa meta é fechar 2012 com 400 mil motos vendidas. Estimamos que, até lá, teremos 10% do mercado de duas rodas”, apostou Creso Franco, presidente da Dafra Motos.

Para isso, a empresa do Grupo Itavema (conhecido pelas distribuidoras de veículos e que investiu R$ 100 milhões nesta nova modalidade de negócio) aposta suas fichas em modelos populares de até 250 cm³, com design atual, preço competitivo e possibilidade de aquisição por meio de financiamento.

Hoje, são quatro modelos em linha: as streets Super 100 e Speed 150; a custom Kansas 150 e o scooter Laser 150. A montadora promete ainda para esse ano outras novidades: uma custom de 250 cm³ e mais três quadriciclos (50 cm³, 150 cm³ e 250 cm³).

Ficha Técnica

Motor: OHC, 4 tempos, monocilíndrico, refrigeração a ar
Cilindrada: 149,5 cm³
Potência Máxima: 13,1  cv  a  8.400  rpm
Torque Máximo: 1,13 kgf.m a  7.100 rpm
Diâmetro X Curso: 62 x 49,5 mm
Sistema de Alimentação: Carburador PZ26
Taxa de Compressão: 9.0:1
Sistema de Partida: Elétrica e pedal
Câmbio: Cinco velocidades
Transmissão Final: Corrente
Chassi: Tipo Diamante
Suspensão Dianteira: Garfo telescópico, com 130 mm de curso
Suspensão Traseira: Bichoque, com 110 mm de curso
Freio Dianteiro: Disco simples, com acionamento hidráulico
Freio Traseiro: Tambor
Pneu Dianteiro: 2,75 - 18- Pirelli – City Demon
Pneu Traseiro: 3,50 – 16 – Pirelli – City Demon
Comprimento Total: 2070 mm
Largura Total: 1140 mm
Distância Entre-Eixos: 840 mm
Altura Mínima do Solo: 170 mm
Altura do Assento: 860  mm
Peso Seco: 114 kg
Capacidade Máxima de Carga: 150 kg
Tanque de Combustível: 12 litros
Cores: Preto, prata e laranja
Preço: R$ 5.590,00

Fotos: Renato Durães.


Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Teste: Honda CBR 600RR é uma esportiva dócil

Teste: Harley-Davidson Iron 883 e Triumph Bonneville T100

Teste Yamaha Crosser 150: Uma trail para o dia a dia

Teste BMW S 1000R: Amor à primeira volta!

Teste: Honda CTX 700N aposta no futuro do motociclismo

Triumph lança no Brasil a Thunderbird Commander

Teste: Comparativo BMW C 600 Sport versus Yamaha Tmax 530

Teste: Honda CBR 600RR é uma esportiva dócil

Teste: Harley-Davidson Iron 883 e Triumph Bonneville T100

Teste: Comparativo Flex Honda CB 300R x Yamaha Fazer 250

Teste Yamaha Crosser 150: Uma trail para o dia a dia

Yamaha lança XTZ 150 Crosser e nós já avaliamos, confira!

Teste: Primeiras impressões com a Honda CB 500X

CB 300 ou Fazer 250. Qual é a melhor?


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras
Ducati Honda CB 600 F Hornet Motos Usadas Kawasaki Motos Novas Fazer Transalp Fipe Yamaha YZF R1 Suzuki Kasinski Moto Velocidade Srad Sundown Motos CBR Harley Davidson MotoGP BMW XT 660 Tornado 600RR Ofertas Shadow Revista Off Road

Siga-nos

ícone orkut ícone youtube ícone twitter ícone facebook ícone rss