moto.com.br

Publicidade:

Testes

Comparativo: Honda CB 600F Hornet vs Honda CBR 600F

25 de September de 2012
Compartilhe este conteúdo:

Leandro Lodo/Paulo Souza

De uma lado, a Honda CB 600F Hornet, uma lenda entre as nakeds de média cilindrada, de outro, a sua irmã carenada, a Honda CBR 600F, que apesar de compartilhar basicamente as mesmas especificações técnicas, possui características que reúnem o conforto e desempenho de uma naked com o design de uma superesportiva, mas será que é somente a “roupa” que diferencia estes modelos? Isso é o que veremos a seguir.

Notável

Notável, com certeza, a carenagem integral da Honda CBR 600F traz um atraente visual, digno de uma superesportiva. A sua carenagem integral, em conjunto com o seu pequeno pára-brisa, oferece uma boa proteção aerodinâmica para o piloto, ideal para as estradas. Entretanto, essa proposta mais touring não permaneceu na autonomia do modelo. Seu tanque de combustível exclusivo permite um melhor encaixe das pernas, mas sua capacidade é menor do que da Hornet: 18,1 litros contra 19 litros na versão naked.

Logo ao subir na CBR 600F, fica evidente a diferença na posição de pilotagem entre as irmãs, que ao invés vez do guidão conforto da versão naked, possui semi-guidões localizados acima da mesa, oferecendo uma posição agradável entre o conforto de uma naked e a esportividade de uma CBR 600 RR (réplica de corrida). Apesar do conforto dos semi-guidões da CBR 600F, no trânsito intenso de um grande centro urbano eles podem incomodar um pouco e a versão naked ganha com louvor nesse quesito.

Já na estrada a CBR 600F mostrou toda sua praticidade de pilotagem em relação à Hornet. Além de uma posição mais agressiva, a sua bolha frontal ajuda bastante a desviar o vento, deixando a viagem mais confortável e prazerosa. Em cima da naked, quando alcançamos alta velocidade, o vento frontal atrapalha bastante, tornando impossível manter a velocidade por muito tempo sem se cansar.

Ambas versões compartilham do mesmo painel, que traz bastante diferenciais entre os demais modelos da mesma categoria. Totalmente digital, o painel possui além dos itens básicos como conta-giros, marcador de velocidade, temperatura do motor, relógio, hodômetro total e parciais, ainda é possível visualizar o consumo médio, consumo instantâneo e fuel trip progressivo, assim que a moto entra na reserva. Só faltou mesmo um indicador de marcha, item já evidenciado em modelos como a Kawasaki Er-6n e a Suzuki Bandit 650.

Outras diferenças

Embora o conjunto de suspensões seja o mesmo, garfo invertido (upside-down) na dianteira com 41 mm de diâmetro e 120 mm de curso e balança monoamortecida com 128 mm de curso na traseira, a CBR 600F traz uma grande diferença entre a CB 600F Hornet, que é o garfo invertido com regulagem de compressão e retorno, uma maneira fácil de adequar a suspensão a cada terreno e tipo de pilotagem.

O modelo testado da naked Honda CB 600F Hornet possui o sistema C-ABS e tem preço público sugerido de R$ 33.800, enquanto a sua irmã carenada, também equipada com o C-ABS tem o preço público sugerido de R$ 35.500, ambos sem frete. Entretanto, a maior preocupação na hora da compra não é o preço da motocicleta e sim o preço do seguro, que devido ao alto índice de roubo é um dos maiores da categoria.

Colocando uma versão ao lado da outra, fica visível também que a versão carenada é um pouco mais alta que a naked, exatos 78 mm. Embora essa seja a menor das diferenças entre as versões, o que vai definir a sua escolha entre uma ou outra será a sua necessidade, o tipo de uso que você fará. Para quem conhece a Hornet, a performance da sua irmã carenada é a mesma, porém a sua tocada é bem diferente e mais esportiva devido a sua carenagem e o seus semi-guidões.

A Honda CBR 600F é ideal para aquele piloto que viaja com frequência, já que possui carenagem integral e uma posição de pilotagem mais agressiva, revelando sua proposta mais touring. Esta versão carenada até se sai bem na cidade, já que é uma moto compacta e com um bom ângulo de esterço. Por outro lado, a versão naked nasceu para o perímetro urbano, e se você quer uma moto para o dia-a-dia, mas com potencial de sobra para eventuais viagens, a consagrada Honda CB 600F Hornet “cai como uma luva”.

Serviço
Cotação de Seguro (*)
Hornet
A vista R$ 5.206,16
Franquia R$ 2.326,97

CBR 600 F
A vista R$ 5.286,55
Franquia R$ 2.326,97

Ambas tem a opção de seguro apenas para roubo e furto por R$ 3.500,00

(*) Perfil médio: Homen, 25 a 35 anos, casado, sem filhos, com garagem em casa e no trabalho, morador de São Paulo e com residência em região razoável (zona sul ou zona oeste, por exemplo).

Agradecimentos
Cycle Assessoria e Corretora de Seguros
(11) 3159-0733
www.cycleseguros.com.br

Ficha técnica
Honda CBR 600F
Motor Quatro cilindros em linha, 599,3 cm³, 16 válvulas, DOHC, arrefecimento líquido
Potência máxima 102 cv a 12.000 rpm
Torque máximo 6,53 kgf.m a 10.500 rpm
Diâmetro x curso 67,0 x 42,5 mm
Alimentação Injeção Eletrônica de combustível
Taxa de compressão 12,0 : 1
Sistema de partida Elétrica
Capacidade do tanque 18,1 litros
Câmbio 6 velocidades
Transmissão final Corrente
Quadro Mono trave superior fundido em alumínio
Suspensão dianteira Telescópica invertida, 41 mm de diâmetro e 120 mm de curso ajustável
Suspensão traseira Monoamortecida, 128 mm de curso e sete regulagens na pré-carga da mola
Freio dianteiro Discos duplos flutuantes de 296 mm e pinça de três pistões (versão com C-ABS)
Freio traseiro Disco simples de 240 mm com pinça de pistão simples
Dimensões (c x l x a) 2,150 x 742 x 1,152 mm
Pneu dianteiro 120/70 – ZR17 M/C (58W)
Pneu traseiro 180/55 – ZR17 M/C (73W)
Altura do assento 803 mm
Altura mínima do solo 135 mm
Entre-eixos 1.437 mm
Peso seco 191 kg (versão Standard) 196 kg (versão C-ABS)
Cores Branca e Preta
Preço sugerido R$ 32.500 (versão Standard) e R$ 35.500 (versão C-ABS) – base estado de São Paulo, sem frete e seguro.

Ficha técnica
Honda CB 600F Hornet
Motor Quatro cilindros em linha, 599,3 cm³, 16 válvulas, DOHC, arrefecimento líquido
Potência máxima 102 cv a 12.000 rpm
Torque máximo 6,53 kgf.m a 10.500 rpm
Diâmetro x curso 67,0 x 42,5 mm
Alimentação Injeção Eletrônica de combustível
Taxa de compressão 12,0 : 1
Sistema de partida Elétrica
Capacidade do tanque 19 litros
Câmbio 6 velocidades
Transmissão final Corrente
Quadro Mono trave superior fundido em alumínio
Suspensão dianteira Telescópica invertida, 41 mm de diâmetro e 120 mm
Suspensão traseira Monoamortecida, 128 mm de curso e sete regulagens na pré-carga da mola
Freio dianteiro Discos duplos flutuantes de 296 mm e pinça de três pistões (versão com C-ABS)
Freio traseiro Disco simples de 240 mm com pinça de pistão simples
Dimensões (c x l x a) 2,150 x 751 x 1,074 mm
Pneu dianteiro 120/70 – ZR17 M/C (58W)
Pneu traseiro 180/55 – ZR17 M/C (73W)
Altura do assento 803 mm
Altura mínima do solo 135 mm
Entre-eixos 1.437 mm
Peso seco 188 kg (versão Standard) 193 kg (versão C-ABS)
Cores Verde metálico e preto
Preço sugerido R$ 30.800 (versão Standard) e R$ 33.800 (versão C-ABS) – base estado de São Paulo, sem frete e seguro.

Fotos: Leandro Lodo/Paulo Souza



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Teste: TMax 530 cobra caro, mas entrega cada centavo

Teste: Honda XRE 300 Rally esbanja versatilidade

Teste: Harley-Davidson Breakout entra no line-up 2015

Teste: Honda CB 650F quer retomar a liderança no segmento

Teste: Street 750 traz sangue novo à Harley-Davidson

Teste: Dafra Cityclass 200i é descolado para a cidade

Teste: Honda CBR 650F, uma esportiva para todos

Teste: Honda CB 650F quer retomar a liderança no segmento

Teste: Harley-Davidson Breakout entra no line-up 2015

Teste Honda CB 500F: Ela esta de volta para te surpreender

Primeiras impressões Honda NXR Bros 160: Por que não 200 cc?

Teste: Street 750 traz sangue novo à Harley-Davidson

Teste: Comparativo Flex Honda CB 300R x Yamaha Fazer 250

Teste: Primeiras impressões do scooter Honda PCX 150


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras