moto.com.br
Publicidade:

Testes

BMW R GS 1200 Rallye: Explore novos lugares

27 de December de 2012
Compartilhe este conteúdo:

Paulo Souza

Famosa por sua valentia e imponência, a BMW R GS 1200 vem conquistando fãs desde o seu lançamento em 2004. Derivada da família GS, que está no mercado a mais de trinta anos, a linha de maior sucesso da marca alemã recebeu uma versão especial, a  R GS 1200 Rallye, lembrando os modelos de competição como a antiga BMW R 80 GS  Paris Dakar.

A versão especial chegou ao Brasil em setembro e será a última a possuir o excelente motor boxer refrigerado a ar e óleo, pois a partir de 2013, chegará ao país o novo modelo com arrefecimento líquido e a ar. A Rallye trouxe um charme bem diferenciado, com motor na cor preta, cilindros em grafite e o seu quadro pintado em vermelho, realçando ainda mais o modelo.

Aventureira

Com tanto estilo e beleza, fomos conferir o comportamento dessa bigtrail no local onde ela se sente mais a vontade, na estrada. Partimos de São Paulo com destino a cidade de Paraty, no litoral do Rio de Janeiro, e avaliamos todos os detalhes do modelo.

O primeiro ponto a destacar na BMW R GS 1200 Rallye é sem dúvida o conforto, não só para o piloto, mas também para o garupa. Essa motocicleta possui uma ótima posição de pilotagem, que permite percorrer grandes distâncias sem sentir cansaço. Durante toda a viagem, o garupa pode sentir a maciez do banco do passageiro, que viaja tranquilamente sem querer parar no próximo posto para caminhar um pouco.

Sua desenvoltura foi excelente durante todo o percurso, graças ao seu motor com torque de 12,2 kgfm a 5.750 rpm, que proporciona um ótimo desempenho em baixas rotações, principalmente na volta, quando subimos a serra. Sua potência de 110 cv a 7.750 rpm é mais do que suficiente para garantir uma excelente viagem em qualquer tipo de terreno.

Sua ciclística é bastante equilibrada com o conjunto de suspensões diferenciados da BMW. A dianteira possui 190 mm de curso com o sistema Telelever (ESA) e na traseira balança monobraço de alumínio com 200 mm de curso no sistema Paralever (ESA). Isso garante um perfeito desempenho nos mais variados tipos de terrenos devido ao ajuste eletrônico das suspensões, onde podemos deixar a moto com uma rigidez maior para uma tocada mais agressiva ou optar por deixá-las mais macias para melhor absorção das irregularidades do asfalto. Nesse caso, quanto mais tecnologia melhor!

Durante o percurso de ida e volta, utilizamos pouco mais de dois tanques para realizar os cerca dos 650 quilômetros percorridos durante a viagem. A capacidade do tanque de combustível deste modelo é de 20 litros e a média de consumo ficou entre 16 e 17 km/l, a mesma quantia que registrava em seu painel digital. Essa excelente marca para uma motocicleta de 1170 cc pode ser ainda melhor rodando a uma velocidade de cruzeiro ( próximo dos 120 km/h).

Tecnologia

O painel da BMW R GS 1200 é completo e possui inúmeras funções como, computador de bordo, diferentes níveis de controle de tração, que podem ser desligados, Fuel Trip, que indica a quilometragem que a moto ainda possui em relação ao combustível da reserva, ajuste eletrônico das suspensões e ainda o controle eletrônico da pressão dos pneus. Vale resaltar que a troca ou escolha desses componentes é bastante simples, basta acionar o controle no punho esquerdo do guidão e tudo acontece.

Além desses diferenciais, assim como as demais versões, a BMW R GS 1200 Rallye ainda possui aquecedor de manopla em dois níveis, piscas e lanternas em LED e cavalete central, características presentes na maioria dos modelos da linha GS.

Outro diferencial é a sua transmissão final por eixo cardã, bastante precisa no modelo, pois ajuda a reduzir às vibrações, que já são baixas devido ao ângulo dos seus pistões, e além disso, ainda evita manutenções periódicas. Apesar de possuir 229 quilos em ordem de marcha, a R GS 1200 é uma moto fácil de ser pilotada, bem dócil, mas ao mesmo tempo uma máquina potente quando lhe é exigida.

O conjunto de freios é excelente, muito preciso até mesmo em pista molhada. Na dianteira discos duplos flutuantes de 305mm com pinças de 4 pistões e na traseira disco simples de 265mm, ambos com ABS, garantem a segurança necessária para qualquer tipo de viagem. Diferentemente de alguns outros modelos concorrentes, na R GS 1200 Ralllye o sistema ABS pode ser desligado, o que facilita o seu uso fora de estrada, que pudemos conferir durante nossa aventura.

Conclusão

Quando chegamos à cidade de Paraty, fomos conhecer o famoso Centro Histórico. Ainda bem que estávamos na companhia dessa bigtrail, pois algumas ruas do percurso ainda são de pedras com diversos obstáculos naturais. Nesse ponto, a Rallye se comportou muito bem e o conjunto de suspensão respondeu com vigor ao passeio sobre as pedras. Pudemos pilotar também em pequenos trechos sem asfalto, e não temos do que reclamar, essa motocicleta é uma verdadeira guerreira.

Provida de muita tecnologia e com um novo visual, a BMW R GS 1200 Rallye é uma moto ideal para quem gosta de viagens e aventura, principalmente para explorar novos lugares. Devido a sua proposta on/off road, essa bigtrail continua sendo o sonho de consumo de muitos motociclistas aventureiros. Seu preço sugerido é de R$ 80.900, mesmo assim, esse modelo é um dos mais vendidos entre as motocicletas topo de linha da BMW.

O jornalista usou no teste Capacete LS2, Jaqueta e luva Race Tech e calça HLX.

 

Ficha técnica

Motor tipo Boxer Bicilíndrico 4 tempos Refrigerado por ar/óleo 4 válvulas por cilindro
Cilindrada  1,170 cc
Potência máxima  110 cv / 7.750 rpm
Torque máximo (Nm)/RPM     120 Nm a 6.000 rpm
Taxa de compressão  12.0 : 1
Diâmetro / curso  101 mm x 73 mm
Bateria     12 V / 14 Ah, maintenance-free
Câmbio 6 marchas
Transmissão Cardã
Suspensão dianteira  BMW Motorrad Telelever com ESA
Suspensão traseira  BMW Motorrad Paralever com ESA, balança traseira monobraço de alumínio
Curso da suspensão dianteira / traseira     190 mm / 200 mm
Distância entre eixos  1,507 mm
Trail  101 mm
Ângulo da coluna de direção  64.3°
Rodas     Cast aluminium wheels
Roda dianteira     2.50 x 19"
Roda traseira     4.00 x 17"
Pneu dianteiro     110/80 R 19
Pneu traseiro     150/70 R 17
Freio dianteiro     Discos duplos flutuantes de 305mm com pinças de 4 pistões
Freio traseiro Disco simples de 265mm com pinça flutuante de 2 pistões
ABS Optional extra: BMW Motorrad Integral ABS (part-integral), can be switched off
Comprimento (mm)     2,210 mm
Largura (mm)     935 mm
Altura (mm)     1,450 mm
Altura do banco (mm)     850 mm / 870 mm (opcional)
Peso em ordem de marcha: 229 kg
Capacidade do tanque de combustível     20 litros (4l reserva)

 

Fotos: Hermes Oliveira



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Teste: BMW F 700 GS é uma máquina surpreendente

Teste: Nova Honda CB 650F impressiona de modo racional

Teste: Com injeção e motor flex, nova Factor é 125 completa

Teste: Nova Honda Africa Twin aposta em motor torcudo e chassi leve

Teste: Nova Kawasaki Versys 650 ganha fôlego extra para viajar

Primeiras Impressões: Novas Vespa Primavera 125 e 150

Teste: Fazer 150 UBS ganha freios combinados para ficar na lei

Teste: Nova Honda Africa Twin aposta em motor torcudo e chassi leve

Teste: Nova Kawasaki Versys 650 ganha fôlego extra para viajar

Teste: Com injeção e motor flex, nova Factor é 125 completa

Teste: Pega de Honda Bros 160 e Yamaha Crosser

Teste da Falcon NX4 por um usuário

Yamaha Drag Star 650: Na medida certa

Teste: Nova Africa Twin é bigtrail para ir a todo lado


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras