moto.com.br
Publicidade:

Fique por dentro de tudo que acontece no Rally Dakar, considerado o rally mais difícil do mundo! Muita adrenalina, drama e superação.

Rally Dakar - O Rally mais difícil do mundo

Rally Dakar: Aventura dramática de 14 dias em 2014

20 de January de 2014
Compartilhe este conteúdo:

Na chegada, realizada nesse sábado (18/01), na 13ª e última etapa, em Valparaíso, no Chile, foram conhecidos os campeões da sexta edição da prova na América do Sul, que superaram os concorrentes e os próprios limites para conquistar o título do maior rali do planeta: Marc Coma (motos), Ignacio Casale (quadris), Nani Roma/Michel Perin (carros) e Andrey Karginov/Andrey Mokeev/Igor Devyatkin (caminhões).

Dos 431 veículos na edição 2014 do Rally Dakar (174 motos, 40 quadriciclos, 147 carros e 70 caminhões) que largaram no último dia 5, de Rosário, na Argentina, 205 (78 motos, 15 quadris, 62 carros e 50 caminhões) desbravaram e completaram o trajeto da 36ª edição da prova. A categoria com o maior número de participantes foi a das motos com 196 inscritos.

Nas motos, Marc Coma cravou o tetracampeonato (2006, 2009, 2011 e 2014) e aumentou a dinastia da KTM nas duas rodas. Agora, são 13 anos consecutivos de domínio da equipe austríaca na competição. O segundo lugar foi do companheiro de equipe do espanhol, Jordi Viladoms, que se aproveitou de um problema de Joan Barreda (Honda), vice-líder até a 11ª etapa. O francês Olivier Pain (Yamaha) completou o Dakar na terceira posição, seguido do pentacampeão Cyril Despres (Yamaha) e do português Helder Rodrigues (Honda).

Nos quadris, Ignacio Casale foi o piloto que melhor se comportou e manteve a regularidade ao longo das 13 etapas. Ele venceu oito especiais e viu seus rivais, como Marcos Patronelli (Yamaha) e Sergio Lafuente (Yamaha) abandonarem. Assim, comemorou o título inédito em casa, com o público chileno. Rafal Sonik (Yamaha) ficou com o vice-campeonato, seguido de Sebastian Husseini (Honda), Mohamed Abu-Issa (Honda) e Victor Manuel Gallegos (Honda).

Já nos carros, a equipe X-Raid, com seus Minis, dominou praticamente todo o rali. Nani Roma levou o segundo título em dez anos (em 2004 ganhou nas motos), o primeiro nos carros. Ao lado do francês Michel Perin, ele superou o multicampeão Stephane Peterhansel (Mini) e o catariano Nasser Al-Attiyah (Mini), que completaram em segundo e terceiro, respectivamente. A festa para os carros Minis só não foi maior por conta de uma polêmica envolvendo toda a equipe. Na penúltima etapa, Peterhansel e Nasser revelaram o pedido do time para diminuírem o ritmo. Certo ou errado, o jogo de equipe funcionou e a X-Raid fez a trinca no pódio.

Nos caminhões, vida nova para os russos Andrey Karginov/Andrey Mokeev/Igor Devyatkin. O trio da Equipe Kamaz ganhou a competição após grande batalha com o caminhão da Iveco comandado por Gerard De Rooy. O holandês terminou na segunda colocação, seguido de Eduard Nikolaev, campeão da prova em 2013.

>>Veja a cobertura completa do Rally Dakar 2014 no canal exclusivo da competição no MOTO.com.br, com notícias, fotos, vídeos, classificação, roteiro e muito mais.

Fotos: DPPI/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Dakar: Vídeo de apresentação das etapas em 2017

Dakar: Edição 2017 da competição promete ser mais radical

Concept Lac Rose faz homenagem da BMW ao Rally Dakar

Dakar: Argentina, Bolívia e Paraguai no roteiro 2017

Dakar: Chile fica de fora e abre oportunidade para Brasil

Dakar: Brasileiros de UTV marcam presença no pódio

Dakar: Confira o vídeo da 13ª etapa de 2016

Dakar: Confira o vídeo da 1ª etapa de 2016

Conheça as motos na disputa do Rally Dakar 2016

Dakar: Vídeo de apresentação das etapas em 2017

Dakar: Edição 2017 da competição promete ser mais radical

Dakar: Argentina, Bolívia e Paraguai no roteiro 2017

Dakar: Jean Azevedo representa o Brasil nas motos

PILOTOS RALLY DAKAR

Comentários

Galeria de Fotos

Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender