moto.com.br
Publicidade:

Rally dos Sertões

Rally dos Sertões: Marc Coma comanda ação na 5ª etapa

29 de August de 2014
Compartilhe este conteúdo:
28/08 - 5ª etapa - São Francisco (MG)/Diamantina (MG) - MARATONA
Deslocamento inicial: 223,57 km
Trecho especial: 335,98 km
Deslocamento final: 85,89 km
Total do dia: 645,44 km


A etapa maratona, disputada nesta quinta-feira (28/08), entre São Francisco e Diamantina, em Minas Gerais, marcou a 5ª etapa da 22ª edição do Rally dos Sertões. Faltando dois dias para o final da disputa, os competidores enfrentaram a maior etapa do rali deste ano, com o total de 645,44 km, sendo 335,98 de especial (trecho cronometrado). O desafio foi ainda maior, já que ao final do dia os competidores não poderão receber auxílio mecânico externo e precisarão usar todo o conhecimento para resolver eventuais problemas sozinhos.

A especial teve diversos tipos de piso, com serra, trechos sinuosos, trechos mais rápidos, lombas e mata-burros. Nas motos, o espanhol Marc Coma (KTM Red Bull Factory Team) venceu sua terceira etapa em cinco disputadas e lidera, agora com sete minutos de vantagem para o português Paulo Gonçalves (Team Honda HRC), que foi o terceiro no dia.

Nos quadriciclos, a prova teve nova mudança na liderança. O atual campeão Robert Nahas (RNN Sports) venceu com folga, após o acidente de Marcelo Medeiros (Taguatur Racing) e é o novo líder. Nos UTVs, também foi dia de reviravolta, com a dupla André Sawaya e Eduardo Costa (S2 Rally / Bike Box) assumindo a ponta.

Jean Azevedo chega em segundo e é o melhor brasileiro nas motos
Com Coma e Gonçalves se revezando na primeira colocação, quem também tem mostrado uma grande performance é o brasileiro Jean Azevedo (Honda Mobil de Rally). Um dos pilotos mais experientes e vitoriosos do rali nacional, o paulista está disputando seu 19º Sertões, onde tem cinco títulos. Na etapa maratona, Azevedo terminou em segundo, a 4min33s de Coma. No geral, está em terceiro lugar, 14min10s atrás do espanhol.

Após a etapa de quarta-feira (27), que também foi muito dura para os competidores, apenas 29 motos largaram rumo a Diamantina e três não chegaram dentro do tempo limite da maratona (7 horas).

Coma gostou da prova e está otimista. O piloto é o atual líder do Mundial de Rally Cross Country da FIM e busca seu segundo título no Sertões. "Foi a etapa mais completa do rali, com muito trial, muita navegação e tentei manter o bom ritmo. Estou bem contente pelo dia de hoje, foi um grande dia. Para a maratona, a moto chegou bem, vou apenas checar se tudo está bem e torcer para continuar assim", comentou o piloto que fechou a especial em 04h34min55s.

Gonçalves, que já venceu duas especiais este ano, não teve um dia fácil. "Foi uma especial bem complicada, eu saí abrindo a trilha, fui bem até o reabastecimento. Depois do trial, as coisas complicaram muito, tive bastante dificuldade porque estava escorregando muito. A 30 km do final, eu errei uma referência e perdi mais de dois minutos. Foi uma pena esse finalzinho, pois teria chegado junto com o Marc. Hoje era importante chegar sem grandes estragos na moto, mas amanhã é um dia normal, vou acelerar e depois no fim do dia a gente vê como que fica", disse o atual campeão do Sertões.

Além da categoria FIM 450cc, nas motos também há outras disputas, como a Production Aberta, que tem a liderança acumulada do brasileiro Guilherme Cascaes (Yamaha Geração Rinaldi Rally Team), que ficou em 11º no geral hoje e venceu na sua categoria. "A especial foi bem dura, com 350 km, com bastante trecho de trial, muita trilha travada o tempo todo. Procurei poupar o equipamento para amanhã, estou satisfeito com o resultado", contou.

Quadriciclos: Nahas vence a maratona com o lema: terminar, não quebrar, não errar
Na categoria quadriciclos, apenas 11, dos 17 que largaram em Goiânia, disputaram a maratona. E o resultado da especial desta quinta trouxe mudanças na liderança. O atual campeão Robert Nahas (RNN Sports) venceu com o tempo de 4h057min02s e superou o polonês Rafal Sonik (Sonik Team), que ficou em segundo (5h17min00s), e o maranhense Marcelo Medeiros (Taguatur Racing), que era o líder, mas sofreu uma queda no km 268 da especial.

Nahas - que agora tem vitórias em duas especiais - abriu uma boa vantagem na ponta da categoria, com 22min10s para Medeiros e 29min08s para Sonik. Gabriel Varela (Divino Fogão Rally Team) é o quarto, a 52min23s do líder.

"O primeiro trecho de eucalipto não foi tão legal para esse quadri, que tem suspensão independente. Mas mesmo assim eu fui me mantendo bem. No segundo trecho, eu tomei muito cuidado, alguns trechos de trial complicados, que se abusasse podia cortar o pneu ou acontecer alguma outra coisa. Então, vim com bastante cautela, na mesma estratégia de maratona que eu usei no ano passado: terminar, não quebrar, não errar. Maratona é sempre uma maratona", frisou Nahas que faz seu 11º Sertões.

Além da queda, Medeiros ainda teve um pneu furado na especial. "Foi uma etapa longa. Tive um pneu furado e o Robert (Nahas) e um piloto de moto me passaram. Vim atrás do cara da moto, mas, na poeira, não vi um barranco, bati e virei pra frente. Mas estou bem e quero chegar até o final", destacou o maranhense, campeão do Sertões em 2012.

Sonik mostrou preocupação com o brasileiro ao chegar no final da especial. "Vi o Marcelo caído e parei um pouco, tinha algumas pessoas em volta dele, mas ele disse para eu seguir. Não vi ele se mexer, ele disse que estava bem, mas me pareceu não estar", contou o polonês, que lidera o Mundial de Rally Cross Country. No final do dia, o piloto ainda teve uma penalização por excesso de velocidade em zona de radar.

Para Varela, foi um dia complicado. "Foi uma especial muito dura, bem travada, o meu quadri estava ruim de virar, fazer curvas. Foi uma especial bem difícil pra mim, mas consegui terminar. O quadri chegou inteiro, não vou nem trocar pneu parar largar amanhã", completou.

Reviravolta também nos UTVs
Dezenove UTVs largaram para a etapa maratona nesta quinta-feira. E José Hélio Rodrigues e o navegador Edmilson de Camargo Jr. (Polaris Racing / Zé e os Caras 4x4) foram uma das "vítimas" do dia. Logo no km 33, eles tiveram uma quebra e não completaram a etapa dentro do tempo máximo do dia. Com isso, perderam a liderança no geral e caíram posições (estão em sétimo no acumulado). Melhor para a dupla André Sawaya/Eduardo Costa (S2 Rally / Bike Box), que venceu a maratona (5h20min36s), a apenas 42s de Bruno Sperancini/Lourival Roldan (Casarini Can-Am), que foram seguidos por Vinícius Mota / Rafael Shimuk (Taguatur Racing).

Sawaya/Costa lidera com 16h48min02s, mais de nove minutos de vantagem para Rodrigo Varela e João Arena (Divino Fogão Rally Team), os vice-líderes no geral, que terminaram a maratona em quinto. Dos 19 que largaram, só 12 não forfetaram (chegaram antes do tempo máximo).

"Hoje foi uma quebradeira. Muito variado, vários tipos de piso, trechos travados, trechos de alta, curvas que a gente fazia de lado, bem gostoso. Depois foi pro outro extremo, com muita pedra e a serra travada. Acho que isso exigiu muito de todos os veículos. O maior desafio nem foi andar rápido e sim temperar a rapidez com a resistência. Conseguimos manter o equipamento bom para amanhã e fazer um tempo razoável", declarou Sawaya.

Sperancini destacou, que mesmo com menos dias, o Sertões continua sendo uma prova muito difícil. "Eu tinha falado ontem que tinha sido o pior dia, mas hoje foi pior ainda. Foi um mini Dakar, teve de tudo, quem não se cuidou no trecho de trial, ou ficou lá ou amanhã vai ter problema. Todo mundo falou que por ter sete dias seria mais fácil, mas não tem nada de fácil. Ficamos em terceiro ontem, segundo hoje e vamos seguir para amanhã", concluiu o campeão da categoria em 2012.

Sexta Etapa: Diamantina (MG) / Diamantina (MG)
Nesta sexta-feira (29), os competidores do Rally dos Sertões disputam o penúltimo dia da prova. Será um "laço", com largada e chegada em Diamantina. Depois de dois dias seguidos muito puxados, a sexta etapa será menor e terá o total de 204,29 km (0 km de deslocamento inicial, 178,87 km de especial e 25,42 km no deslocamento final).

"Como ainda estaremos dentro da ‘Maratona’, a especial começa na saída do parque fechado. Os participantes terão uma zona de radar inicial de 19 km. É, sem dúvida, uma das mais belas e completas especiais. Seguimos por trechos estreitos de uma antiga ferrovia, com muitas pedras, erosões e muita navegação. A prova fica mais rápida com estradas de média velocidade. Teremos nesta etapa duas zonas de radar. A prova segue bem travada subindo uma serra com muitas curvas erosões, pedras, travessia de rios e um visual fantástico. O último quarto da prova é mais rápido em estradas de piçarra e cascalho, predominando estes pisos até o final da especial", revela Eduardo Sachs, diretor técnico do Rally dos Sertões.

Entre Goiânia e Belo Horizonte, o Sertões vai passar por mais cinco cidades. Três são sede do rali pela primeira vez: a goiana Catalão e as mineiras Paracatu e São Francisco. Completam o percurso, Caldas Novas (GO) e Diamantina (MG), que já receberam o Sertões em outras edições.

Além de motos, UTVs e quads, o Sertões também tem as disputas das categorias carros e caminhões. São sete etapas até a chegada no dia 30 em Belo Horizonte e mais de 2,6 mil km percorridos. A prova conta com 197 competidores no total e pilotos de seis países, além do Brasil: Chile, Espanha, França, Polônia, Portugal e Reino Unido. Nas categorias motos e quads, o Sertões também é válido pelo Mundial de Rally Cross Country da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).

Os melhores na 5ª Etapa e no acumulado (resultado extraoficial):

Motos - 5ª Etapa

1. #2 MARC COMA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 04h34min55s
2. #5 JEAN AZEVEDO (HONDA / HONDA MOBIL DE RALLY) 04h39min28s
3. #1 PAULO GONCALVES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 04h39min51s
4. #4 HELDER RODRIGUES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 04h41min09s
5. #3 JORDI VILADOMS (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 04h41min04s

Motos - Acumulado
1. #2 MARC COMA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 14h18min50s
2. #1 PAULO GONCALVES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 14h25min51s
3. #5 JEAN AZEVEDO (HONDA / HONDA MOBIL DE RALLY) 14h33min00s
4. #4 HELDER RODRIGUES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 14h36min33s
5. #3 JORDI VILADOMS (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 14h40min26s

Quads - 5ª Etapa
1. #100 ROBERT NAHAS (PROTOTIPO / RNN SPORTS) 04h57min02s
2. #101 RAFAL SONIK (HONDA / SONIK TEAM) 05h17min00s
3. #102 MARCELO MEDEIROS (TAGUATUR RACING) 05h25min03s
4. #105 GABRIEL VARELA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 05h28min55s
5. #103 TOM ROSA (YAMAHA / NC RALLY TEAM) 5h30min50s

Quads - Acumulado

1. #100 ROBERT NAHAS (PROTOTIPO / RNN SPORTS) 15h59min26s
2. #102 MARCELO MEDEIROS (TAGUATUR RACING) 16h21min36s
3. #101 RAFAL SONIK (HONDA / SONIK TEAM) 16h28min35s
4. #105 GABRIEL VARELA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 16h51min50s
5. #103 TOM ROSA (YAMAHA / NC RALLY TEAM) 17h36min26s

UTVs - 5ª Etapa

1. #222 ANDRE SAWAYA/EDUARDO COSTA (S2 RALLY / BIKE BOX) 05h20min36s
2. # 201 BRUNO SPERANCINI/LOURIVAL ROLDAN (CASARINI CAN-AM) 05h21min19s
3. #213 VINÍCIUS MOTA/RAFAEL SHIMUK (TAGUATUR RACING) 05h33min33s
4. #216 CELIO OLIVEIRA/PIPO MIRONE (CEL ENGENHARIA MOTORSPORTS) 05h33min24s
5. #203 RODRIGO VARELA/ JOÃO ARENA (DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 05h43min48s

UTVs - Acumulado

1. #222 ANDRE SAWAYA/EDUARDO COSTA (S2 RALLY / BIKE BOX) 16h48min02s
2. #203 RODRIGO VARELA/JOAO HENRIQUE ARENA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 16h57min07s
3. #213 VINÍCIUS MOTA/RAFAEL SHIMUK (TAGUATUR RACING) 17h29min08s
4. #218 HENRIQUE GUTIERREZ/ WEIDNER MOREIRA (PODIUM) 17h33min57s
5. #211 ELSON CASCAO II/CLAUDIA GRANDI (KANDANGUS RALLY TEAM) 17h54min27s


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Sertões: Inscrições com desconto até 30 de novembro

Sertões: Edição histórica de 25 anos promete fortes emoções

Sertões: Pagamento em até 10 vezes na CRF 230

Piloto amputado chega em 19ª lugar no Sertões 2016

Sertões: Ações sociais marcaram a competição em 2016

Sertões: Categoria Regularidade foi atração em 2016

Sertões: Prova de Goiânia (GO) a Bonito (MS) em 2017

Sertões: Edição histórica de 25 anos promete fortes emoções

Sertões: Inscrições com desconto até 30 de novembro

Sertões: Edição 2015 com 183 participantes na disputa

Sertões: Competição em 2015 já tem 108 inscritos

Sertões: Categoria Regularidade foi atração em 2016

Rally dos Sertões: Detalhes da CRF 450X por Felipe Zanol

Rally dos Sertões: Ramon Sacilotti fala sobre sua KLX 450

Comentários ( 0 )


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Vídeos Rally dos Sertões

Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Sponsors