moto.com.br
Publicidade:

Off-Road

Zanol Team tem um fim de semana de superação

30 de June de 2015
Compartilhe este conteúdo:
 
Quando você tem um dos maiores personagens da história do Enduro Nacional trabalhando em prol de um projeto, de uma modalidade, dando continuidade à sua carreira de atleta agora como chefe de equipe, superando diariamente todos desafios impostos pela vida, o resultado não poderia ser diferente. A tenacidade exigida nas competições de Enduro moldaram o caráter de Felipe Zanol, que, através do exemplo, passa a mesma determinação aos integrantes da sua equipe a à toda a comunidade do Enduro FIM. Para este grupo, não tem chuva, sol, poeira, barros, nem acidentes e machucados, muito menos contratempos na economia. Para um verdadeiro piloto de Enduro não existe tempo ruim ou obstáculo intransponível e a etapa de Aracruz neste final de semana deixou isso claro .

Com o exemplo inabalável de seu líder, o Zanol Team Rinaldi ASW completou 5ª e 6ª etapas do Brasileiro disputadas em terras capixabas à base de grande sacrifício pessoal e dedicação ao esporte. “Tendo o Zanol como chefe, não dá pra fazer menos. Não existe dificuldade que não possa ser superada.” - deixou escapar um dos integrantes da equipe logo após a prova.

O alto nível das disputas já era esperado em todas as categorias, o que apenas se comprovou durante todo o final de semana. Rômulo Bottrel, líder da categoria E1 e da Geral no Campeonato Brasileiro não teve vida fácil. Disputando com o piloto americano a vitória em cada especial, Bottrel saiu vencedor no sábado por uma diferença de apenas 16 segundos. No domingo as disputas voltaram a ser intensas, sem que ninguém soubesse quem seria o vencedor ao longo de todo o dia, especial após especial. No final, a vitória escapou por apenas 6 segundos. Como o critério de desempate dá a vitória na etapa ao vencedor do segundo dia, Rômulo deixa Aracruz com o troféu de 2º lugar e mantém a liderança da Categoria E1 e da Geral.

Bruno Martins, líder invicto da categoria Nacional, mais uma vez se destacou vencendo os dois dias e ampliando ainda mais sua vantagem. Bruno Batateiro, como é conhecido por todos, mais uma vez viajou para competir sacrificado pela agenda da colheita. Mas, além de defender sua invencibilidade no Campeonato, Bruno afirma: “Com uma equipe dedicada assim, não dá nem pra pensar em não vir.”

Vinicius Musa continua sua evolução na categoria Junior, uma das mais disputadas e também das mais difíceis da temporada. Vinicius sabia que teria pedreira pela frente, pois seus principais adversários são antigos conhecidos. Mantendo-se no pódio em todas as etapas disputadas até o momento, mantem-se inabalável na perseguição aos líderes. “Quando a gente se reúne para a prova, bate um astral diferente. Todos ficamos com uma motivação extra.” – comentou após a prova.

Michel Cechet continua sua luta para a recuperação do ombro, mas nem isso evitou que ele vencesse os dois dias na categoria E35, assumindo a liderança na classificação. As dores ainda incomodam e obrigam Michel a “pilotar para não cair”, como explica o próprio Michel: “Com ajuda de um analgésico e o apoio que faço no ombro, consigo pilotar até que de forma bem competitiva, mas a lesão não tem me deixado treinar com a intensidade que o campeonato exige, e isso tem feito falta. Outro detalhe é que piloto preocupado em não cair, e isso sempre rouba mais um pouco de velocidade. Importante é permanecer com a equipe e seguir marcando pontos importantes para o campeonato. Aqui no Zanol Team, não tem corpo mole. Olha o que o Julio fez neste fim de semana.”

Mas, de todos, foi Julio Cesar que deu as maiores mostras de que fazer parte do time de Felipe Zanol é tarefa para homens de aço. Bruto, como já ficou conhecido Julio, decidiu participar da prova pouco mais de 40 dias depois de ter operado o fêmur, resultado de uma forte queda durante os treinamentos. Ainda com dores e evitando de todas as formas cair, Julio concluiu a prova do sábado em quinto e a de domingo em terceiro, terminando a etapa em terceiro lugar e acumulando importantes pontos para o campeonato. “Não dá pra ficar de fora, pilotando controle remoto e vendo a equipe competindo. Não dá pra ser um piloto Zanol Team e ficar em casa olhando. Já vinha fazendo algum treinamento e uma forte fisioterapia. Fiz vários quilômetros de Moutain Bike também para ajudar a fortalecer a perna e reativar os músculos. Gostar, o médico não gostou muito, mas seria pior pr a mim ficar de fora de mais esta etapa. Agora é correr para recuperar o preparo e voltar a lutar pela vitória.” – explicou Julio.

Felipe Zanol, chefe do Zanol Team Rinaldi ASW. “Difícil explicar a satisfação em ver a forma como a equipe está encarando a temporada. Da ultima vez que falamos, fiz questão de mostrar tudo o que a modalidade enduro representa para mim e para todos que participam dela. Este foi um final de semana diferente, não pelos resultados em si que foram muito bons. O Rômulo poderia ter vencido no domingo também, mas foi uma disputa apertada em todas as especiais e os 6 segundos mostram isso. Mas, me refiro à maneira com que todo o time vem se portando nas adversidades. Todos estão se dedicando ao extremo e sinto que muito disso tem muito a ver com a minha própria história de vida. Bacana saber que posso ajudar com a força do meu exemplo, além de tentar passar a eles minha experiência como piloto. Tem sido gratificante para mim ver como todos estão dedicados e preciso agra decer demais a todos os que tornaram isso possível. Aos que me ajudaram a ver que precisava buscar um novo caminho para minha vida profissional.
 
 
 
Fotos: Erik Araujo/Zanol Team Rinaldi ASW


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Equatoriano Jetro Salazar é campeão brasileiro de Motocross

Bragança Paulista recebe a final da Copa SP de Motocross

Final do Brasileiro de Motocross acontece no Paraná

Orange BH KTM fará cerimônia de premiação e entrega de duas 200 Duke

Final da Polaris Cup teve grandes disputas Off Road e show aéreo

Arena Cross: Quarta etapa define os campeões da temporada 2016

Piocerá: Competição Off Road completa 30 anos em 2017

Orange BH KTM fará cerimônia de premiação e entrega de duas 200 Duke

Yamaha WR 250F 2015 traz tecnologia de MX para o enduro

Final do Brasileiro de Motocross acontece no Paraná

Final da Polaris Cup teve grandes disputas Off Road e show aéreo

Arena Cross: Quarta etapa define os campeões da temporada 2016

Piloto amputado chega em 19ª lugar no Sertões 2016

Bragança Paulista recebe a final da Copa SP de Motocross


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras