moto.com.br
Publicidade:

Off-Road

Mundial de MX: Antonio Cairoli vence de novo no GP Brasil

Piloto italiano, heptacampeão mundial, consegue nova vitória na etapa brasileira na pista de Penha (SC)

31 de March de 2014
Compartilhe este conteúdo:

O italiano Antonio Cairoli e o suíço Arnaud Tonus foram os grandes nomes no último domingo (30/03) do GP Brasil de Motocross, válido pela terceira etapa do Campeonato Mundial de Motocross 2014. O heptacampeão venceu pelo segundo ano consecutivo a prova brasileira, realizada pela terceira vez em Penha (SC), no parque Beto Carrero World, ao dominar as duas baterias da MXGP e levar as mais de 15 mil pessoas presentes ao delírio. Já Arnaud se aproveitou da ausência de Jeffrey Herlings, bicampeão da MX2 e até então líder da competição, devido a uma contusão no ombro, e garantiu sua primeira vitória na carreira.

Outro destaque foi o clima. Prevista desde o início da semana, a chuva até apareceu, porém de forma fina e sem prejudicar o evento. Na pista, os pilotos de mais de 20 países tiveram que lidar com duas situações: circuito seco e molhado, o que deu mais emoções às baterias.

Com o resultado, Cairoli, da Red Bull KTM Factory Racing, aumentou a vantagem na liderança da categoria, diante de Gautier Paulin, da Monster Energy Kawasaki Racing Team. Ele possui 142 pontos contra 112 do francês, que finalizou o dia em quarto.

Já na MX2, comemoração efusiva do suíço de 22 anos, que além de vencer pela primeira vez uma prova no Mundial de Motocross, assumiu a primeira posição no campeonato. O piloto da Team CLS Kawasaki Monster Energy tem 112 pontos, seguido de Glenn Coldenhoff, da Rockstar Energy Suzuki Europe, com 110. Herlings perdeu três posições na classificação geral e caiu para o quarto lugar, com 97 pontos.

Além das vitórias do Cairoli e Tonus, o GP Brasil de Motocross foi palco da apresentação do GP Estado de Goiás. A etapa no Centro-Oeste, que retorna ao circuito após quatro anos e valerá pela penúltima rodada do ano, na cidade de Trindade, foi oficializada pela organização, a Romagnolli Promoções e Eventos.

MXGP – Antonio Cairoli mostrou porque já venceu sete vezes o Mundial e é o atual líder do ranking. Com alta performance, o piloto sobrou na pista. Largou na quarta colocação, mas na quinta das 16 voltas da prova assumiu a liderança e foi assim até o fim. Abriu 15,8 segundos do segundo colocado, o belga Jeremy Van Horebeek, da Yamaha Factory Racing. Em terceiro lugar finalizou outro belga, Clement Desalle, da Rockstar Energy Suzuki. O melhor brasileiro foi Antonio Balbi Junior, da Pro Tork 2B Kawasaki, em 18º. Jean Ramos foi 21º, Thales Vilardi 24º, Rafael Faria 25º e Anderson Cidade 29º.

Já na segunda bateria, novo domínio do italiano. Cairoli não deu chances a ninguém e venceu a corrida, conquistando assim a etapa no geral. Sob chuva fina, ele ficou 5,2 segundos à frente do francês Gautier Paulin, da Monster Energy Kawasaki. Em terceiro lugar chegou Clement Desalle. Mais uma vez Balbi, foi o representante nacional que saiu melhor, em 20º. Assim, finalizou o somatório da etapa em 19º. Jean Ramos terminou a bateria em 21º, o catarinense Anderson Cidade em 23º, Thales Vilardi em 24º e Rafael Faria em 27º.  

MX2 – Com técnica apurada e estilo agressivo, o suíço Arnaud Tonus venceu de ponta a ponta a primeira bateria. A superioridade foi tamanha que Tonus cruzou a linha de chegada com 13,6 segundos de vantagem para o segundo colocado, seu companheiro de equipe, o francês Dylan Ferrandis. Na terceira colocação finalizou outro francês, Romain Febvre, da Wilvo Nestaan Husqvarna. O melhor brasileiro foi Rodrigo Lama, em 19º lugar.

Na prova seguinte, Glenn Coldenhoff saiu com a vitória. O holandês completou a corrida com pouco mais de sete segundos de vantagem para Tonus, o segundo colocado. Já o terceiro lugar foi de eslovaco Tim Gajser, da Honda Gariboldi. Hector Assunção, da Equipe Honda Mobil, chegou a andar entre os 11 primeiros, porém acabou na 17ª colocação.

RESULTADOS MXGP

1ª BATERIA - CINCO PRIMEIROS
1º Antonio Cairoli (ITA) #222
2º Jeremy Van Horebeek (BEL) #89
3º Clement Desalle (BEL) #25
4º Max Nagl (ALE) #12
5º Evgeny Bobryshev (RUS) #777

2ª BATERIA - CINCO PRIMEIROS
1º Antonio Cairoli (ITA) #222
2º Gautier Paulin (FRA) #21
3º Clement Desalle (BEL) #25
4º Jeremy Van Horebeek (BEL) #89
5º Max Nagl (ALE) #12

CLASSIFICAÇÃO DA ETAPA - GP BRASIL - CINCO PRIMEIROS
1º Antonio Cairoli (ITA) #222 - 50 Pontos
2º Clement Desalle (BEL) #25 - 40 pontos
3º Jeremy Van Horebeek (BEL) #89 - 40 pontos
4º Gautier Paulin (FRA) #21 - 37 pontos
5º Max Nagl (ALE) #12 - 34 pontos
19º Jorge Balbi #903 - 4 pontos (melhor brasileiro)

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO - CINCO PRIMEIROS
1º Antonio Cairoli (ITA) #222 - 142 Pontos
2º Gautier Paulin (FRA) #21 - 112 pontos
3º Jeremy Van Horebeek (BEL) #89 - 112 pontos
4º Clement Desalle (BEL) #25 - 111 pontos
5º Max Nagl (ALE) #12 - 110 pontos

RESULTADOS MX2

1ª BATERIA -  CINCO PRIMEIROS

1º Arnaud Tonus (SUI) #200
2º Dylan Ferrandis (FRA) #122
3º Romain Febvre (FRA) #461
4º Max Anstie (GBR) #99
5º Glenn Coldenhoff (HOL) #259

2ª BATERIA -  CINCO PRIMEIROS
1º Glenn Coldenhoff (HOL) #259
2º Arnaud Tonus (SUI) #200
3º Tim Gajser (ESL) #243
4º Max Anstie (GBR) #99
5º Valetin Guillod (SUI) #91

CLASSIFICAÇÃO DA ETAPA - GP BRASIL - CINCO PRIMEIROS
1º Arnaud Tonus (SUI) #200 - 47 pontos
2º Glenn Coldenhoff (HOL) #259 - 41 pontos
3º Max Anstie (GBR) #99 - 36 pontos
4º Dylan Ferrandis (FRA) #122 - 33 pontos
5º Tim Gajser (ESL) #243 - 30 pontos
19º Hector Assunção #230 - 4 pontos (melhor brasileiro)

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO - CINCO PRIMEIROS
1º Arnaud Tonus (SUI) #200 - 112 pontos
2º Glenn Coldenhoff (HOL) #259 - 110 pontos
3º Dylan Ferrandis (FRA) #122 - 107 pontos
4º Jeffrey Herlings (HOL) #84 - 97 pontos
5º Romain Febvre (FRA) #461 - 96 pontos

Fotos: Luiz Pires e Duda Bairros (Imagem)/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Tom Pages busca quinta vitória no X-Fighters na Espanha

Copa de Velocross em ritmo intenso na primeira etapa

Copa EFX Brasil promete boas novidades na segunda etapa

Arena Cross: entenda o sistema das disputas da temporada 2017

Copa Interestadual de Velocross começa no fim de semana em Caçapava

Primeira etapa do Arena Cross 2017 acontece no litoral de SP

Copa São Paulo de VX teve disputas intensas em Atibaia

Para iniciantes, Yamaha TT-R-230 custa R$ 13.040

Enduro da Independência 2014 - o preço da aventura

Arena Cross: entenda o sistema das disputas da temporada 2017

Equipe Yamaha Geração testa novas YZ 450 e YZ 250 2014

Yamaha WR 250F 2015 traz tecnologia de MX para o enduro

Copa EFX Brasil promete boas novidades na segunda etapa

Copa Interestadual de Motocross agitou Itajubá (MG)


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras