moto.com.br
Publicidade:

Off-Road

Copa EFX: Rômulo Bottrel vence etapa de Minas Gerais

21 de July de 2015
Compartilhe este conteúdo:

Belas trilhas, novos obstáculos, disputas emocionantes, um animado público e pilotos de alto nível. Em um domingo de muito sol, a terceira etapa da Copa EFX Brasil, em Três Corações (MG), teve todos os ingredientes necessários para uma prova de enduro de sucesso. A cidade mineira estreou no calendário da competição em grande estilo. Com muita agitação e torcida, os espectadores que compareceram em peso foram parte essencial do evento. 

A cerca de 280 quilômetros da capital mineira, a cidade no interior do Estado forneceu o cenário clássico para uma prova de enduro, com passagens por fazendas e diversos tipos de solo, desde grama até pedras. Sem chuva e com o clima agradável, alguns até pensaram que seria uma prova tranquila, no entanto, foi bem o contrário: as trilhas e obstáculos testaram os mais de 100 atletas inscritos. O Extreme Teste foi um exemplo, com extensão maior do que o das provas anteriores e desafios diferenciados como a gangorra, uma rampa de metal na qual os pilotos subiam de um lado e desciam do outro com a moto trabalhando como pêndulo. Além disso os pilotos completaram quatro voltas pelo percurso, uma a mais do que de costume. O trajeto continha ainda um Cross Teste e um Enduro Teste como trechos cronometrados.

Rômulo Bottrel e o francês Adrien Metge monopolizaram a disputa pela vitória da Elite - decidida por cerca de 15 segundos de vantagem em favor do mineiro que veio focado na vitória. "Estou bem satisfeito em ganhar. Diferente da última etapa em Arujá, quando fui segundo. Estava com isso meio engasgado", confessou Bottrel. No campeonato, o piloto de Belo Horizonte ampliou a vantagem para cinco pontos, mas sabe que ainda não há nada decidido. "Essa vitória com certeza me ajuda. Mas chegamos na metade do campeonato agora, ainda faltam mais três etapas. Não pode afrouxar", brincou.

O vencedor considerou positivas as novidades desta etapa. "A diferença é que foram quatro voltas. Então acabávamos decorando mais o traçado e isso deixou a disputa mais apertada", explicou. "Foi bacana porque a maioria das especiais eram próximas do pessoal, então, conseguíamos marcar os tempos e ter uma ideia de como estávamos indo", completou o mineiro.

Destaque também para os competidores da Júnior, classe onde a disputa é cada vez mais intensa e equilibrada. Vinícius Calafati não só venceu a categoria, como completou o top 3 da classificação geral da etapa. "Foi uma prova muito boa hoje. Consegui entrar em um ritmo bem forte, fazer as especiais bem perfeitas no começo e no decorrer do dia mantive o meu ritmo. Gostei bastante do meus tempos no Cross Teste e no Extreme Teste. No Enduro Teste eu senti um pouco de dificuldade, mas deu tudo certo e estou na ponta do campeonato", destacou Calafati. Também dentro dos cinco melhores do dia, Vinícius Luis Lopes e Ronald Santi foram segundo e terceiro colocados da Júnior.

A E1 viu Renan Bueno despontar como novo líder. Depois de uma estreia tímida na abertura em Itupeva (SP), o piloto faturou a vitória e a liderança da temporada em Minas Gerais. "Consegui andar bem e manter o ritmo em todas as especiais, sem cometer nenhum erro grave. E o resultado veio. Agora vamos treinar para a próxima etapa", comentou Bueno.

Invicto na E4, Bruno Martins trouxe até o sobrinho Luiz Fernando para agitar a competição. Mesmo em família, o líder do campeonato não teve dó de acelerar, vencendo com uma margem de 20 segundos. "Mais uma vitória hoje. Em princípio estava bem tranquilo, depois tive uma queda no Extreme, mas consegui recuperar nas duas últimas voltas e aí deu para ganhar", explicou Martins. "O evento, no geral, teve boa organização, boas especiais e trilhas também, só tenho que parabenizar a todos os envolvidos."

A categoria Feminina cresce a cada dia, porém, Janaína Souza se mantém como líder absoluta. "A prova foi muito bacana, realmente eletrizante, com obstáculos diferentes do que estamos acostumados. Foi uma experiência muito bacana, a cidade nos recebeu muito bem, com uma estrutura perfeita. O Enduro Teste foi um enduro de raiz, com mais trilhas fechadas. Para mim, foi uma etapa perfeita, tive só um tombinho no Extreme, mas não prejudicou muito, foi coisa de segundos. Consegui tirar a diferença e ganhei", avaliou Janaína. Tainá Aguiar foi a segunda colocada e defende a vice-liderança no campeonato.
O topo do pódio da E2 ficou novamente com Ruan Marra, como na etapa anterior seguido por Claudiney Couto. Na E3 a vitória foi de Otávio Carradori que segue invicto na competição. Outros vencedores da etapa foram Gustavo Henrique Sena na Over 35, Ernesto Maiolini na Over 45, Thyago Rocha na E5, Luiz Fernando Pinheiro na E6, Leonardo Malagutti na E7, e Rafael Santos na E8. Entre as equipes, o Zanol Team Rinaldi ASW repetiu o êxito das etapas anteriores.

Com um público recorde e realização muito elogiada pelos participantes, Fábio Simões, diretor da Adrenatrilha Trail Club, organizador do evento, revelou que a primeira passagem da Copa EFX Brasil por Três Corações rendeu frutos. "Fomos muito bem recebidos pelo público e por todo o pessoal da cidade. Já tive o convite para trazermos mais uma etapa para cá no ano que vem. Foi uma prova perfeita para mim", avaliou Fabião.

Resultados da terceira etapa da Copa EFX Brasil

Elite
1. 1 Rômulo Bottrel, 0:44:44.02
2. 2 Adrien Metge, 0:44:58.69
3. 17 Antonio Eustaquio de Miranda Junior, 0:49:10.93
4. 3 Júlio César Zavatti, 0:51:05.00

Junior
1. 4 Vinicius Calafati Ribeiro, 0:46:32.40
2. 7 Vinicius Luis Lopes da Silva, 0:47:38.86
3. 5 Ronald Santi, 0:47:45.90
4. 6 Tunico Maciel, 0:47:56.60
5. 8 Renato Hermann dos Santos, 0:51:47.88

Enduro 1
1. 11 Renan Bueno da Silva Filho, 0:50:41.60
2. 12 Rafael Toaldo, 0:52:51.94
3. 16 Ricardo Lauar Pimenta, 0:53:09.06
4. 13 Ronaldo Vasconcelos Filho, 0:54:41.64
5. 10 Evaldo Tavares Nespoli, 7:06:40.15

Enduro 2
1. 18 Ruan Marra Pires, 0:51:18.50
2. 19 Claudiney da Silva Couto, 0:52:52.24
3. 21 André Martins Arderucio, 1:00:42.00
4. 23 Valdemir Rodrigues Leite, 3:53:36.62

Enduro 3
1. 24 Otavio Augusto Carradori, 0:52:56.13
2. 27 Rodrigo Rivello, 0:56:41.14
3. 25 Clodoaldo Shoji Uemura, 0:58:24.48
4. 28 Valvissir Aguilar, 1:00:14.66

Enduro 4
1. 29 Bruno Batista Martins, 0:49:56.79
2. 36 Luiz Fernando Urtado Martins, 0:53:25.61
3. 32 Jose Reis Pereira, 0:53:43.14
4. 34 Deivid Ribeiro Vicente, 0:54:01.05
5. 31 Vitor Martins Menino, 0:57:00.61
6. 30 Andre Ricardo Costa Lima, 0:58:08.02

Over 35
1. 42 Gustavo Henrique Correia Sena, 0:50:30.65
2. 39 Rodolfo Ripamonti, 0:52:14.94
3. 38 Dário Júlio, 0:52:58.13
4. 43 Alberto Cunha, 0:58:17.04
5. 106 Emerson Rodrigues Tiago, 0:59:43.94
6. 41 Eduardo Valerio Pereira, 4:17:45.08

Over 45
1. 52 Ernesto Maiolini, 0:53:08.60
2. 51 José Alexandre Tommaso, 0:53:43.30
3. 53 Evandro Bozetti, 0:54:16.57
4. 49 Manuel C. Madruga de Simas, 0:54:52.75
5. 46 José Roberto Polaz, 0:55:31.18

Enduro 5
1. 57 Thyago Silva Correa da Rocha, 0:53:41.20
2. 65 Gilsimar Prudente Inácio, 0:54:00.27
3. 68 Marcos de Ulhoa Canto Gebhardt, 0:55:15.15
4. 63 Reinaldo Muniz de Almeida, 0:55:40.57
5. 60 Gabriel Mattos, 0:55:42.81

Enduro 6
1. 76 Luiz Fernando Cler Pinheiro, 0:54:21.63
2. 77 Romualdo de Moura Neder, 0:54:57.52
3. 75 Fernando Lage Prosperi Araújo, 0:57:12.91
4. 81 Omir Monteiro de Castro Neto, 1:01:05.46
5. 82 Geberson Jesus, 1:02:23.09

Enduro 7
1. 89 Leonardo Matuno Malagutti, 0:56:27.74
2. 92 Flavio Yatsugafu, 0:57:38.97
3. 91 Alberto Piva Santos, 1:02:17.79

Enduro 8
1. 102 Rafael Pereira dos Santos, 0:53:28.87
2. 121 Heitormariano Cassia, 0:54:53.55
3. 114 Guilherme Enrico Alves Prado, 0:56:31.82
4. 123 Yago Caldas Reis, 0:57:41.70
5. 113 Luiz Felipe Soares Machado, 0:57:52.87

Feminina
1. 124 Janaina Souza, 0:56:42.13
2. 125 Tainá Aguiar, 1:02:07.62
3. 129 Jéssica Sâmia, 1:07:06.55
4. 126 Lucianna Timm, 1:11:51.49
5. 128 Lilian Chagas, 1:16:35.28

Resultado por Equipes

1. Zanol Team Rinaldi ASW
1 Rômulo Bottrel
29 Bruno Batista Martins
7 Vinicius Luis Lopes Da Silva

2. Honda
2 Adrien Metge
6 Tunico Maciel
38 Dário Júlio

3. Honda Motofield
5 Ronald Santi
11 Renan Bueno Da Silva Filho
3 Júlio César Zavatti

4. Bradock Team
17 Antônio Eustaquio de Miranda Junior
34 Deivid Ribeiro Vicente
71 Sérgio Lopes de Mendonça

5. ET de Varginha
42 Gustavo Henrique Correia Sena
52 Ernesto Maiolini
122 Fábio Freitas



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Zanol Team finaliza temporada 2016 com nova vitória

Equatoriano Jetro Salazar é campeão brasileiro de Motocross

Bragança Paulista recebe a final da Copa SP de Motocross

Final do Brasileiro de Motocross acontece no Paraná

Orange BH KTM fará cerimônia de premiação e entrega de duas 200 Duke

Final da Polaris Cup teve grandes disputas Off Road e show aéreo

Arena Cross: Quarta etapa define os campeões da temporada 2016

Orange BH KTM fará cerimônia de premiação e entrega de duas 200 Duke

Yamaha WR 250F 2015 traz tecnologia de MX para o enduro

Bragança Paulista recebe a final da Copa SP de Motocross

Sertões: Pagamento em até 10 vezes na CRF 230

Piloto amputado chega em 19ª lugar no Sertões 2016

Honda CRF 110F chega para completar o segmento off-road

Final do Brasileiro de Motocross acontece no Paraná


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras