moto.com.br
Publicidade:

Off-Road

Campano é novo líder do Campeonato Brasileiro de Motocross PRÓ

06 de September de 2016
Compartilhe este conteúdo:

Aconteceu no último final de semana, dias 3 e 4 de setembro, na cidade de Morrinhos, a 120 quilômetros de Goiânia (GO), 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross PRÓ. Na principal categoria da competição, a MX1, o espanhol Carlos Campano venceu a etapa na soma das baterias com a primeira colocação na 1ª bateria e uma segunda colocação na última prova do dia. Com o resultado, Campano assumiu a liderança do Campeonato na classificação geral.

“Foi uma prova muita dura. Quase sofri quedas durante as provas, mas consegui sair com a vitória. Esse é um momento importante de assumir a liderança, mas ainda temos duas etapas e será disputado até o fim”, afirma o espanhol.

O equatoriano Jetro Salazar que chegou como líder, não teve um bom fim de semana. O piloto ficou em sexto lugar na 1ª bateria e 12º na segunda prova do dia, após sair na última colocação. Jean Ramos ficou na terceira posição nas duas provas e está na vice-liderança, seis pontos atrás de Campano. O português Paulo Alberto venceu a segunda bateria e entrou para a briga do Campeonato. O piloto está na terceira colocação da classificação geral, a oito pontos do líder.

As duas baterias da categoria MX2 podem ser resumidas em poucas palavras: disputas emocionantes. Tanto na primeira quanto na segunda bateria tiveram boas trocas de posições e reviravoltas até na primeira posição. O piloto paulista Gustavo Pessoa ficou em segundo lugar na primeira bateria e venceu a segunda. Com o resultado subiu no lugar mais alto do pódio durante a 4ª Etapa do Brasileiro de Motocross PRÓ, em Morrinhos-GO, neste domingo (4).

"O Fábio acabou errando na segunda bateria, sofrendo uma queda e eu aproveitei para assumir a ponta. Agora é focar nas outras etapas e seguir com bom resultado", ressaltou Gustavo Pessoa. Fábio dos Santos ficou em segundo lugar na somatória das baterias, mas segue na liderança do Campeonato, com 14 pontos de vantagem para o segundo colocado, que é Gustavo Pessoa.

Na categoria Junior mudanças de posições também marcaram a prova. Léo Cassarotti que administrou a prova do começo ao fim venceu a categoria Junior abriu seis pontos de vantagem, em cima de Thales Nathan, na classificação do Campeonato. “Agora é focar nas duas últimas etapas da competição para não cometer erro e levar o título”, destacou o campeão.

No sábado, 3, ainda ocorreu a disputa da MX3. O esloveno Roman Jelen cruzou o arco de chegada com boa folga dos demais e abriu 15 pontos na classificação do Campeonato. “Estou feliz com o resultado. Foi uma prova dura, com muito calor, mas me diverti e consegui a vitória”, declara o esloveno.

Já no domingo (4) foram realizadas as finais do Campeonato Brasileiro de Motocross para as categorias MX4, MXF, 50cc e 65cc. As disputas aconteceram durante o Brasileiro de Motocross PRÓ em Morrinhos (GO). Na MX4, Milton Becker, o Chumbinho precisava apenas da 5ª colocação para ficar com o 24º título nacional na carreira. Mas Chumbinho conquistou a vitória e sagrou-se campeão. “Estou muito feliz com a vitória. Todo título tem um gostinho especial e com esse não seria diferente”, declarou Chumbinho. O vice-campeonato ficou com Walter Tardin, que chegou a assumir a liderança da prova, mas não suportou a pressão de Milton Becker e acabou a prova na segunda colocação.

Na MXF, a meninas mostraram muita pilotagem. Maiara Basso liderou de ponta a ponta e ficou com o segundo título dela na classe. O primeiro foi em 2012. Mas não foi uma disputa fácil. As irmãs, Lays e Marcely Cazadini deram trabalho. As pilotos pressionaram Maiara Basso em boa parte da prova. “Meu foco era o título do Campeonato, mas queria encerrar com um bom resultado. Toda vez que passava pela arquibancada e ouvia o público incentivando me dava mais forças para buscar a vitória. Estou muito feliz com o título”, conta Maiara Basso.

Nas categorias destinadas aos pequenos pilotos brasileiros, o público também presenciou um grande show. Rafael Becker ficou com o título da categoria 50cc. O piloto saiu em quinto lugar, mas fez grande prova de recuperação e terminou na primeira colocação. “Eu treinei bastante e consegui meu segundo título na 50cc. Agora no próximo ano vou para 65cc”, ressaltou Rafael.

Na 65cc o piloto José Antônio Pedro Filho chegou a final com vantagem de dois pontos em cima de Henrique Henicka, mas foi Henrique que levou a melhor na prova. O piloto largou na ponta. Durante a disputa tiveram trocas de posições, mas ele acelerou e cruzou em primeiro no arco de chegada. “Foi uma prova difícil hoje, mas fiquei muito feliz com o resultado, trabalhamos muito para conseguir a vitória”, destacou Henrique.

Fotos: Divulgação/Tiago Lopes/CBM



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Final do Brasileiro de Motocross acontece no Paraná

Orange BH KTM fará cerimônia de premiação e entrega de duas 200 Duke

Final da Polaris Cup teve grandes disputas Off Road e show aéreo

Arena Cross: Quarta etapa define os campeões da temporada 2016

Piocerá: Competição Off Road completa 30 anos em 2017

Sertões: Inscrições com desconto até 30 de novembro

Amador de Motocross teve grande final na temporada 2016

KTM lança série especial de motos de enduro no Brasil

Maiara Basso é vice-campeã do Latino-Americano de Motocross

Amador de Motocross tem grande final neste domingo

Piocerá: Competição Off Road completa 30 anos em 2017

Yamaha WR 250F 2015 traz tecnologia de MX para o enduro

Amador de Motocross teve grande final na temporada 2016

Latino-Americano de Motocross: Maiara Basso é representante do Brasil


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras