moto.com.br
Publicidade:

Off-Road

Brasileiro de MX: Wellington Garcia vence em Aracaju (SE)

15 de July de 2013
Compartilhe este conteúdo:

O piloto Wellington Garcia, que venceu na estréia da Temporada 2013 do Campeonato Brasileiro de Motocross, na etapa de Carlos Barbosa (RS), voltou a subir no lugar mais alto do pódio da categoria MX1.

Nesta 4ª etapa da competição, realizada em Aracaju (SE) neste fim de semana, 13 e 14 de julho, o piloto chegou em segundo lugar na 1ª bateria e venceu a 2ª. Com os resultados, o piloto goiano chegou aos 143 pontos no Campeonato e ocupa a 4ª colocação na classificação geral.

"Fiquei muito feliz com a minha prova. Depois da 3ª etapa, em Sorriso, fiquei muito triste porque venci a primeira bateria, mas na segunda sai da prova logo após a largada. Para esta etapa treinei bastante e contei com o apoio de todo mundo, da minha familia e amigos, que foi fundamental para eu conseguir essa vitória", afirma Wellington.

Antonio Balbi Junior foi o 2º na somatória das duas baterias, com duas boas colocações (3º e 4º). Após a 4ª etapa da competição, o piloto manteve a 2ª colocação na tabela e agora soma 158 pontos."Estou feliz pela regularidade na competição e minha vontade é ser o campeão da categoria", afirma Balbi.

O atual campeão brasileiro, Carlos Campano ficou em 3º na etapa, com uma vitória na primeira bateria e 8º na segunda. O piloto protagonizou uma grande cena para o público de Aracaju ao cruzar a linha de chegada empurrando a moto. "Eu estava em 3º lugar e percebi que minha moto começou a andar menos até que parou. Eram pontos importantes para mim que estou na briga pelo título.

Adam Chatfield ficou em 4º na somatória (7º e 2º) e foi a 161 assegurando a liderança do Campeonato. O português Joaquim Rodrigues subiu na 5ª colocação com uma 8ª posição e um 3º lugar.

1ª bateria
O espanhol, Carlos Campano, largou na frente. O atual líder da competição, Adam Chatfield sofreu uma queda logo na primeira curva e caiu novamente ainda nas primeiras voltas.

Wellington Garcia saiu na 2ª colocação, seguido por Jean Ramos, Humberto Martin e Antonio Balbi Jr.

Após ultrapassar Humberto Martin, Balbi partiu para cima de Jean Ramos. A briga entre os dois pilotos foi muito boa. Balbi conseguiu a ultrapassagem, mas Jean Ramos retomou a posição. Depois Balbi ultrapassou novamente o piloto em uma curva por dentro e quando Jean Ramos tentou dar o troco sofreu uma queda e perdeu muito tempo para religar a moto.

Wellington Garcia chegou a pressionar Campano, mas no final o espanhol conseguiu abrir vantagem para receber a bandeira quadriculada na primeira posição.

2ª bateria
Nesta bateria Jean Ramos fez uma excelente largada assumindo a ponta. Wellington Garcia saiu em 2º, mas logo Adam Chatfield fez a ultrapassagem em cima do piloto goiano para assumir a posição.

Mais uma vez Jean Ramos não conseguiu manter o bom desempenho. O piloto sofreu uma queda quando estava na liderança e perdeu muitas posições.

Balbi e Campano não largaram bem e iniciaram uma prova de recuperação. Balbi sofreu uma queda quando estava na 5ª posição, mas ainda conseguiu cruzar a linha de chegada em 4º. Campano teve problemas e de 3º lugar completou a prova na 8ª colocação.
Wellington Garcia ultrapassou o inglês, líder do Campeonato, e abriu boa vantagem no final para vencer a bateria.

Resultados:
1ª bateria
1º - Carlos Campano
2º - Wellington Garcia
3º - Antonio Balbi Jr.
4º - Humberto Martin
5º - Cristopher Castro

2ª bateria
1º -Wellington Garcia
2º - Adam Chatfield
3º - Joaquim Rodrigues
4º - Antonio Balbi Jr.
5º - Jean Carlos Ramos

MX2 - Paulo Alberto vence em Aracaju
A categoria estava empatada pelos parceiros de equipe, o português Paulo Alberto e Thales Vilardi, mas após a 4ª Etapa do Brasileiro de Motocross, em Aracaju-SE, Paulo segue na liderança do Campeonato.

Os dois pilotos vem revezando a primeira posição desde a 1ª Etapa em Carlos Barbosa-RS, mas agora o português conseguiu abrir seis pontos de vantagem em cima de Thales, já que venceu as duas baterias.

“Consegui fazer um bom trabalho. Com certeza essa prova irá marcar para mim. Estou me adaptando bem neste País. Na primeira bateria o Thales estava forte, mas consegui vencer”, conta Paulo Alberto.

O companheiro de equipe também fez uma boa prova. Thales ficou em segundo nas duas baterias. Mesmo Paulo abrindo um pouco a diferença, aponta que ainda dá para lutar pelo título. “A pista estava um pouco difícil para mim. E o Paulo não abriu muito a diferença, vou continuar fazendo meu trabalho”.

1ª Bateria
Thales Vilardi largou na frente e administrou a liderança quase a prova inteira. Mas faltando cinco minutos para terminar a disputa o português Paulo Alberto apertou o passo e ultrapassou Thales. O pega foi emocionante, já que os dois são companheiros de equipe e estão disputando o campeonato ponto a ponto. No entanto Thales logo deu o troco, mas não durou muito. A 30 segundos da bandeira de duas voltas, Paulo passa de novo. Thales ainda caiu da última volta. Levantou rápido e conseguiu ainda terminar em segundo.

A disputa pelas demais posições também foi acirrada. Anderson Cidade largou em terceiro, mas aos 15 minutos de prova sofreu uma queda e acabou terminando em décimo primeiro. Anderson Amaral saiu em quarto, mas acabou finalizando em sétimo.

Quem acabou levando as posições foram Dudu Lima, Marçal Muller e Hector Assunção, em terceiro, quarto e quinto respectivamente.

2ª Bateria
Paulo Alberto saiu na frente e conseguiu boa distância dos adversários durante a prova, até receber a bandeira quadriculada. Já Thales não largou bem, saiu entre os dez primeiros, mas fez uma boa prova de recuperação, e aos poucos foi passando os demais pilotos.

Quando já estava na quinta colocação sofreu uma queda e foi para oitavo. Persistente, conseguiu recuperar as posições e terminou em segundo, para mais uma dobradinha com Paulo Alberto.

Anderson Amaral largou bem, em segundo, mas acabou em sexto. Para alegria dos sergipanos, o piloto da casa Rodrigo Lama fez uma boa prova e animou o público. Largou em terceiro, e durante a prova chegou até a ficar em segundo. Mas acabou sendo ultrapassado por Hector Assunção faltando sete minutos de prova. O piloto da casa ainda perdeu muitas posições, terminando em nono. No final da prova, Hector que estava em segundo caiu, e terminou em décimo quarto.

Quem acabou passando a linha de chegada em segundo foi Anderson Cidade. Na sequencia apareceram Marçal Muller e Sean Lipanovich.

Resultados (soma das duas baterias):
1º Paulo Alberto
2º Thales Vilardi
3º Marcal Muller
4º Dudu Lima
5º Lipanovich

MX3 - Milton Becker mantém 100% de aproveitamento
O piloto Milton Becker, Chumbinho, chegou a quarta vitória este ano, durante a 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, em prova realizada na pista de Aracaju (SE).

Milton Becker, que é o atual campeão da categoria MX3, manteve os 100% de aproveitamento com quatro vitórias em quatro provas. O piloto ainda ampliou a vantagem na classificação geral do Campeonato, liderando com 100 pontos.

O piloto mostrou porque soma na carreira 18 títulos nacionais. Liderou a prova nesta 4ª etapa de ponta a ponta e passou por cima de todos os obstáculos, até mesmo das condições da pista afetada pela chuva constante que caiu em Aracaju neste sábado.

“Tivemos muitas dificuldades. Tinha muita água em alguns trechos. Eu estava esperando calor aqui em Aracaju e não contava com a parte de lama na pista. Mas consegui me sair bem para mais uma vitória”, ressalta Chumbinho.

Davis Guimarães também fez uma excelente prova. O piloto cruzou a linha de chegada na segunda colocação, seguido pelo vice-líder da competição Erivelto Nicoladelli, que até chegou a pressionar o segundo colocado da prova, mas acabou sofrendo uma queda. “Eu estava indo bem para cima do Davis, buscando o segundo lugar da prova, mas acabamos nos tocando e eu cai”, explica Nicoladelli.

O piloto, que está atrás de Milton Becker na classificação geral, chegou a 78 pontos. Após complicações no ano passado com uma fratura na clavícula, Erivelto Nicoladelli busca bons resultados nesta temporada. “Estamos na metade do Campeonato, mas ainda tem muito pela frente. Tudo pode acontecer e eu vou trabalhar para fazer o meu melhor”, afirma.

Mariana Balbi que ocupa a terceira colocação no Campeonato não teve muita sorte. Após duas quedas ainda no início da prova levou a bandeira quadriculada na sexta colocação, somando 73 pontos.

Resultados:
1º - Milton Becker
2º - Davis Guimarães
3º - Jose Israel Feitosa
4º - Walter Tardin
5º - Erivelto Nicoladelli

Categoria Júnior - Enzo Lopes leva mais uma
A prova da categoria Junior foi bem disputada e com pilotos que mostraram verdadeira garra pelo esporte. Enzo Lopes levou mais uma no Brasileiro de Motocross. Largou na frente nessa 4ª Etapa, em Aracaju-SE, e liderou quase a prova inteira. Isso porque foi pressionado pelo goiano, Kiomam de Jesus que até chegou a ultrapassá-lo em uma curva, mas logo em seguida Enzo voltou à primeira posição.

Para ele que é do Rio Grande do Sul, uma das grandes dificuldades foi o clima. “O que eu achei mais difícil foi o calor e a areia. Mas, agora vou me preparar bem para Salvador, onde será a próxima etapa”, ressalta o piloto.

Gabriel Della Flora largou bem e estava em segundo no começo da prova, mas sofreu uma queda e foi para a sexta posição. Até o final recuperou uma posição e subiu em quinto no pódio.

Vitor Igor de Almeida chegou a ficar em segundo no início, mas acabou terminando em quarto. Leonardo de Souza surpreendeu a todos já que logo após assumir a terceira posição o pneu da moto furou, e mesmo assim correu até o final da disputa e ainda conseguiu segurar a posição.

Resultados:
1º Enzo Lopes
2º Kioman de Jesus
3º Leonardo de Souza
4º Vitor Igor de Almeida
5º Gabriel Della Flora

Categoria 65cc - Felippe Muller vence a 4ª etapa
O piloto Felippe Muller venceu na categoria 65cc, durante a 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross realizada neste fim de semana, 13 e 14, em Aracaju (SE). Com o resultado, Felipe diminuiu a diferença para o líder e está na 3ª colocação da classificação geral com 74 pontos.

Felippe que liderou a prova de ponta a ponta abriu vantagem para os demais competidores e não chegou a ser pressionado. Mesmo assim encontrou dificuldades. "Teve uma hora que eu peguei retardatário e quase me prejudiquei. Também tinham muitas canaletas que estavam dificultando", conta o vencedor da prova.

Renan Goto, o Japinha, terminou a prova na 2ª posição. O piloto chegou a cair ainda na primeira volta, mas não perdeu nenhuma posição. Tallys Nathan terminou a prova na terceira colocação, seguido por Leo Nunes na 4ª posição.

Leo Nunes ainda se mantém na liderança do Campeonato com 79 pontos, mas não ficou satisfeito com o resultado nesta 4ª etapa. "Larguei bem, mas tive um toque com o Felippe e cai. Depois eu estava andando bem, mas comecei a cansar. Você perde muito o rendimento quando sofre uma queda, pois tem que dar tudo de si para buscar uma recuperação e acaba faltando energia no final", afirma o líder.

Resultados:
1º -Felippe Muller
2º - Renan Goto
3º - Tallys Nathan
4º - Leo Nunes
5º - Joseildo Junior

Fotos: CBM e Honda Racing/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Zanol Team finaliza temporada 2016 com nova vitória

Equatoriano Jetro Salazar é campeão brasileiro de Motocross

Bragança Paulista recebe a final da Copa SP de Motocross

Final do Brasileiro de Motocross acontece no Paraná

Orange BH KTM fará cerimônia de premiação e entrega de duas 200 Duke

Final da Polaris Cup teve grandes disputas Off Road e show aéreo

Arena Cross: Quarta etapa define os campeões da temporada 2016

Orange BH KTM fará cerimônia de premiação e entrega de duas 200 Duke

Yamaha WR 250F 2015 traz tecnologia de MX para o enduro

Bragança Paulista recebe a final da Copa SP de Motocross

Sertões: Pagamento em até 10 vezes na CRF 230

Piloto amputado chega em 19ª lugar no Sertões 2016

Honda CRF 110F chega para completar o segmento off-road

Final do Brasileiro de Motocross acontece no Paraná


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras