moto.com.br
Publicidade:

Off-Road

Brasileiro de MX: Carlos Campano vence no Rio de Janeiro

Piloto espanhol da equipe Yamaha Grupo Geração levou a melhor na dipsuta das baterias da categoria principal MX1

16 de June de 2015
Compartilhe este conteúdo:

O último final de semana, dias 13 e 14 junho, foi de pegas emocionantes com a realização da 2ª Etapa do Brasileiro de Motocross PRÓ, realizado na pista de Paty do Alferes (RJ). Pelo segundo ano consecutivo os amantes de Motocross da região puderam ver as provas da competição e sentir a adrenalina do esporte bem de perto.

Na principal categoria do Campeonato, a MX1, o espanhol Carlos Campano levou a melhor nas duas baterias. O piloto, que é o atual campeão do Brasileiro, também venceu a prova em Paty do Alferes no ano passado. “O Campeonato está muito forte este ano, bem técnico. Agora é continuar fazendo o mesmo trabalho e dar 110% de mim”, ressalta o espanhol, que segue com 95 pontos.

Na primeira bateria Campano largou em terceiro lugar. O companheiro de equipe, Jean Ramos saiu na frente, seguido do português Paulo Alberto. Não demorou muito para Campano pressionar o português e os dois trocarem de posições. A briga ficou entre os dois pilotos Yamaha. Faltando cinco minutos para acabar a disputa, Campano assumiu a ponta.

Na segunda bateria da MX1, Jean repetiu a boa largada. Paulo Alberto saiu em segundo e Campano em terceiro. Aos três minutos de prova o português assume a liderança, mas não por muito tempo, já que Jean pressiona e Paulo acaba caindo e voltando em quinto. Aos 16 minutos de prova o espanhol ultrapassa Jean e segura a posição.

RESULTADOS MX1
1º Carlos Campano
2º Jean Ramos
3º Paulo Alberto
4º Jetro Salazar
5º Wellington Garcia
 
CLASSIFICAÇÃO MX1
1 Carlos Campano - 95 pontos
2 Paulo Alberto - 85 pontos
3 Jean Ramos - 82 pontos 
4 Jetro Salazar - 68 pontos
5 Wellington Garcia - 62 pontos

MX2

Na categoria com motos de 250cc o vencedor da Etapa também foi o atual campeão, Hector Assunção, da Honda, que venceu as duas baterias no Rio de Janeiro. O piloto que ficou em terceiro lugar na primeira Etapa, em Limeira-SP, agora está em segundo na classificação geral, atrás de Gustavo Pessoa. “Em Limeira eu não estava tão bem, mas agora consegui reagir e subir no lugar mais alto do pódio”, aponta o campeão da etapa. 

Na primeira bateria Gustavo Pessoa fez o holeshot, seguido de Fábio Santos. Hector logo foi para cima e conquistou a segunda posição e já começou a se aproximar de Gustavo, conseguindo assumir a ponta no final da prova. O piloto iniciante na categoria, Enzo Lopes, caiu na primeira volta e chegou a ficar em último, no entanto fez uma boa prova e terminou em terceiro.

Enzo estava confiante e largou na ponta na segunda bateria. Administrou a prova até os últimos dois minutos, quando acabou perdendo a posição para Hector. “Eu forcei bastante na primeira bateria, e quando chegou nos 20 minutos da segunda eu estava esgotado, e não consegui segurar a posição. Estou melhorando a cada etapa e fiquei satisfeito com o resultado”, destaca Enzo.

“A gurizada veio com muito gás para a categoria MX2, mas acho que no final a experiência acabou contando um pouco”, complementa Hector Assunção.

RESULTADOS MX2
1º Hector Assunção
2º Enzo Lopes
3º Gustavo Pessoa
4º Pepê Bueno
5º Fábio dos Santos

Junior

Leonardo de Almeida, de 15 anos, foi o nome da categoria Junior, em Paty de Alferes. Como na primeira Etapa, o piloto subiu no lugar mais alto do pódio. Léo saiu na frente e administrou muito bem a prova. Chegou a ser ultrapassado por Renato Paz, mas deu o troco, e seguiu na frente até cruzar o arco de chegada. “Estou nessa preparação desde o ano passado. O que vai muito é a cabeça e estou firme para seguir lutando pelo Campeonato”, alega Léo. 

RESULTADOS JÚNIOR
1º Leonardo de Almeida
2º Renato Paz
3º Renan Goto
4º Thiago Brenner
5º Leonardo Nunes

MX3

A prova da MX3 foi realizada no sábado, 13. A vitória ficou com Duda Parise, que já estava na liderança do Campeonato após vencer a primeira Etapa, em Limeira-SP. Agora o piloto abriu seis pontos de vantagem para o segundo colocado e acumula 50 pontos. 

“Estou muito feliz com a vitória. Eu tive um bom início de prova e depois administrei. Foi uma disputa muito difícil, com uma pista bem técnica. Ampliei a vantagem, mas ainda está tudo indefinido, pois é começo de Campeonato. Vamos manter o foco e ir para a próxima etapa”, conta Duda Parise.

RESULTADOS MX3
1º Duda Parise
2º Milton Becker
3º Willian Guimarães
4º Richard Berois
5º Stefany Serrão
 
 
Fotos: Maus Haas/Divulgação


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Tom Pages busca quinta vitória no X-Fighters na Espanha

Copa de Velocross em ritmo intenso na primeira etapa

Copa EFX Brasil promete boas novidades na segunda etapa

Arena Cross: entenda o sistema das disputas da temporada 2017

Copa Interestadual de Velocross começa no fim de semana em Caçapava

Primeira etapa do Arena Cross 2017 acontece no litoral de SP

Copa São Paulo de VX teve disputas intensas em Atibaia

Para iniciantes, Yamaha TT-R-230 custa R$ 13.040

Enduro da Independência 2014 - o preço da aventura

Equipe Yamaha Geração testa novas YZ 450 e YZ 250 2014

Copa EFX Brasil promete boas novidades na segunda etapa

Arena Cross: entenda o sistema das disputas da temporada 2017

Yamaha WR 250F 2015 traz tecnologia de MX para o enduro

Copa Interestadual de Motocross agitou Itajubá (MG)


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras