moto.com.br

Publicidade:

Off-Road

Arena Cross: Dupla vitória portuguesa em Recife (PE)

07 de October de 2013
Compartilhe este conteúdo:

A quarta etapa do Arena Cross no último sábado (5/10), em Recife (PE), terminou com sotaque e vitória portuguesa. O público que preencheu todos os espaços das arquibancadas e camarote da arena montada no Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH) viu Paulo Alberto vencer pela quarta vez consecutiva no ano uma prova da MX2 e se tornar campeão antecipado. Já Joaquim Rodrigues conseguiu sua primeira vitória da temporada na MX Pró e, de quebra, assumiu a liderança da categoria.

Outro destaque na capital pernambucana foi o embate na Júnior. O norte-americano Ramyller Alves segurou a pressão exercida pelo líder Enzo Lopes e venceu a prova, deixando o título em aberto. Renan dos Santos, o Japinha, e Gabriel Andrigo, venceram as baterias da 65cc e 50cc, respectivamente, e pularam para primeira posição com uma etapa para o fim.

A quinta e última rodada do Arena Cross 2013 ocorrerá no dia 23 de novembro. A organização divulgará em breve a cidade-sede da final.

1ª bateria MX Pró - Boa largada de Joaquim Rodrigues, que assumiu a primeira colocação, seguido de Jean Ramos, Wellington Garcia e Humberto Martin. Algumas voltas depois, o português abriu vantagem. Adam Chatfield ultrapassou Martin e foi em busca da terceira posição, que era de Wellington.

Em bom ritmo, Jean tentava diminuir a vantagem do ponteiro, no entanto, sofreu uma queda na parte arenosa da pista. Assim, o paranaense perdeu várias posições. Wellington perdia ritmo e já era o quinto.

Na briga pelas primeiras posições, o espanhol Carlos teve disputas de tirar o fôlego com Adam Chatfield. No fim, levou a melhor sobre o concorrente e finalizou em segundo. Já Adam ainda foi ultrapassado por Pipo Castro. Joaquim recebeu a bandeira quadriculada em primeiro e conquistou sua primeira vitória na temporada.

2ª bateria MX Pró - Apesar do holeshot de Wellington Garcia, foi Joaquim Rodrigues quem se consolidou na liderança após a décima volta. Humberto Martin era o terceiro e Adam Chatfield o quarto.

Em quinto, Campano teve mais uma vez Adam Chatfield pela frente. Mas não demorou muito para o espanhol se “livrar” do inglês.

Mais rápido que Wellington, o venezuelano ultrapassou o goiano e foi à caça de líder. Apesar da perseguição, Joaquim se manteve em primeiro e venceu. Humberto finalizou em segundo, seguido de Campano, que levou a melhor sobre Wellington. “Não comecei bem o ano por conta de uma lesão no braço. Nos últimos meses fiz um trabalho para fortalecê-lo e hoje estou andando forte. Das outras vezes não consegui a vitória por pouco, mas agora sim. Não tem nada ganho. Vou continuar o trabalho e tentar ser campeão”, comenta Joaquim, que possui 136 pontos. Campano é o segundo com 133 pontos.

MX2 - Thales Vilardi fez o holeshot, mas logo na primeira curva foi ultrapassado por Endrews Armstrong. O garoto perdeu a colocação na sequência após deixar “apagar” a moto. Com isso, Anderson Cidade assumiu a ponta, seguido de Rafael Faria e Marçal Muller. Em sexto, Paulo Alberto tentava se aproximar dos ponteiros.

Na seção de costelas, Thales tentou ultrapassar Hector Assunção, porém levou a pior e foi para o chão. Paulo, logo atrás do companheiro, se enroscou e também perdeu tempo. Hector seguiu em frente sem problemas e, algumas voltas depois, era o segundo. Marçal liderava.

Quando tudo parecia que a hegemonia de Paulo iria se encerrar o português deu uma aula na pista. Um a um, ultrapassou Faria, Cidade e chegou em Hector, então segundo colocado. A perseguição durou algumas voltas, quando conseguiu pular para a vice-liderança.

Com poucos minutos para o fim, Paulo se aproximou de Marçal Muller e viu o rival “passar reto” na curva anterior ao salto de chegada. Em primeiro, tratou apenas de “levar” a moto para casa. Com Hector em quarto lugar, o português chegou aos 80 pontos, sendo 23 de diferença para o rival, não podendo ser mais alcançado.“Não imaginava que venceria aqui, pois estava com muitas dores. Tentei dar o meu máximo para chegar bem na última etapa. Mas consegui andar forte e superar esse problema físico. Estou muito contente com isso, pois conquistei o meu primeiro objetivo na temporada. Obrigado a toda Equipe Honda pelo apoio”, destaca o campeão.

Júnior - Enzo fez o holeshot, mas Ramyller logo o perseguiu. Os pilotos andavam praticamente lado a lado. Com sete minutos para o fim, o norte-americano ultrapassou o brasileiro. Porém, o ponteiro cometeu um erro e perdeu a colocação. Não demorou para Ramyller novamente alcançar o rival e conseguir a ultrapassagem. Apesar das sucessivas tentativas de Enzo, o norte-americano segurou a colocação e chegou à vitória. Leonardo de Souza completou o pódio. “Perdi a segunda etapa, mas mesmo assim estou na briga pelo título. A vitória foi importante. Consegui andar bem. Ainda tenho chances de ser campeão e vamos ver o que vai dar”, avalia Ramyller, que tem 55 pontos. Enzo lidera com 72.

65cc - Ótima largada de Japinha, que assumiu a ponta. Ainda na primeira volta, Leonardo Nunes cometeu um erro e perdeu posições. Enquanto isso, o pernambucano Joseildo Ferreira surpreendia e era o segundo.

Na tentativa de encostar nos ponteiros, Nunes voltou a errar. Apesar disso, diminuiu o “prejuízo” na prova e terminou em quarto. Já Japinha teve que acelerar o ritmo na metade da prova, pois Joseildo tentava uma maneira de ultrapassá-lo. Porém, o ímpeto do piloto de Pernambuco durou algumas voltas. Com o caminho livre, Japinha conquistou a vitória, seguido do rival. "Foi uma boa corrida. Consegui vencê-la. Agora é ver em qual posição posso chegar na próxima bateria para ser campeão", comenta Japinha, com 71 pontos, seis a mais que Nunes.

50cc – Gabriel Andrigo não tomou conhecimento dos rivais e pulou para ponta logo após a largada. Diogo Nascimento até tentou incomodá-lo, porém o gaúcho manteve a calma, conseguiu boa vantagem e venceu. Diogo, em segundo, e Rodrigo Bicalho, em terceiro, completaram o pódio. “O campeonato está bem disputado. Vou tentar na última etapa ganhar e ser campeão. Obrigado a minha família pelo apoio e a todos que torcem por mim”, coloca o vencedor, que assumiu a liderança com 74 pontos, mesmo número de Diogo. Devido ao critério de desempate – vitória na última etapa realizada – o gaúcho lidera.

Fotos: Miguel Campano Jiménez, Idário Café e César Araújo/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Brasileiro de MX: Carlos Campano vence no Rio de Janeiro

Yamaha YZ 450F muda pouco para continuar no pódio

Brasileiro de MX: Rio de Janeiro recebe a sexta etapa

Copa EFX de Enduro: Adrien Metge vence e luta pelo título

Rally dos Sertões: Projeto Social no atende 1400 pessoas

Mundial de MX: Jordi Tixier é o campeão na MX2

Enduro da Independência 2014 - o preço da aventura

Yamaha YZ 450F muda pouco para continuar no pódio

Enduro da Independência 2014 - o preço da aventura

Copa EFX de Enduro: Adrien Metge vence e luta pelo título

Brasileiro de MX: Rio de Janeiro recebe a sexta etapa

Mundial de MX: Jordi Tixier é o campeão na MX2

Brasileiro de MX: Carlos Campano vence no Rio de Janeiro

Mundial de Super Enduro está confirmado no Brasil


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras
Ducati Honda CB 600 F Hornet Motos Usadas Kawasaki Motos Novas Fazer Transalp Fipe Yamaha YZF R1 Suzuki Kasinski Moto Velocidade Srad Sundown Motos CBR Harley Davidson MotoGP BMW XT 660 Tornado 600RR Ofertas Shadow Revista Off Road

Siga-nos

ícone orkut ícone youtube ícone twitter ícone facebook ícone rss