moto.com.br

Publicidade:

Off-Road

Arena Cross: Dupla vitória portuguesa em Recife (PE)

07 de October de 2013
Compartilhe este conteúdo:

A quarta etapa do Arena Cross no último sábado (5/10), em Recife (PE), terminou com sotaque e vitória portuguesa. O público que preencheu todos os espaços das arquibancadas e camarote da arena montada no Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH) viu Paulo Alberto vencer pela quarta vez consecutiva no ano uma prova da MX2 e se tornar campeão antecipado. Já Joaquim Rodrigues conseguiu sua primeira vitória da temporada na MX Pró e, de quebra, assumiu a liderança da categoria.

Outro destaque na capital pernambucana foi o embate na Júnior. O norte-americano Ramyller Alves segurou a pressão exercida pelo líder Enzo Lopes e venceu a prova, deixando o título em aberto. Renan dos Santos, o Japinha, e Gabriel Andrigo, venceram as baterias da 65cc e 50cc, respectivamente, e pularam para primeira posição com uma etapa para o fim.

A quinta e última rodada do Arena Cross 2013 ocorrerá no dia 23 de novembro. A organização divulgará em breve a cidade-sede da final.

1ª bateria MX Pró - Boa largada de Joaquim Rodrigues, que assumiu a primeira colocação, seguido de Jean Ramos, Wellington Garcia e Humberto Martin. Algumas voltas depois, o português abriu vantagem. Adam Chatfield ultrapassou Martin e foi em busca da terceira posição, que era de Wellington.

Em bom ritmo, Jean tentava diminuir a vantagem do ponteiro, no entanto, sofreu uma queda na parte arenosa da pista. Assim, o paranaense perdeu várias posições. Wellington perdia ritmo e já era o quinto.

Na briga pelas primeiras posições, o espanhol Carlos teve disputas de tirar o fôlego com Adam Chatfield. No fim, levou a melhor sobre o concorrente e finalizou em segundo. Já Adam ainda foi ultrapassado por Pipo Castro. Joaquim recebeu a bandeira quadriculada em primeiro e conquistou sua primeira vitória na temporada.

2ª bateria MX Pró - Apesar do holeshot de Wellington Garcia, foi Joaquim Rodrigues quem se consolidou na liderança após a décima volta. Humberto Martin era o terceiro e Adam Chatfield o quarto.

Em quinto, Campano teve mais uma vez Adam Chatfield pela frente. Mas não demorou muito para o espanhol se “livrar” do inglês.

Mais rápido que Wellington, o venezuelano ultrapassou o goiano e foi à caça de líder. Apesar da perseguição, Joaquim se manteve em primeiro e venceu. Humberto finalizou em segundo, seguido de Campano, que levou a melhor sobre Wellington. “Não comecei bem o ano por conta de uma lesão no braço. Nos últimos meses fiz um trabalho para fortalecê-lo e hoje estou andando forte. Das outras vezes não consegui a vitória por pouco, mas agora sim. Não tem nada ganho. Vou continuar o trabalho e tentar ser campeão”, comenta Joaquim, que possui 136 pontos. Campano é o segundo com 133 pontos.

MX2 - Thales Vilardi fez o holeshot, mas logo na primeira curva foi ultrapassado por Endrews Armstrong. O garoto perdeu a colocação na sequência após deixar “apagar” a moto. Com isso, Anderson Cidade assumiu a ponta, seguido de Rafael Faria e Marçal Muller. Em sexto, Paulo Alberto tentava se aproximar dos ponteiros.

Na seção de costelas, Thales tentou ultrapassar Hector Assunção, porém levou a pior e foi para o chão. Paulo, logo atrás do companheiro, se enroscou e também perdeu tempo. Hector seguiu em frente sem problemas e, algumas voltas depois, era o segundo. Marçal liderava.

Quando tudo parecia que a hegemonia de Paulo iria se encerrar o português deu uma aula na pista. Um a um, ultrapassou Faria, Cidade e chegou em Hector, então segundo colocado. A perseguição durou algumas voltas, quando conseguiu pular para a vice-liderança.

Com poucos minutos para o fim, Paulo se aproximou de Marçal Muller e viu o rival “passar reto” na curva anterior ao salto de chegada. Em primeiro, tratou apenas de “levar” a moto para casa. Com Hector em quarto lugar, o português chegou aos 80 pontos, sendo 23 de diferença para o rival, não podendo ser mais alcançado.“Não imaginava que venceria aqui, pois estava com muitas dores. Tentei dar o meu máximo para chegar bem na última etapa. Mas consegui andar forte e superar esse problema físico. Estou muito contente com isso, pois conquistei o meu primeiro objetivo na temporada. Obrigado a toda Equipe Honda pelo apoio”, destaca o campeão.

Júnior - Enzo fez o holeshot, mas Ramyller logo o perseguiu. Os pilotos andavam praticamente lado a lado. Com sete minutos para o fim, o norte-americano ultrapassou o brasileiro. Porém, o ponteiro cometeu um erro e perdeu a colocação. Não demorou para Ramyller novamente alcançar o rival e conseguir a ultrapassagem. Apesar das sucessivas tentativas de Enzo, o norte-americano segurou a colocação e chegou à vitória. Leonardo de Souza completou o pódio. “Perdi a segunda etapa, mas mesmo assim estou na briga pelo título. A vitória foi importante. Consegui andar bem. Ainda tenho chances de ser campeão e vamos ver o que vai dar”, avalia Ramyller, que tem 55 pontos. Enzo lidera com 72.

65cc - Ótima largada de Japinha, que assumiu a ponta. Ainda na primeira volta, Leonardo Nunes cometeu um erro e perdeu posições. Enquanto isso, o pernambucano Joseildo Ferreira surpreendia e era o segundo.

Na tentativa de encostar nos ponteiros, Nunes voltou a errar. Apesar disso, diminuiu o “prejuízo” na prova e terminou em quarto. Já Japinha teve que acelerar o ritmo na metade da prova, pois Joseildo tentava uma maneira de ultrapassá-lo. Porém, o ímpeto do piloto de Pernambuco durou algumas voltas. Com o caminho livre, Japinha conquistou a vitória, seguido do rival. "Foi uma boa corrida. Consegui vencê-la. Agora é ver em qual posição posso chegar na próxima bateria para ser campeão", comenta Japinha, com 71 pontos, seis a mais que Nunes.

50cc – Gabriel Andrigo não tomou conhecimento dos rivais e pulou para ponta logo após a largada. Diogo Nascimento até tentou incomodá-lo, porém o gaúcho manteve a calma, conseguiu boa vantagem e venceu. Diogo, em segundo, e Rodrigo Bicalho, em terceiro, completaram o pódio. “O campeonato está bem disputado. Vou tentar na última etapa ganhar e ser campeão. Obrigado a minha família pelo apoio e a todos que torcem por mim”, coloca o vencedor, que assumiu a liderança com 74 pontos, mesmo número de Diogo. Devido ao critério de desempate – vitória na última etapa realizada – o gaúcho lidera.

Fotos: Miguel Campano Jiménez, Idário Café e César Araújo/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Sertões: Termina nessa quarta o prazo de inscrições

Zanol Team tem um fim de semana de superação

Vídeo: Volta radical no X-Fighters na visão do piloto

Bragança Paulista teve grandes pegas de motocross

Arena Cross: Grandes pegas em Ilha Comprida

Arena Cross: Ilha Comprida sedia terceira etapa

Provas da Copa SP de Velocross agitaram Caçapava

Vídeo: Tombos incríveis no Erzbergrodeo 2015

Brasileiro de MX: 2ª etapa acontece no Rio de Janeiro

Yamaha atualiza modelos de motocross para 2012

Copa São Paulo de MX: 2ª etapa acontece no C.T. Gattaz

Arena Cross: Ilha Comprida sedia terceira etapa

Copa EFX: Adrien Metge supera tempo ruim

Yamaha WR 250F 2015 traz tecnologia de MX para o enduro


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras