moto.com.br
Publicidade:

MotoGP

MotoGP: Vitória de Andrea Dovizioso no GP da Malásia

31 de October de 2016
Compartilhe este conteúdo:

A penúltima etapa da temporada 2016 do Mundial de Motovelocidade MotoGP com a realização do GP da Malásia, na pista de Sepang, no último domingo (30/10), foi mais uma rodada de fortes emoções.

Com pista molhada os pilotos da MotoGP tiveram uma corrida bastante tensa. Andrea Dovizioso tinha a pole position, mas quem largou na frente foi Jorge Lorenzo. Como pilotar em pista molhada ainda é seu ponto fraco, o campeão de 2015 logo foi superado por Valentino Rossi, Andrea Iannone, Andrea Dovizioso, Marc Márquez e Cal Crutchlow (vencedor do GP da Austrália). 

Rossi e Iannone disputaram muito a liderança da prova, enquanto Dovizioso 'assistia' a briga, em terceiro na prova. As Ducati tinham a seu favor as grandes retas de Sepang, além do fato de renderem muito bem com pista molhada. 

Faltando 11 voltas para o fim da prova, a chuva diminui muito e a condição da pista começou a mudar. Crutchlow caiu na curva 2, abandonando a prova. Na mesma volta, Márquez caiu também, mas conseguiu voltar para a pista.

Nesse momento, Dovizioso ligou o modo ataque e passou Iannone, que na sequência também caiu sozinho, abandonando a prova (novamente).Com as quedas de Crutchlow, Márquez e Iannone, Lorenzo subiu de sexto para o terceiro lugar na prova. Colado em Rossi, Dovizioso viu o piloto Yamaha errar na curva 1 do circuito, abrindo muito a trajetória, permitindo a ultrapassagem sem risco para o piloto Ducati. 

A partir desse momento, Dovizioso conseguiu abrir segura vantagem, para após sete anos, voltar a vencer na MotoGP. Sua até então única vitória havia sido conquistada em 2009, quando era piloto oficial Honda. Dovizioso é o novo piloto diferente a vencer na MotoGP em 2016, se juntando a Jack Miller, Cal Crutchlow, Andrea Iannone, Maverick Viñales, Valentino Rossi, Jorge Lorenzo, Dani Pedrosa e Marc Márquez.

Rossi finalizou em segundo lugar (+3s115) e Lorenzo completou em terceiro, com quase 12 segundos de atraso para o vencedor da prova (+11s924). Festa no box da Ducati, pela segunda vitória da equipe em 2016 (a primeira foi com Andrea Iannone, no GP da Áustria).

Com o resultado, Rossi assegurou o vice campeonato, pois conseguiu abrir 28 pontos sobre Lorenzo, de 25 ainda em disputa na etapa final. 18 pilotos finalizaram a prova. Márquez, após a queda, foi o 11º. Hiroshi Aoyama, que substituiu o azarado (e lesionado) Dani Pedrosa na equipe Honda, finalizou apenas em 16º...

No parque fechado, Lorenzo atribuiu seu pódio a pura sorte (fato) e ficou satisfeito por ter ganhado confiança durante a prova - que terminou ainda com piso molhado. Rossi falou sobre a grande disputa com Iannone, que se sentia confiante para vencer, mas que ficou feliz por garantir o vice campeonato com seu resultado.

Dovizioso, muito emocionado, falou sobre o longo intervalo dede sua primeira vitória, e do quanto trabalhou para voltar a vencer e agradeceu aos apoiadores e a equipe pelo resultado.

Os campeões de 2016 já foram definidos, mas a etapa final de 2016 será o GP da Espanha, na pista de Valência, no dia 13 de novembro, quando veremos pela primeira vez a KTM de MotoGP, que vai alinhar no grid em 2017. 

Sem chuva e com a pista ainda úmida em alguns pontos, na categoria Moto3 tivemos uma corrida caótica,marcada por muitas quedas, felizmente, sem nenhum piloto seriamente ferido. 31 pilotos largaram e 14 não completaram a prova. Francesco Bagnaia, piloto Mahindra, se manteve na pista e venceu a prova, que foi interrompida antecipadamente na volta 15 (de 18 no total) por bandeira vermelha.

Esta foi a segunda vitória da Mahindra na temporada. No pódio, Jakub Kornfeil (Honda) em segundo (+7s108) e Bo Bendsneyder (KTM) completando o pódio (+7s253) Brad Binder, o atual campeão, caiu, voltou para o box para colocar nova carenagem na sua KTM e finalizou a prova em décimo sétimo lugar.

Com pista molhada na corrida da Moto2, a única categoria que ainda não tinha o campeão definido, Johann Zarco era o favorito e fez sua parte vencendo a prova, superando Franco Morbidelli (+3s256) e Jonas Folger (+3s689), para ser coroado campeão, ou melhor, o primeiro bicampeão da Moto2 na história (porque todos os campeões já subiam para a MotoGP no ano seguinte, Tito Rabat tentou o bicampeonato em 2015, mas não conseguiu quando Zarco venceu). 

Para ter ideia de como os três pilotos estavam um passo a frente dos demais (até Zarco abrir 3 segundos de vantagem e vencer), o quarto colocado foi Lorenzo Baldazarri, que finalizou a prova com 21s428 de atraso para o tempo de Zarco.

RESULTADOS

Pos.PointsNum.RiderNationTeamBikeKm/hTime/Gap
1 25 4 Andrea DOVIZIOSO ITA Ducati Team Ducati 148.8 42'27.333
2 20 46 Valentino ROSSI ITA Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 148.6 +3.115
3 16 99 Jorge LORENZO SPA Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 148.1 +11.924
4 13 8 Hector BARBERA SPA Avintia Racing Ducati 147.6 +19.916
5 11 76 Loris BAZ FRA Avintia Racing Ducati 147.6 +21.353
6 10 25 Maverick VIÑALES SPA Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 147.5 +22.932
7 9 19 Alvaro BAUTISTA SPA Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 147.3 +25.829
8 8 43 Jack MILLER AUS Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda 146.9 +32.746
9 7 44 Pol ESPARGARO SPA Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 146.8 +33.704
10 6 9 Danilo PETRUCCI ITA OCTO Pramac Yakhnich Ducati 146.8 +34.280
11 5 93 Marc MARQUEZ SPA Repsol Honda Team Honda 146.7 +36.480
12 4 50 Eugene LAVERTY IRL Pull & Bear Aspar Team Ducati 146.7 +36.638
13 3 41 Aleix ESPARGARO SPA Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 146.7 +36.897
14 2 38 Bradley SMITH GBR Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 146.2 +45.609
15 1 45 Scott REDDING GBR OCTO Pramac Yakhnich Ducati 145.9 +49.779

CLASSIFICAÇÃO

Pos.RiderBikeNationPoints
1 Marc MARQUEZ Honda SPA 278
2 Valentino ROSSI Yamaha ITA 236
3 Jorge LORENZO Yamaha SPA 208
4 Maverick VIÑALES Suzuki SPA 191
5 Andrea DOVIZIOSO Ducati ITA 162
6 Dani PEDROSA Honda SPA 155
7 Cal CRUTCHLOW Honda GBR 141
8 Pol ESPARGARO Yamaha SPA 124
9 Hector BARBERA Ducati SPA 97
10 Andrea IANNONE Ducati ITA 96
11 Aleix ESPARGARO Suzuki SPA 85
12 Eugene LAVERTY Ducati IRL 77
13 Alvaro BAUTISTA Aprilia SPA 76
14 Scott REDDING Ducati GBR 72
15 Danilo PETRUCCI Ducati ITA 71

Fotos: MotoGP/Divulgação



Fonte:
Motociclismo
Compartilhe este conteúdo:

MotoGP define o calendário da competição em 2017

MotoGP: Gatas no paddock do GP da Espanha

MotoGP: Viñales da Yamaha lidera treinos da temporada 2017

MotoGP: Vitória de Jorge Lorenzo no GP da Espanha

MotoGP: GP da Espanha acontece neste domingo (13/11)

MotoGP: Gatas exóticas no paddock do GP da Malásia

MotoGP: Vitória de Andrea Dovizioso no GP da Malásia

MotoGP: Gatas exóticas no paddock do GP da Malásia

MotoGP: Viñales da Yamaha lidera treinos da temporada 2017

MotoGP: Gatas no paddock do GP da Espanha

MotoGP: GP da Espanha acontece neste domingo (13/11)

MotoGP: Vitória de Jorge Lorenzo no GP da Espanha

MotoGP: Veja novas regras da competição em 2016

Valentino Rossi mostra capacete novo para MotoGP


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras