moto.com.br
Publicidade:

MotoGP

MotoGP: Veja novas regras da competição em 2016

16 de March de 2016
Compartilhe este conteúdo:

Neste domingo (20/03) tem início o primeiro Grande Prêmio da temporada 2016 da MotoGP, o GP do Catar, com as 21 motos que compõem o grid da competição seguindo uma série de alterações que entram em vigor para a disputa deste ano.

As duas principais alterações nas motos foram a imposição de uma única unidade de controle eletrônico para todas as fábricas que agora usam um mesmo software Magneti Marelli e a adoção da marca francesa Michelin como um único fornecedor de pneus, depois de oito anos com a participação da Bridgestone.

A Michelin retorna ao circo da MotoGP com o fornecimento de conjuntos de dez pneus slick dianteiros e doze traseiros, um a mais que em 2015 e quatorze pneus de chuva, sendo sete dianteiros e sete traseiros. Também estão disponíveis novos compostos intermediários para situações de chuva leve e água na pista, com cada piloto contando com três jogos por etapa. As rodas são de 17 polegadas em vez dos anteriores 16,5".

A organização da MotoGP também uniformizou a capacidade dos tanques de combustível para 22 litros e reduziu o peso mínimo das motos para 157 kg, um a menos do que na temporada anterior. Quanto ao número de motores, as equipes de fábrica podem usar em 2016 o limite de sete propulsores.

Com o aparecimento de pequenas aletas ou asas nas motos com o objetivo de fornecer mais carga aerodinâmica e melhor aderência, a regra diz que estes devem ser fixados na carenagem sem exceder a altura do guidão e nem exceder a largura máxima regulamentada da moto. Além disso, a curvatura das bordas precisam seguir um raio mínimo de 2,5 mm.

Como medida de segurança também foram anunciadas normas para as celebrações ao final de cada corrida. Com isso, os pilotos não podem parar ao cruzar a linha de chegada para pegar bandeiras ou celebrar um resultado. Qualquer tipo de comemoração deve ser feita apenas em áreas seguras, como áreas de escape, e quando não houver perigo.

Depois de uma pré-temporada com atividades nas pistas da Malásia, Austrália e Catar para o ajuste dos pilotos e das equipes para se adaptarem às mudanças, a grande prova real para avaliar todas essas modificações acontece neste domingo, com o GP do Catar.

Confira as principais mudanças na MotoGP em 2016

- Aletas aerodinâmicas

Devem estar fixadas na carenagem sem exceder a largura regulamentada da moto

- Combustível

Tanque unificado para 22 litros

- Central eletrônica

Todas as motos usam o mesmo software de controle de motor e chassis, com centralina Magnetti Marelli

- Pneus

Michelin é o novo provedor único com introdução de compostos intermediários para situações mistas com pouca chuva

- Motor

As equipes de fábrica dispõem de sete motores

- Peso

Indicador mínimo de 157 kg

 

- Confira o vídeo da Repsol Honda com as novas regras da MotoGP

Foto e vídeo: Repsol Honda/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

MotoGP define o calendário da competição em 2017

MotoGP: Gatas no paddock do GP da Espanha

MotoGP: Viñales da Yamaha lidera treinos da temporada 2017

MotoGP: Vitória de Jorge Lorenzo no GP da Espanha

MotoGP: GP da Espanha acontece neste domingo (13/11)

MotoGP: Gatas exóticas no paddock do GP da Malásia

MotoGP: Vitória de Andrea Dovizioso no GP da Malásia

MotoGP: Gatas exóticas no paddock do GP da Malásia

MotoGP: Viñales da Yamaha lidera treinos da temporada 2017

MotoGP: Gatas no paddock do GP da Espanha

MotoGP: GP da Espanha acontece neste domingo (13/11)

MotoGP: Vitória de Jorge Lorenzo no GP da Espanha

MotoGP: Veja novas regras da competição em 2016

Valentino Rossi mostra capacete novo para MotoGP


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras