moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

SBK Brasil: Vitória de Diego Faustino em Londrina

27 de July de 2015
Compartilhe este conteúdo:
Pela primeira vez o SuperBike Brasil esteve em Londrina (PR). A terceira etapa da temporada 2015 foi realizada no último domingo (26/07) no Autódromo Internacional Ayrton Senna, com cerca de 120 pilotos na disputa da etapa. O agito começou com os treinos livres e classificatórios, na sexta (24) e sábado (25) respectivamente. Mais uma vez, o maior campeonato de motovelocidade das Américas registrou presença maciça de público em uma pista que é considerada bastante técnica pelos pilotos.
 
Diego Faustino (#68), da equipe Honda Mobil, venceu a 3ª etapa da categoria SuperBike. "Na primeira curva já lembrei da minha infância. Queria muito correr aqui, pois vinha muito com meu pai quando era criança", comentou o campeão na coletiva de imprensa logo após a corrida. O 'prata da casa' foi o mais rápido em todos os treinos livres, mas deixou escapar a primeira colocação no grid para o seu companheiro de equipe, Maico Teixeira, na definição da SuperPole.
 
Logo nos primeiros metros após a largada, Faustino recuperou a liderança e sustentou a posição até o final da 17ª volta, quando recebeu a bandeira quadriculada, com mais de quatro segundos de vantagem para o companheiro de equipe. Ele andou sozinho boa parte da corrida, sem ser incomodado pelos adversários. Maico Teixeira, que na etapa passada não disputou devido a um acidente no warm-up, terminou esta etapa em segundo lugar.
 
A grande surpresa foi a corrida de recuperação de Danilo Lewis (#17), da Tecfil Racing Team. O piloto vinha entre os primeiros em todos os treinos, mas na última parte da SuperPole enfrentou problemas com sua moto e largou apenas em 9º. Já na primeira volta da corrida, Lewis ganhou quatro posições e em seguida ficou na cola de Gustavo Herrera (#93), da equipe Marina Racing Team. O piloto da categoria Pro Amador não conseguiu impedir a ultrapassagem do adversário e Lewis assumiu a terceira posição, que sustentou até receber a bandeirada. Já Gustavo foi o quarto a cruzar a linha de chegada.
 
Pablo Nunes (#777), da equipe BH Racing, ganhou posições e terminou a prova em quarto da categoria principal, seguido por Massao Nishimoto (#41), da Dynel's Racing Team, em quinto. José Luiz 'Cachorrão' (#51), da equipe Honda Mobil, que conseguiu melhorar bastante a sua volta rápida na última sessão da SuperPole e largou em terceiro, sofreu uma queda na quarta volta da corrida e não concluiu a prova.
 
Entre os pilotos que disputaram a categoria Pro Amador, o vencedor foi Gustavo Herrera, o quarto no acumulado geral. Fabrício de Castro (#75), da BH Racing, foi o segundo, seguido por Fernando Min (#20), da MotoSchool Racing Team, em terceiro, e Rodrigo Rocky (#43), também da MotoSchool Racing Team, em quarto.
 
Na categoria Pro Estreante, Ricardo Negretto (#38), da equipe Tecfil Racing Team, ficou com a primeira colocação. Gian Paolo de Filippis (#18), Tecfil Racing Team, foi o segundo seguido por Iberson Thiago Vieira (#4), Tecfil Racing Team, em terceiro.
 
Resultados das demais categorias:
 
Black dispara na frente e vence a SuperBike Light
 
Juracy Rodrigues "Black” não teve dificuldade alguma para vencer a 3ª etapa da SuperBike Light, prova disputada em Londrina (PR). O piloto, que já havia feito o melhor tempo em todos os treinos livres e classificatórios da categoria, largou na frente e colocou mais de um segundo de vantagem por volta sobre todos os adversários. Mais de 17 segundos à frente do vice-líder, Black cruzou a linha de chegada sozinho e comemorou bastante a vitória.
 
“Só quero agradecer a torcida, que me apoia sempre, é muito bom correr em casa, e também a Jesus. Trabalhei bastante, eu e minha equipe, acertamos a moto durante a semana, e deu tudo certo. A próxima etapa em Interlagos vai ser bem mais apertada”, comentou o campeão que é de Londrina.
 
O segundo colocado foi Guto Figueiredo (#18), da equipe Kobe Motos/A2 Informática. O piloto largou em quarto e rapidamente passou a liderar uma disputa com Sharbel El Hajjar (#23), da Tom Racing, e Jeferson Marchesin Friche (#157), da HG Motos Racing pela vice-liderança. Os três pilotos correram muito próximos por boa parte da prova até que Guto conseguiu se distanciar e cruzar a linha de chegada em segundo. “Na minha cidade não tem pista, então não tenho casa. Andar na casa dos outros e chegar perto dele é muito bom. Obrigada Londrina pelo apoio,”
 
Sharbel El Hajjar (#23) perdeu uma posição da largada e terminou em terceiro, enquanto Jeferson Marchesin Friche (#157) encerrou a corrida em quarto. Já o quinto colocado foi Cleberson Maicher "Alemão" (#17), da equipe Marina Club Racing Team.
 
Entre os pilotos que disputam a categoria Master, o vencedor foi Michel Abboud (#8), BH Racing, e em segundo Edson Errera (#86), da Errera Racing.
 
Matheus larga bem e vence a SuperSport
 
Matheus de Oliveira Dias (#70), da equipe Tecfil Racing Team, foi o vencedor da etapa de Londrina na SuperSport. O piloto, que largou em segundo, foi beneficiado pela desistência do pole, Luiz Cerciari (#3), da Cerciari Racing School, que teve problemas mecânicos com sua moto após a volta de apresentação e nem chegou a participar da prova. Com isso, Matheus assumiu a ponta já na largada e fez uma corrida constante até cruzar a linha de chegada sem sofrer pressão dos adversários em nenhum momento.
 
“Para mim, foi uma excelente corrida. Trabalhamos o final de semana todo e desde o começo do ano por essa vitória. Muito gratificante. Foi uma corrida pra administrar, tinha um bom ritmo e corri tranqüilo. Minha moto está fantástica e só tenho a agradecer minha equipe”, disse o garoto Matheus.
 
O segundo colocado foi Alex Schultz (#22), da Dynel's Racing Team. O piloto, que correu com uma moto reserva nesta etapa, conseguiu um ótimo desempenho na corrida. Schultz foi apenas o sétimo nos treinos classificatórios, e nas primeiras voltas da corrida já ocupava a segunda colocação, posição que sustentou até receber a bandeirada. “Estou sem palavras. A expectativa era apenas conseguir terminar a prova, pois cai em um treino e corri aqui em Londrina com uma moto emprestada. Era o azarão, mas consegui chegar ao pódio. Realmente um presente de aniversário terminar em segundo.”
 
Sabrina Paiuta (#8), da Mobil Monster Energy Kawasaki SuperBike Team, fez uma ótima largada e chegou a ocupar temporariamente a liderança. A piloto, que corre pela Pro Estreante, foi ultrapassada pelos dois líderes e manteve a terceira posição até o fim da corrida. “Muito bom poder estar de volta ao pódio. Estou me adaptando na categoria e espero, até o final do ano, manter essa constância.” Dudu Costa Neto (#117), da Mobil Ituran Racing, foi o quarto colocado, seguido por Marcos Souza "Marcão" (#47), da Marina Club Racing Team, também da Pro Estreante, em quinto.
 
Entre os pilotos que disputaram a categoria SuperSport Pro Amador, o vencedor foi Gabriel Ruach (#69), da equipe, Cerciari Racing School. Ele foi seguido por Renato Junior Mesquita (#34), da Marina Club Racing Team, em segundo, Mauricio Protta "Máscara" (#28), da Vitória Racing / HG Moto, em terceiro, Victor Villaverde (#42), da Cerciari Racing School, em quarto, e Rafael Dadario (#86), da Viana Racing, com a quinta posição.
 
Pela categoria Pro Estreante, a grande vencedora foi a piloto Sabrina Paiuta, seguida por Marcos Souza "Marcão", respectivamente terceiro e quinto no geral. O terceiro colocado foi Christian Cerciari (#83), da equipe Cerciari Racing School. Osvaldo Jorge Filho "Duende", da Duende e Senra Racing, ficou com a quarta posição e Guilherme Galan (#56), da G Motos / Black Day Racing, com a quinta.
 
Na última curva, Perrucho assume a liderança para o lugar mais alto no pódio da Copa Ninja 300
 
Victor Perrucho (#226), da equipe Duda Racing, foi o vencedor da 3ª etapa SuperBike Brasil na categoria Copa Kawasaki Ninja 300. O piloto fez os melhores tempos nos treinos livres e classificatórios e largou na frente. Mas esse domínio não se repetiu na prova. Perrucho, já nas primeiras voltas, foi perseguido por Pedro Henrique Ramos e Silva (#113), da Metal Aço/Polo/Nippon Telhas, Bruno Cesar Borges (#51), da Gilberto Motos, e Indiana Muñoz Gomes (#199), da Cerciari Racing School.
 
Os quatro pilotos correram praticamente a prova inteira muito próximos e revezaram a liderança por diversas vezes. Na volta final, Pedro Henrique Ramos perdeu o controle da moto e acabou indo para o chão. Já a piloto Indiana manteve a liderança até a entrada da última curva, quando foi ultrapassada por Perrucho, que recebeu a bandeirada com pouco mais de um décimo de vantagem para a adversária. Bruno Cersar Borges ficou com a terceira colocação.
 
“Na última volta perdi um pouco por culpa minha, e ai tentei pegar o vácuo, mas não deu certo. Foi muito bom estar em primeiro durante boa parte da corrida. Quero agradecer a todos, especialmente meu marido que não pode vir nessa etapa, mas que está sempre ao meu lado”, comentou Indiana. Para Perrucho, foi uma corrida muito disputada. “Vi que não ia dar para manter a ponta a corrida toda e essa era a minha primeira estratégia, então parti para a segunda estratégia, que era me manter entre os primeiros e na reta final acelerar e buscar a vitória. Consegui vencer e só quero agradecer a todos pela torcida. E essa vitória vai para um amigão, o Claudio, que perdeu o pai!”
 
Ele foi seguido por Abimael Silva de Souza (#78), também da Tecfil Racing Team, que foi o quarto da categoria principal, e logo atrás Régis Gomes Primos (#126), da Rodas Mil Competições, recebeu a bandeirada em quinto.
 
Na disputa da Light o vencedor foi Fernando Santos (#234), da equipe Tecfil Racing Team, que largou em sexto e foi o quarto a cruzar a linha de chegada. “Agradeço a todos. Consegui acompanhar o pelotão da frente e administrei o primeiro lugar na minha categoria. Parabéns a todos!”, comentou Fernando na coletiva de imprensa. Em segundo ficou Ricardo Castilho (#71), da Tecfil Racing Team, seguido por Felipe Diniz "Bolinha" (#121), da Duda Racing, em terceiro, Ricardo de Barros (#89), da Duda Racing, em quarto e Paulo Henrique Lenharo Faria (#99) da Tecfil Racing Team em quinto.
 
Viveiros campeão na Copa Kawasaki Ninja 600
 
Diego Viveiros (#23), da equipe Tecfil Racing Team, fez uma ótima corrida e venceu a 3ª etapa da Copa Kawasaki Ninja 600. O piloto que largou em quarto, logo nas primeiras voltas ganhou posições e assumiu a liderança, que foi mantida até receber a bandeirada. O segundo lugar ficou com Douglas S. Tomé (#67), da equipe BH Racing. O piloto, que largou na pole, perdeu uma posição no início da prova e sustentou a vice-liderança até o final.
 
Luis Ferraz (#13), da Tecfil Racing Team, ganhou duas posições da largada e terminou a prova em terceiro lugar, seguido pelo seu companheiro de equipe Jefferson Ramos Valcézia (#99), em quarto. Raphael Arcari Brito (#96), da Duende e Senra Racing, aproveitou a desistência de Diego Botelho (#93), da Moretti Racing Team, e com isso chegou em quinto.
 
Tamburro ganha mais uma na Copa Honda CBR 500R
 
Leonardo Tamburro (#53), da equipe Honda MotoSchool de Talentos, venceu a 3ª etapa da Copa Honda CBR 500R, sua segunda seguida. Em uma prova extremamente disputada, o piloto conseguiu manter a posição da largada e cruzar a linha de chegada à frente. Tamburro liderou a maioria dos treinos livres e classificatórios, mas encontrou dificuldades para dominar a corrida.
 
Um pelotão formado por ele, além de seu companheiro de equipe Renzo Ferreira (#13), e mais três pilotos - Willian Ribeiro (#15), da WR, Rodrigo Jantonio (#99), da Serv Moto Racing Team, e Lucas Dezeró (#7), da Alemão Pneus – trocaram posições durante a maior parte da corrida e revezaram a liderança.
 
Na quarta volta, Willian perdeu o traçado de uma curva e acabou deixando o pelotão, que seguiu no mesmo ritmo até o fim da prova. Na última volta, os quatro pilotos estavam praticamente lado a lado e qualquer um poderia ser o vencedor. Tamburro conseguiu segurar a liderança e cruzar a linha de chegada pouco mais de dois décimos à frente de Renzo, que ficou com o segundo lugar.
 
Renzo começa a coletiva de imprensa agradecendo à sua família, em especial aos avós, presentes no autódromo . “Hoje foi uma boa corrida. Eu, Léo e o Jantonio brigamos o tempo todo pelas primeiras posições. Cheguei a assumir a liderança, mas errei em um momento e o Léo foi melhor que eu, sem erros, não consegui chegar.” Para Tamburro, foi uma corrida bastante disputada, como sempre. “Só quero agradecer toda minha equipe. Sabia que o Renzo ia conseguir acompanhar, andar junto, e foi muito bacana ver o Jantonio e Dezeró também na briga. Fiz uma estratégia para passar o Renzo na reta oposta, pois ele tinha assumido a ponta, consegui e deu certo até o fim da prova.”
 
Lucas Dezeró foi o terceiro e Rodrigo Jantonio – que corre pela Light – cruzou a linha de chegada em seguida. O quarto colocado na categoria principal foi Willian Ribeiro e o quinto Luigi Maffei (#30), da equipe RF Racing.
 
Pela categoria Copa Honda CBR 500R Light, o vencedor foi Rodrigo Jantonio, seguido por Weslley Leandro Ribeiro (#45), da equipe WR, em segundo. Luis Bailey (#38), da RF Racing, ficou com a terceira posição, Rafael Paixão (#28), da RF Racing, com a quarta e Kleriston Garden (#5), da HG Motos Racing, cruzou a linha de chegada em quinto.
 
Entre os participantes da categoria Junior, o grande vencedor foi Renzo Ferreira seguido por Willian Ribeiro, respectivamente o segundo e o quinto colocados no geral. Weslley Leandro Ribeiro, que foi o vice na Light, ficou em terceiro seguido por Davi Gomide (#31), da equipe Honda MotoSchool de Talentos, em quarto.
 
Favero vence com folga a Honda Junior Cup
 
Os pilotos da categoria-escola Honda Junior Cup foram os primeiros a entrar na pista. Já na largada, Gabriel Favero e Silva (#271), que fez a pole, saiu na frente e administrou as oito voltas, sempre mantendo uma distância segura de mais de três segundos para os adversários. Favero fez a volta mais rápida, 1m55s469, e recebeu a bandeirada em primeiro lugar.
 
“Obrigado a todos que me ajudaram e me apoiaram nesta corrida. Fui bem nos treinos, consegui fazer a pole. Na corrida também consegui abrir uma boa vantagem e deu tudo certo”, comentou o campeão que fez sua primeira corrida em uma pista de motovelocidade. Favero corre de MotoCross.
 
A principal disputa foi válida pela segunda posição. Marcelo Fernandes (#50) e Eduardo Nunes (#4) travaram desde a largada uma briga a parte. Os dois correram desde as primeiras voltas praticamente no mesmo tempo e protagonizaram uma série de ultrapassagens. Entretanto, na quarta volta, Nunes encontrou problemas com sua moto e teve que abandonar a prova. Assim deixou caminho aberto para Marcelo ficar com a segunda posição. “Foi uma corrida boa, tentei forçar no final, mas tinha pedido o vácuo e não deu pra alcançar a ponta”, contou Marcelo.
 
Leonardo Marin (#47) largou em quarto, aproveitou o abandono de Nunes e terminou em terceiro. A outra disputa por colocações foi entre Rafael Rigueiro (#52) e Matheus Valamedi (#95). Os dois pilotos correram a maior parte da prova muito próximos e chegaram a trocar de posições por algumas vezes. Valamedi, que largou em 6º, conseguiu superar o adversário e ficou com a quarta colocação, cruzando a linha de chegada seis décimos à frente de Rigueiro.
 
Black comemora segundo podio do dia ao ganhar a Master
 
A disputa da categoria Master encerrou a 3ª etapa do SuperBike Brasil, realizada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, na cidade de Londrina (PR). A corrida, que reúne pilotos com mais de 45 anos em motos acima de 600 cilindradas, foi vencida por Juracy Rodrigues “Black” (#560), da equipe Black Day Racing Team.
 
O piloto largou em primeiro e não teve dificuldades para encerrar a prova na liderança e receber a bandeira quadriculada. Black, que venceu também a categoria SuperBike Light, botou uma volta em dois adversários e concluiu a etapa com mais de 16 segundos de vantagem para Elson Tenebra Otero (#2), da equipe Suzuki/Econs/Best Riders, que terminou a corrida em segundo lugar.
 
Na sequência, Antonio Telvio (#5), da equipe Serra Racing, foi o terceiro colocado, seguido por Michel Abboud (#171), da BH Racing, em quarto, e Edson Errera (#86), da Errera Racing, em quinto.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

SBK Brasil: Diego Faustino vence a temporada 2016 na SuperBike PRO

SBK Brasil: Interlagos vai definir os campeões em 2016

MotoGP define o calendário da competição em 2017

SBK Brasil: Quatro categorias já têm campeões definidos

ICGP: Guy Bertin é o grande campeão na temporada 2016

SBK Brasil: Última etapa acontece em Interlagos em dezembro

MotoGP: Gatas no paddock do GP da Espanha

Final do Brasileiro de Supermoto acontece neste final de semana

SBK Brasil: Última etapa acontece em Interlagos em dezembro

ICGP: Guy Bertin é o grande campeão na temporada 2016

Entenda como funciona um Track Day

Pé Na Tábua teve show de motos clássicas em Barra Bonita (SP)

SBK Brasil: Pierluigi e Solorza vencem 8ª etapa, que teve rodada dupla

Piloto Márcia Reis anuncia estreia de seu novo site


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras