moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

SBK Brasil: Diego Faustino sai com vitória no RS

08 de June de 2015
Compartilhe este conteúdo:
Mais de 100 pilotos, divididos em sete categorias, buscaram pontos importantes no ranking acelerando suas motocicletas para a segunda etapa do SuperBike Brasil, maior campeonato de motovelocidade das Américas, que aconteceu no último domingo, 7 de junho, no Autódromo Internacional Velopark, em Nova Santa Rita, que fica a 30 km de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Após voltas eletrizantes e disputas emocionantes, os vitoriosos foram definidos.
 
O grande destaque ficou com Diego Faustino (#68), da equipe Honda Mobil, que venceu a segunda etapa da SuperBike, categoria principal da competição, na tarde de domingo. O piloto fez boa largada e disparou na frente, sendo perseguido apenas por Danilo Lewis (#17), da Tecfil Racing Team, ao longo das 25 voltas percorridas.
 
Faustino conseguiu imprimir bom ritmo e abrir uma vantagem de 2,3 segundos para o adversário. Mas Lewis não se entregou, e a partir do último terço da corrida reduziu essa diferença volta a volta. Após enfrentarem forte tráfego de retardatários, a distância se reduziu para apenas sete décimos restando duas voltas para o fim da corrida. E a última volta guardou ainda mais emoção.
 
Lewis tirou tudo o que pode de sua moto e partiu para a última volta apenas dois décimos atrás do líder. O piloto da Tecfil conseguiu ficar lado a lado com Faustino e ter o gostinho de saborear temporariamente a liderança. Lewis entrou rápido em uma das curvas finais e passou Faustino, que deu o troco na curva seguinte e retomou a posição. Os dois entraram colados na reta dos boxes e o piloto da Honda Mobil acabou recebendo a bandeirada 47 centésimos à frente de Lewis.
 
José Luiz ‘Cachorrão’ (#51), da equipe Honda Mobil, chegou em terceiro. O piloto, que enfrentou dificuldades com sua moto durante os treinos, fez uma boa corrida e ganhou uma posição com relação à largada. Já Robson Portaluppi (#46), da Portaluppi Race Team, chegou em quarto. O piloto perdeu algumas posições ao longo da corrida, e acabou travando uma forte disputa com Bruno Corano (#34), da Mobil Monster Energy Kawasaki SuperBike Team, restando sete voltas para a bandeirada. Portaluppi se saiu melhor e Corano ficou em quinto.
 
O piloto gaúcho Maico Teixeira (#36), da Honda Mobil, que tinha feito o segundo melhor tempo na SuperPole, não disputou a prova devido a um acidente sofrido durante o warm-up.
 
Na categoria SuperBike Pro Amador, Rodrigo Rocky (#12), da equipe MotoSchool Racing Team, foi o vencedor, seguido por Fabrício de Castro (#75), da BH Racing, em segundo.
 
Já entre os pilotos que disputam a SuperBike Pro Master, Rogério Gentil Fernandes (#31), da equipe Casa dos Motoqueiros, ficou em primeiro e Elson Tenebra Otero (#2), da Suzuki/Econs/Best Riders, em segundo.
 
Eduardo Nunes é o vencedor da Honda Junior Cup no Velopark
 
Eduardo Nunes (#4) não teve dificuldade alguma para vencer a segunda etapa do SuperBike Brasil na categoria Honda Junior Cup. Após ser o mais rápido em todos os treinos e largar na pole, o piloto correu praticamente sozinho as 13 voltas e fechou a corrida com mais de 11 segundos de diferença para o segundo colocado.
 
“Agradecer a todos que estão presentes, ao meu pai e minha mãe que tanto me apoiam. Valeu ficar tanto tempo vendo vídeos em casa para estar aqui e correr bem. Também quero agradecer aos pilotos que me ajudaram aqui, e a Deus!”, disse o campeão.
 
A única disputa por posições ficou entre Rafael Rigueiro (#52) e Matheus Valamedi (#95). Rafael largou em segundo e se manteve na posição até a oitava volta, quando Matheus cravou o melhor tempo da prova, 1m25s181, conseguiu fazer a ultrapassagem. Matheus terminou a corrida em segundo e Rafael em terceiro.
 
A piloto Maria Fernanda Rocha (#22) largou em quarto e encerrou a corrida na mesma posição. Leo Netto (#37) foi o quinto e Theo Binari (#44) o sexto.
 
Bruno Cesar Borges aproveita queda de adversário e vence a Copa Ninja 300
 
Uma dose extra de sorte garantiu a vitória na segunda etapa do SuperBike Brasil para Bruno Cesar Borges (#51), da equipe Gilberto Motos, na Copa Kawasaki Ninja 300. O piloto havia feito apenas o quarto melhor tempo nos treinos classificatórios. Já na largada, ganhou uma posição a passou a travar uma disputa acirrada pela liderança com Victor Perrucho (#226), da equipe City Service BSB Motor Racing, e Rafael Gomes Traldi (#128), da Mobil Ituran Racing, até a volta com final.
 
Os três pilotos se revezaram nas primeiras posições, com Traldi a maior parte do tempo na liderança. Na décima terceira volta, Bruno até conseguiu ultrapassar Perrucho e na seguinte assumir temporariamente a primeira colocação. Apesar disso, em seguida perdeu as duas posições e voltou para o terceiro lugar.
 
A penúltima volta da corrida foi o momento em que se definiu o vencedor. Após Bruno ter assumido novamente a segundo posição, o líder Rafael Traldi enfrentou dificuldades ao ultrapassar um grupo de retardatários e acabou indo ao chão. Com a queda do adversário, Bruno assumiu a ponta e recebeu a bandeirada em primeiro.
 
“Quero agradecer primeiro a Deus por essa vitória. Tive um final de semana difícil, cai logo no primeiro treino, então tive que me recuperar. Depois fiz treinos bons, até o terceiro classificatório de sábado, onde cai de novo. Perdi um pouco da confiança, mas sabia que podia ir bem na corrida. Larguei em quarto e fui buscar a liderança, fiz uma boa largada. Depois que assumi a ponta, ainda dei uma escorregada. Perto do final voltei a ser líder para cruzar em primeiro. Foi muito bom”, comentou o campeão.
 
Vitor Perrucho chegou em segundo e Pedro Henrique Ramos e Silva (#133), da Metal Aço/Polo/Nippon Telhas, em terceiro. A piloto Indiana Muñoz Gomes (#199), da equipe Cerciari Racing School, fez uma boa prova e ficou com a quarta colocação, enquanto Fernando Santos (#234), da Tecfil Racing Team, fechou a lista dos cinco mais bem colocados.
 
Entre os pilotos que disputam a categoria Copa Kawasaki Ninja 300 Light, o primeiro foi Fernando Santos, também quinto no geral. Em segundo chegou Mauricio Mendes Nogueira (#22), da Racing 22, seguido por Ricardo Castilho (#71), da Tecfil Racing Team. Em quarto, Raphael Arcari Brito (#96), da Duende e Senra Racing, e em quinto Felipe Diniz "Bolinha" (#121), da Duda Racing.
 
Viveiros é o mais rápido e vence a corrida da Copa Kawasaki Ninja 600
 
Diego Viveiros (#23), Tecfil Racing Team, conseguiu repetir o bom desempenho dos treinos e venceu a 2ª etapa do SuperBike Brasil na categoria Copa Kawasaki Ninja 600. O piloto, que saiu na pole, teve uma boa largada e manteve a liderança nas primeiras voltas. A partir deste momento travou uma disputa com o segundo colocado, Diego Botelho (#93), da Moretti Racing Team. Rapidamente os dois pilotos dispararam na frente e correram todo o tempo praticamente sozinhos.
 
Na terceira volta, Viveiros foi ultrapassado por Botelho e conseguiu recuperar a posição na volta seguinte. A disputa se manteve extremamente acirrada entre os dois. Na 11ª volta, Viveiros perdeu novamente a liderança para o adversário e contou com a sorte para reassumir a primeira colocação. Botelho não conseguiu fazer a primeira curva após reta principal na 13ª volta, perdeu o controle da moto e acabou indo para o chão. Com a queda, o caminho ficou aberto para a vitória de Viveiros.
 
“Agradecer primeiramente a Deus, aos meus pais, que estão me assistindo, aos meus familiares, todos meus amigos, a minha namorada, que está aqui e me acompanha sempre, e a minha equipe, a Tecfil. Larguei bem, o ‘Speed’ veio junto comigo, disputamos em algumas voltas, ele me passou duas vezes, depois recuperei. Na segunda vez que ele estava em primeiro, perto do final da corrida, ele acabou se perdendo e eu consegui abrir vantagem para ganhar a corrida”, disse o campeão.
 
Pouco mais de seis segundos atrás, Flávio Pavanelli (#78), da equipe Moretti Racing Team, cruzou a linha de chegada em segundo. Luis Ferraz (#13), da Tecfil Racing Team, foi o terceiro, seguido por Jefferson Ramos Valcézia (#99), também da Tecfil, em quarto. Fechando a lista dos cinco primeiros, Douglas S. Tomé (#67).
 
Entre os pilotos que disputam a categoria Copa Kawasaki Ninja 600 Master, o primeiro colocado foi Edvaldo José Martinati (#113), da equipe Duende e Senra Racing. “Foi uma ótima corrida, show de bola!”
 
Alex Schultz brilha e vence a 2ª etapa do SuperBike Brasil na SuperSport
 
Alex Schultz (#22), da equipe Dynel's Racing Team, foi o vencedor da 2ª etapa do SuperBike Brasil na categoria SuperSport. O piloto teve um ótimo desempenho na pista do Velopark, em Nova Santa Rita (RS), sendo o mais rápido na maioria dos treinos livres e cravando a melhor volta nos classificatórios.
 
Apesar disso, logo na largada, Schultz foi ultrapassado por Matheus de Oliveira Dias (#70), Tecfil Racing Team, que largou logo atrás. Entretanto, na segunda volta, Schultz conseguiu retomar a liderança e não perdeu mais. Os dois pilotos correram juntos por quase toda a prova e se isolaram na frente, encontrando apenas retardatários.
 
Schultz completou as 21 voltas e cruzou a linha de chegada em primeiro. Já Matheus teve problemas mecânicos com a sua moto na 17ª volta a acabou perdendo duas posições. Com um final de prova de recuperação, o piloto acelerou fundo e retomou a posição perdida para Alexandre K. Rosa Junior (#33), da equipe Tacna e Penélope Racing, e nos metros finais conseguiu ultrapassar Luiz Cerciari (#3), da Cerciari Racing School, e encerrar a prova com a segunda posição.
 
Christian Cerciari (#83), da equipe Cerciari Racing School, sofreu uma queda e abandonou a prova. Completando a lista com os primeiros colocados, Luiz Cerciari foi o terceiro, seguido por Alexandre K. Rosa Junior em quarto e Dudu Costa Neto (#117), da Mobil Ituran Racing, em quinto.
 
Pela categoria SuperSport Pro Amador, o primeiro colocado foi Rafael Dadario (#84), da Viana Racing, seguido por Victor Villaverde (#42), da Cerciari Racing School, em segundo, Leopoldo Bittar (#336), da Masuti Racing, em terceiro, Antonio Telvio (#5), da Serra Racing, em quarto, e Walteny Amaral ‘Scoob’ (#12), da Serra Racing, em quinto.
 
Entre os participantes da SuperSport Pro Estreante, Osvaldo Jorge Filho "Duende" (#55), da equipe Duende e Senra Racing, foi o mais rápido e venceu a etapa. Em segundo chegou Irineu Trudes Jr "Juninho" (#72), da Viana Racing.
 
Sem nenhuma surpresa, ‘Black’ vence a 2ª etapa da SuperBike Light
 
Juracy Rodrigues ‘Black’ (#560), da equipe Black Day Racing Team, repetiu os bons resultados alcançados nos treinos deste final de semana e venceu com certa facilidade a 2ª etapa do SuperBike na categoria SuperBike Light. O piloto largou na frente na pista do Velopark e se manteve por toda a prova na primeira colocação. Sempre com uma média de quatro segundos de vantagem para o segundo, o maior risco do piloto foram as ultrapassagens sobre um grupo de retardatários. Além de receber a bandeirada na primeira posição, Black fez a volta mais rápida da corrida com o tempo de 59s976.
 
Maico Colussi (#14), da equipe Rad Racing School, largou em segundo e manteve essa posição na linha de chegada. Já Guto Figueiredo (#18), da Kobe Motos/A2 Informática, conseguiu superar quatro adversários. O piloto largou em sexto e foi conquistado posições ao longo da corrida. No final da última volta conseguiu uma ótima ultrapassagem sobre Anselmo Perini (#23), da Street Motoshop, e garantiu a terceira colocação. Já Perini ficou em quarto seguido por Marcos Ramalho (#9), da Viana Racing.
 
Entre os participantes que disputaram a categoria SuperBike Light Master, ‘Black’ foi também o vencedor. A segunda posição ficou com Marcos Ramalho – o quinto no geral, seguido por Levy Lopes (#56), da equipe Simohara Motorcycles, em terceiro, Michel Semaan Abboud (#8), da BH Racing, em quarto, e Nelson Gonçalves (#145), da Os Impossíveis/Pokemon Pneus, em quinto.
 
Leonardo Tamburro vence a 2ª etapa da Copa CBR 500R
 
Em uma corrida repleta de emoções, Leonardo Tamburro (#53), da equipe Honda MotoSchool de Talentos, conseguiu superar os adversários e vencer a segunda etapa do SuperBike Brasil na categoria Copa Honda CBR 500R.
 
Tamburro largou em primeiro e foi perseguido por Osmar Pereira Filho (#8), da Tecfil Racing Team, que ganhou duas posições logo na largada. Os dois correram todas as 18 voltas fechando praticamente o mesmo tempo, e em muitos momentos, no mesmo décimo de segundo. Logo na segunda volta, Osmar conseguiu ultrapassar o adversário e se manteve na liderança até a quarta volta quando Tamburro recuperou a posição.
 
A paridade entre os dois se manteve, com Osmar sempre muito próximo de Tamburro, e algumas vezes ao lado, como na entrada da primeira curva após a reta oposta. Na última volta, Osmar conseguiu a ultrapassagem após optar por um traçado diferente. O piloto entrou mais fechado na curva, mas acabou perdendo a estabilidade da moto ao passar por cima de uma zebra. Sem conseguir fazer a última curva na entrada da reta principal, Osmar foi reto e colidiu com o muro.
 
Com a queda do adversário, Tamburro garantiu a vitória. Renzo Ferreira (#13), da equipe Honda MotoSchool deTalentos, ficou com a segunda posição – a mesma da largada, com Lucas Dezeró (#7), da Alemão Pneus, logo atrás. Em quarto, Rodrigo Jantonio (#99), da Serv Moto Racing Team, e completando a lista dos cinco primeiros, Weslley Leandro Ribeiro (#45), da WR.
 
Na categoria Copa Honda CBR 500R Light, o vencedor foi Rodrigo Jantonio seguido por Weslley Ribeiro, respectivamente quarto e quinto no geral. Rafael Paixão (#28), da equipe Tecfil Racing Team, foi o terceiro colocado, Luis Bailey (#38), também da Tecfil, foi quarto, e Marcia Reis (#97), da Moretti Racing Team, quinto.
 
Já entre os pilotos que disputam a categoria Junior, o vencedor foi Renzo Ferreira seguido por Weslley Leandro Ribeiro em segundo e Willian Ribeiro (#15), da WR, em terceiro.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Alex Barros vence e dá show na final do Superbike Brasil

SBK Brasil: Diego Faustino vence a temporada 2016 na SuperBike PRO

SBK Brasil: Interlagos vai definir os campeões em 2016

MotoGP define o calendário da competição em 2017

SBK Brasil: Quatro categorias já têm campeões definidos

ICGP: Guy Bertin é o grande campeão na temporada 2016

SBK Brasil: Última etapa acontece em Interlagos em dezembro

SBK Brasil: Diego Faustino vence a temporada 2016 na SuperBike PRO

Copa Red Bull convoca 23 nomes para a temporada 08

SBK Brasil: Interlagos vai definir os campeões em 2016

SBK Brasil: Quatro categorias já têm campeões definidos

Entenda como funciona um Track Day

SBK Brasil: Mudança de calendário e circuitos na temporada 2016

ICGP: Guy Bertin é o grande campeão na temporada 2016


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras