moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

SBK Brasil: Danilo Lewis vence a 1ª etapa em Interlagos

11 de April de 2016
Compartilhe este conteúdo:

Danilo Lewis (#17), da equipe Tecfil Racing Team, superou todas as dificuldades e venceu a 1ª etapa da SuperBike, prova disputada no início da tarde do último domingo (10), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Em uma corrida marcada por grandes disputas por posições e definida somente nos últimos segundos, Lewis contou com toda sua técnica e também com uma dose extra de sorte para garantir a primeira posição no pódio e começar com o pé direito a temporada 2016 do SuperBike Brasil.

O final de semana não parecia ser o melhor para o piloto da equipe Tecfil Racing Team. Lewis não participou das sessões livres de sexta-feira, e no sábado, nas classificatórias, começou bem mais lento que os adversários. Porém, conseguiu gradativamente melhorar seus tempos. Na primeira sessão foi apenas o 9º colocado. Em seguida, conseguiu ser o quinto mais rápido e por fim, o terceiro. Já na definição da SuperPole, não foi tão bem e fechou o sétimo melhor tempo.

Para conseguir um bom resultado na corrida, Danilo Lewis apostou numa pilotagem mais agressiva. E deu resultado. Na terceira volta, ganhou uma posição ao ultrapassar José Luiz "Cachorrão" (#51), da Honda Mobil. Na seguinte, saltou para quarto, deixando Diego Pretel (#88) e Maico Teixeira (#36), da Honda Mobil, para trás.

Na quinta volta, todos os pilotos afrouxaram o punho. O processe de Safety Car foi acionando para a retirada de uma caída na pista. A relargada foi realizada na abertura da 10ª volta e deu início ao momento de maior emoção da corrida. Quatro pilotos passaram a disputar a ponta, com uma distância ínfima de dois centésimos entre eles. Lewis, Diego Faustino (#68), da Honda Mobil, Wesley Gutierrez (#134), da Kawasaki SuperBike Team, e Sebastiano Zerbo (#81), da Alex Barros Racing Team, chegavam na reta dos boxes praticamente lado a lado, e a ordem dos pilotos era definida basicamente pelo tempo de frenagem na entrada do ‘S’ do Senna. Isso se repetiu até 15ª e última volta.

Wesley Gutierrez acabou errando o tempo de frenagem e passou reto numa curva. Agora restavam apenas Lewis, Zerbo e Faustino. E o piloto da Tecfil contou novamente com a uma dose de sorte. Zerbo cometeu um pequeno erro e acabou abrindo caminho para Lewis assumir a ponta. Neste momento, o piloto abriu uma pequena vantagem para Faustino e recebeu a bandeira quadriculada em primeiro. Faustino terminou a prova em segundo, com Zerbo em sua cola – a cinco milésimos – na terceira posição.

Diego Pretel (#88) aproveitou o erro de Wesley Gutierrez e garantiu o quarto lugar. José Luiz "Cachorrão" (#51), da equipe Honda Mobil, fechou a lista dos cinco primeiros colocados. Já o bicampeão da SuperBike, Maico Teixeira (#36), da Honda Mobil, não fez uma grande prova e ficou apenas em sexto.

Pela categoria Pro Amador, o vencedor foi Fábio Nallin (#47), da equipe Misano Racing. A segunda posição ficou com Jeferson Marchesin Friche (#6), da HG Motos Racing, seguido por Sharbel El Hajjar (#23), da Tom Racing, em terceiro. Rui Luiz Alves (#78), da Pro Racing Team, garantiu o quarto lugar, logo à frente de Fabrício de Castro (#75), da BH Racing, em quinto.

Na Pro Estreante, Luciano Pokemon (#77), da Pkm Racing, fez uma excelente corrida e faturou a primeira posição. Já Juracy Rodrigues "Black" (560), da equipe Black Day Racing Team, que havia liderado todos os treinos, ficou em segundo. Os dois pilotos brigaram pela liderança até a última volta e Luciano levou a melhor com uma vantagem de apenas um décimo.

Na disputa da categoria Pro Master o vencedor foi Elson Tenebra Otero (#2), da Suzuki/Econs/Best Riders. Já a segunda posição ficou com Jirios Semaan Abboud (#100), da equipe BH Racing.

Matheus leva a melhor e vence a 1ª etapa da SuperSport em Interlagos

Matheus de Oliveira Dias (#70), da equipe Tecfil Racing Team, fez uma linda corrida e garantiu a vitória na primeira etapa da SuperSport, prova realizada neste domingo (10), no Autódromo de Interlagos, e que marca a abertura da temporada 2016 do SuperBike Brasil.

O piloto, que largou apenas em quinto, começou bem a prova. Na segunda volta, ultrapassou Luiz Cerciari (#3), da Cerciari Racing School – que perdeu posições na largada – e passou a integrar o pelotão dos ponteiros formado por Lucas Bittencourt (#202), da Paulinho SuperBikes, Alex Schultz (#22), da Dynel's Racing Team, e Pedro M. Sampaio (#2), da Pastorello Estruturas Metálicas.

Matheus, o atual campeão da categoria, passou a acelerar forte e reduzir cada vez mais a vantagem dos adversários. Na quarta volta, já ocupava a vice-liderança. Porém, como os pilotos estavam praticamente lado a lado, a ordem das posições variou bastante.

Na sexta volta, Matheus assumiu a ponta pela primeira vez. Entretanto, com a proximidade dos adversários, nenhum piloto conseguiu manter a liderança por muito tempo, e acabavam revezando posições. Lucas Bittencourt, que largou em sexto, teve problemas com sua moto e não conseguiu mais acompanhar o pelotão.

Agora a liderança ficaria apenas entre Matheus, Schultz e Pedro Sampaio. Na volta final, Matheus retomou a ponta com uma linda ultrapassagem sobre Schultz, entrando por dentro na curva do Laranjinha. Ao tentar defender a posição, o piloto da Dynel’s Racing perdeu o traçado e subiu na zebra – conseguindo trazer a moto novamente para a pista.

Com o caminho mais livre, Matheus seguiu para receber a bandeira quadriculada em primeiro lugar. Schultz ainda conseguiu diminuir a distância, porém, encerrou a prova em segundo, com menos de um décimo de distância para o ponteiro. A terceira posição ficou com Pedro Sampaio. Lucas Bittencourt conseguiu segurar o quarto lugar, logo à frente de Ives Moraes (#23), da Motom, em quinto.

Pela categoria Pro Amador, o vencedor foi Jefferson Ramos Valcézia (#99), da equipe Tecfil Racing Team. Denis Perenyi (#59) ficou em segundo, logo à frente de Mauricio Protta "Máscara" (#28), da Vitória Racing, que recebeu a bandeira quadriculada em terceiro. A quarta posição foi para Diego Viveiros (#23), da Tecfil Racing Team, piloto que estreia neste ano na categoria logo após levar o título de campeão da Copa Kawasaki Ninja 600. Já o quinto lugar foi Rafael Dadario (#86), da equipe Viana Racing.

Em disputada acirrada, Eliton Kawakami vence a SuperStreet em Interlagos

Em uma corrida definida apenas nos metros finais, Eliton Kawakami (#27), da equipe Playstation Yamaha, foi o mais rápido e venceu a 1ª etapa da SuperStreet, categoria multimarcas com motos de 300 cilindradas que estreia nesta temporada do SuperBike Brasil. A prova disputada no início da tarde deste domingo (10), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, contou com intensos pegas e contínuas ultrapassagens valendo a liderança.

Já na largada, Eliton Kawakami, com sua Yamaha YZF-R3, tomou a ponta de Diego Moreira (#20), da equipe Alex Barros Racing Team, que havia cravado a melhor volta nos treinos classificatórios e conquistado a primeira posição no grid. Porém, esta ultrapassagem não garantiu absolutamente nada para o piloto.

Os dois adversários, visivelmente mais rápidos que os demais pilotos, disputaram a liderança e trocaram inúmeras vezes de posição. Enquanto Eliton, com sua Yamaha azul escura, ganhava tempo nas frenagens, Diego Moreira, com sua Honda CBR 250R, dava o troco com uma maior aceleração e velocidade final nas retas.

Os dois pilotos entraram na volta final praticamente lado a lado. Eliton à frente, com Diogo a apenas alguns centésimos de distância e procurando o ponto ideal para realizar a ultrapassagem. Os dois completaram a volta e entraram na reta final muito próximos. Eliton acabou cruzando a linha de chagada em primeiro, com uma distância mínima de 34 milésimos para Diogo, que ficou com a segunda posição.

Logo atrás, outra briga boa. Niko Ramos (#822), da equipe Tecfil Racing Team, não teve refresco nesta primeira etapa e quase perdeu a posição de largada na corrida. Niko saiu em terceiro e vinha sendo o mais rápido entre os pilotos de Kawasaki Ninja 300 ao longo dos treinos. Porém, ele não esperava que Marco Antonio Reis (#3), da Moretti Racing Team, superasse uma posição intermediária de largada e lutasse pela terceira colocação no pódio. O piloto saiu em quinto e rapidamente partiu pra cima dos adversários. Inicialmente, disputou a quarta colocação com Rafael Gomes Traldi (#128), da Motonil Motors, e em seguida passou a perseguir Niko.

Os dois se distanciaram do pelotão e travaram uma disputa acirrada pela terceira posição até o fim da corrida. Marco Antônio Reis chegou a ultrassapar Niko Ramos, porém não conseguiu sustentar a posição. Niko entrou na volta final com uma pequena vantagem e cruzou a linha de chegada em terceiro, 33 milésimos à frente de Marco Antônio Reis, que encerrou a prova em quarto.  

Já a quinta posição ficou para Rafael Gomes Traldi, que ainda sofreu o ataque de Humberto Turquinho JR (#12), da Alex Barros Racing Team, na última parte da prova, mas conseguiu manter a posição.

Samara Andrade vence com facilidade a 1ª etapa da Ninja 600 em Interlagos

Nenhuma grande surpresa na disputa da primeira etapa da Copa Kawasaki Ninja 600, realizado na tarde deste domingo (10), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Samara Andrade (#74), da equipe Tecfil Racing Team, confirmou o favoritismo e venceu a prova. A piloto foi a mais rápida na maior parte dos treinos livres e classificatórios, e garantiu a primeira posição na categoria – vale destacar que as Ninja 600 correram juntamente com as motos da SuperSport.

Em uma prova relativamente tranquila, Samara conseguiu administrar a liderança e terminar a corrida com uma vantagem confortável de sete segundos para o vice-líder. Douglas S. Tomé (#67), da equipe Viana Racing, levou a segunda posição, porém, não com a mesma facilidade de Samara. Isso porque Bruno Monteiro (#30) se manteve na cola do adversário e recebeu a bandeira quadriculada em terceiro, cerca de um segundo atrás de Tomé.

Seguindo a lista dos primeiros colocados, Junior Américo de Oliveira (#60), da equipe Viana Racing, terminou a prova em quarto, logo à frente de Felipe Diniz "Bolinha" (#121), da MotoSchool Racing Team, em quinto.

Pela categoria SuperBike Light Master, o vencedor foi Waldemar Mendes (#62), da equipe Pkm Racing. Já a segunda posição ficou com Valter Rubino (#65), da Misano Racing Team.

Dazzi levou a melhor e venceu a 1ª etapa da SuperBike Light em Interlagos

Rodrigo Calmon Dazzi (#146), da equipe Giro Moto, foi o vencedor da primeira etapa da SuperBike Light, prova disputada na tarde deste domingo (10), no Autódromo de Interlagos. O piloto largou bem, ganhou uma posição e tomou a ponta. Até a quinta volta, Dazzi sustentou a liderança tendo Guto Figueiredo (#18), da equipe KT5/A2/Passaredo, e Marcos Migliorelli (#11), da Everson Racing, logo atrás.

Em seguida, a prova entrou em bandeira vermelha, o que levou a uma nova relargada. Logo após o reinício da corrida, Dazzi foi surpreendido com as investidas de Guto Figueiredo, que lhe tomou a liderança - temporariamente. Porém, o piloto da equipe Giro Moto não deixou barato. Na sétima volta, Dazzi protagonizou uma linda ultrapassagem – onde as motos quase se tocaram – e retomou a ponta.

Na volta final, Dazzi conseguiu abrir uma pequena vantagem sobre adversário e cruzou a linha de chegada em primeiro. Guto Figueiredo ficou com o segundo lugar no pódio, logo à frente de Fabio Martins (#12), da equipe Speed Racing, em terceiro. Irineu Cerino Junior (#85), da equipe Contiauto Multimarcas, que largou apenas em 10º, fez uma grande corrida de recuperação e terminou a prova em quarto. Já a quinta posição ficou com Marcos Migliorelli (#11), da Everson Racing. O piloto não teve um bom dia. Largou em primeiro e perdeu diversas posições ao longo da prova. Na relargada até conseguiu voltar a brigar pela liderança, porém foi rapidamente ultrapassado.

Pela categoria SuperBike Light Master, o vencedor foi Marcos Senra (#67), da Moretti Racing Team, o sexto no geral. Alexandre Marzola (#00) garantiu a segunda posição, logo à frente de Marcos Ramalho (#9), da PRT, em terceiro, e de Guilherme M. de Oliveira Neto (#66), da Pro Racing Team, em quarto. Já o quinto a cruzar a linha de chegada foi Antonio Telvio (#5), da equipe Serra Racing.

Fernando Santos toma a ponta nos metros finais e vence a 1ª etapa da Ninja 300

A definição do vencedor da 1ª etapa da Copa Kawasaki Ninja 300 saiu apenas nos últimos segundos da prova realizada no Autódromo de Interlagos, na tarde deste domingo (10). E Fernando Santos (#234), piloto da equipe Tecfil Racing Team, acabou ficando com o lugar mais alto do pódio.

Em uma corrida marcada pela paridade entre os adversários, ninguém ousaria arriscar quem seria o vencedor desta disputa. Seis pilotos formaram um pelotão que se desgarrou dos demais adversários, e revezaram a liderança praticamente curva a curva na maior parte da prova. Fernando Santos, que largou em quarto, logo assumiu a vice-liderança, atrás somente de Indiana Muñoz Gomes (#199), da Mobil Ituran Racing. Ela liderou a prova até a quinta volta, quando perdeu a frente de sua moto na curva do Pinheirinho e acabou indo para chão.

Assim, a disputa pela liderança ficou entre Fernando Santos, Mauricio Venhoven Sagui (#117), da Cerciari Racing School, Sandro Paganelli (#64), da Paganelli Racing, Niko Ramos (#822), da Tecfil Racing Team e Marco Antonio Reis (#3), da Moretti Racing Team. Os cinco revezaram posições ao longo da segunda metade da prova e entraram para a volta final com a definição do pódio ainda totalmente indefinida.

Niko Ramos conseguiu tomar a ponta e entrar na reta dos boxes em primeiro. Porém, a distância para os adversários estava na casa dos milésimos e qualquer um poderia ser o vencedor. Por uma vantagem de apenas 24 milésimos, Fernando Santos recebeu a bandeira quadriculada em primeiro. Mauricio Sagui ficou com a segunda posição, logo à frente de Sandro Paganelli, em terceiro. Niko Ramos, que estava com uma mão na taça, terminou a prova em quarto, seguido por Marco Antônio Reis em quinto.

Pela categoria Copa Kawasaki Ninja 300 Light, o vencedor foi Jeferson Souza (#707), da equipe Rodas Mil Competições – o sétimo no geral. Derick Rene Litano Filipini (#227), da Castrol Team, foi o segundo a cruzar a linha de chegada, logo à frente de Ricardo Castilho (#71), da Tecfil Racing, em terceiro. Bruno Ribeiro (#169), da HG Motos Racing, garantiu a quarta posição, seguido por Herton Bomer (#114), da Duda Racing Team, em quinto.

Arthur Costa assegura vitória na 1ª etapa da CBR500R em Interlagos

Arthur Costa (#99), da equipe Alemão Pneus, fez uma grande corrida e venceu a 1ª etapa da Copa Honda CBR 500R, realizada no final da tarde deste domingo (10), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

O jovem piloto largou em quinto, e logo no início da prova partiu em busca das primeiras colocações. Arthur realizou uma ótima largada, ganhou três posições e assumiu a vice-liderança, atrás apenas do piloto Guilherme Brito (#7).

Nas voltas seguintes, um pelotão formado por cinco integrantes se distanciou dos demais adversários. Guilherme Brito vinha liderança, com Arthur Costa em segundo, Leonardo Tamburro (#53), da Honda MotoSchool de Talentos, em terceiro, Davi Gomide (#31), da MotoSchool Racing Team, em quarto, e José Duarte (#97), da Alex Barros Racing Team, em quinto: todos rodando no mesmo ritmo e muito próximos uns dos outros.

Essa disputa seguiu até a quarta volta. Guilherme Brito perdeu o controle de sua moto na entrada de uma curva e acabou indo para chão. Arthur Costa e Leonardo Tamburro conseguiram desviar, mas Davi Gomide foi pego de surpresa e não foi capaz de evitar o choque. O piloto acabou caindo também e abandonou a prova.

Com essa reviravolta nas primeiras posições, José Duarte assumiu temporariamente a liderança, com Tamburro em segundo. Porém, com essa disputa particular, Arthur Costa conseguiu acelerar forte e se reaproximar dos dois adversários para na sétima volta assumir a liderança.

A corrida seguia para seus instantes finais com o piloto da equipe Alemão Pneus em primeiro e Leo Tamburro, buscando um traçado alternativo para fazer a ultrapassagem, em segundo. Mas Arthur Costa conseguiu suportar a pressão e manter a liderança para cruzar a linha de chegada em primeiro. Já Tamburro ficou com a segunda posição, seguido, logo atrás, por José Duarte em terceiro.

Com o abandono de Davi Gomide e de Guilherme Brito, abriu-se caminho para outros pilotos completarem o pódio. Juninho Trudes (#72), da equipe RF Racing, cruzou a linha de chegada 21 segundos atrás do líder e garantiu a quarta posição, logo à frente de Luigi Maffei (#30), da RF Racing, e quinto.

Pela categoria Copa Honda CBR 500R Light, o vencedor foi Rafael Rigueiro (#52), da equipe MotoSchool Racing Team. A segunda posição ficou com Linda Raad (#49), da Moretti Racing Team, que terminou a prova logo à frente de Alexandre Dal' Olio Franca (#82), da Fullmann SuperBike, em terceiro.

Na categoria Junior, Rigueiro somou mais um primeiro lugar, à frente de Maria Fernanda Rocha (#22), da equipe Fullmann, em segundo.

 

Fotos: Divulgação/VGCOM/Paulo Henrique 



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Alex Barros vence e dá show na final do Superbike Brasil

SBK Brasil: Diego Faustino vence a temporada 2016 na SuperBike PRO

SBK Brasil: Interlagos vai definir os campeões em 2016

MotoGP define o calendário da competição em 2017

SBK Brasil: Quatro categorias já têm campeões definidos

ICGP: Guy Bertin é o grande campeão na temporada 2016

SBK Brasil: Última etapa acontece em Interlagos em dezembro

SBK Brasil: Diego Faustino vence a temporada 2016 na SuperBike PRO

Copa Red Bull convoca 23 nomes para a temporada 08

SBK Brasil: Interlagos vai definir os campeões em 2016

SBK Brasil: Quatro categorias já têm campeões definidos

Entenda como funciona um Track Day

SBK Brasil: Mudança de calendário e circuitos na temporada 2016

ICGP: Guy Bertin é o grande campeão na temporada 2016


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras