moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

Rafael Paschoalin é o Brasil mais uma vez no TT Isle of Man

05 de May de 2014
Compartilhe este conteúdo:

O piloto Rafael Paschoalin, único brasileiro especializado em Road Race, vai encarar pela segunda vez o TT Isle of Man, a mais alucinante prova do motociclismo mundial, marcada para ocorrer de 24 de maio a 6 de junho na Ilha de Man. O paulistano de 30 anos, que já disputou provas importantes como North West 200 (Irlanda) e GP de Macau (China), viajou neste final de semana para a Europa, onde fará os últimos preparativos antes da competição.

“No ano passado realizei o meu sonho ao estrear no TT e agora quero dar mais um passo adiante. Aprendi, amadureci e o meu objetivo em 2014 é completar a prova entre os 40 melhores na categoria Superstock, na qual mais de 80 pilotos se inscrevem todo ano. Quero evoluir ano a ano até estar em totais condições de brigar pela liderança com os grandes nomes do TT”, projeta Paschoalin, que também vai alinhar nas classes Sênior e Superbike.

A desafiante prova tem traçado de 60 km, longas retas e um total de 256 curvas em meio a ruas e rodovias da pequena ilha. Guias, ondulações, tampas metálicas e areia são apenas algumas das dificuldades enfrentadas pelos competidores, que chegam a atingir 330 km/h de velocidade final e média superior a 200 km/h. O piloto da equipe Santa Cruz Racing utilizará uma Honda CBR 1000RR. “Sem dúvida essa é uma das melhores motos para o TT. Possui um confiável motor de 4 cilindros e sua ciclística é invejável”. Os pneus utilizados serão da marca Metzeler, sendo o Racetec K1 120/70ZR17M/CTL 58W na dianteira e Racetec K2 190/55ZR17M/CTL 78W na traseira. “Estes pneus me ajudam nos momentos de maior adrenalina da corrida, pois têm a capacidade de se modelar ao piso, maximizando a área de contato com o solo e consequentemente a aderência, em diferentes ângulos de inclinação”, complementa o piloto.

No dia da coletiva de imprensa nós do Moto.com.br tivemos a oportunidade de andar na Moto do piloto Rafael Paschoalin a fim de conhecer melhor os equipamentos que irá utilizar na disputa do TT. Podemos dizer que a CBR 1000RR que ele competirá é uma moto muito boa e de fácil condução, aliado com um ótimo conjunto de suspensão, controle de tração e sistema inovador de refrigeração a água e óleo, a moto está pronta para os desafios da Ilha!

Rafael Paschoalin conta com o patrocínio de Santa Cruz Sub Sea, Honda, Metzeler, Race Tech, LS2, UAU Motopeças, Sul Brasil Moveis Planejados, King Tony e Army Inc. Apoio: Mupo, Jeskap, Max Racing, Integral Médica, IMS e Impacto Motorcycle Suspension.

Confira o vídeo especial do piloto Rafael Paschoalin na Ilha de Man

 

Perfil
Motociclista desde os 7 anos, Rafael Paschoalin iniciou a carreira profissional no motociclismo em 2003. Naquele ano, foi campeão de Supermoto na classe SM3 e terminou o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade na classe 250 na 3ª colocação. Em 2004, foi Campeão da Copa Moto Esporte Brasil na categoria SM1. Em 2008, ganhou o título brasileiro na classe SM2. Em 2009, venceu as 500 Milhas de Interlagos na geral e também na categoria Supersport. Em 2012, foi o primeiro piloto brasileiro a participar da prova de estrada North West 200, na Irlanda, além de se destacar no GP de Macau, na China. Já competiu na Moto 1000GP com resultados expressivos e neste ano está participando do SuperBike Series na categoria PRO. É piloto credenciado na Confederação Brasileira de Motociclismo e também na Federação Internacional de Motociclismo, o órgão máximo do esporte. Piloto de teste de revistas especializadas, hoje ocupa o cargo de editor-chefe da revista digital Bikers, além de instrutor da Honda Junior Cup, categoria-escola para formação de novos talentos. É pai de Enzo e Dudu Paschoalin.

Ficha técnica – Honda CBR 1000RR
Motor: DOHC, 4 cilindros, 4 tempos, arrefecido a líquido com retrabalho de cabeçote, radiador de óleo, escapamento Jeskap Full e filtro de ar K&N
Cilindrada: 999,8 cc
Sistema de alimentação: Injeção eletrônica PGM-DSFI com Auxílio de módulo Power Commander
Potência máxima estimada: 185,1 cv a 12.200 rpm
Torque máximo: 11,7kgf.m a 8.800 rpm
Transmissão: 6 velocidades
Controle de tração: Grip One Pro II Com sensores de rodas e inclinação
Suspensão: Cartuchos Mupo e monoamortecedor Mupo ambos totalmente reguláveis
Amortecedor de direção Max Racing
Tipo de chassi: Diamond Frame
Comprimento x largura x altura: 2.075 x 685 x 1.135 mm
Freios: Discos flutuantes 320 mm na dianteira e disco simples 220 mm na traseira. Bomba de freio Brembo
Pneus Metzeler Racetec K1 120/70ZR17M/CTL 58W na dianteira e Racetec K2 190/55ZR17M/CTL 78W na traseira
Peso seco: 165kg (carenagens de corrida)

Fotos: Paulo Villar/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Interlagos recebe domingo a 1ª etapa da Copa Pirelli SBK

Vídeo: Diferenças de categorias em uma volta na Ilha de Man

500 Milhas de 2017: inscrições começam em janeiro

SBK Brasil: Campeonato chega ao fim após 9 etapas; conheça os campeões

Vídeo: Como se comportam os pés de um piloto de MotoGP?

Alex Barros vence e dá show na final do Superbike Brasil

SBK Brasil: Diego Faustino vence a temporada 2016 na SuperBike PRO

Entenda como funciona um Track Day

Vídeo: Diferenças de categorias em uma volta na Ilha de Man

500 Milhas de 2017: inscrições começam em janeiro

Alexandre Barros abre escola de pilotagem

Superbike Series: Confira as gatas do GP de Interlagos

SBK Series: Maico Teixeira fatura bicampeonato em Goiás

MotoGP: AGV desenvolve novo capacete para Valentino Rossi


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras