moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

Moto1000 GP: Vitória de Lussiana na prova de abertura

05 de May de 2014
Compartilhe este conteúdo:

O francês Matthieu Lussiana chegou como um dos favoritos em Santa Cruz do Sul (RS) e não decepcionou. O piloto da equipe Petronas Alex Barros Racing venceu de ponta a ponta o GP Petrobrás, primeira etapa do Moto 1000 GP, disputado neste domingo (4). A vantagem para o segundo colocado, o paranaense Wesley Gutierrez, da Motonil Motors PDV/Brasil, foi de 27 segundos. O português Miguel Praia, defendendo a Center Moto Racing Team; Danilo Lewis, da Motonil Motors/PDV Brasil/RC3 Brasil; e o argentino Luciano Ribodino, pela BMW Motorrad Alex Barros Racing, completaram o pódio no autódromo gaúcho do terceiro ao quinto lugar, respectivamente.

Lussiana largou forte e manteve a primeira colocação ao passar pela curva do fim da reta dos boxes. Em duas voltas, a diferença para Ribodino já era de quase 5 segundos. Wesley Gutierrez, que largou na sexta posição do grid, pressionou os adversários e conseguiu terminar em segundo lugar. A ultrapassagem que garantiu o posto ao lado do vencedor no pódio aconteceu faltando duas voltas para o final da corrida, sobre Ribodino.

O argentino da moto número 1 enfrentou dificuldades no final da prova e foi ultrapassado também por Praia e Lewis na última volta. Lussiana, por sua vez, não baixou o ritmo e não adotou uma postura cautelosa, mesmo com a pista molhada. Na 11ª volta, o francês cravou o melhor tempo da prova: 1min36s066. Philippe Thiriet, correndo pela Scuderia SBK Ducati Cidade Jardim, largou em terceiro no grid, mas um tombo tirou o piloto da corrida logo no início.

Nico Ferreira – HPN Racing Team – era o 11º no grid e fez uma boa corrida, chegando a estar na quarta colocação, mas não manteve o ritmo e terminou em sétimo. O sexto colocado também fez uma corrida com muitas posições ganhas: Sergio Fasci, da MGBikes Yamaha Racing, largou na 14ª colocação.

“No seco, eu consegui acertar a moto, que é muito diferente do que estou acostumado. Sei que fiz uma boa largada e consegui imprimir um bom ritmo. Esse circuito é bem diferente do que eu estou acostumado na Europa. Foi difícil encontrar a linha correta quando a chuva vem de frente. Trabalho muito com o Alex (Barros) e a equipe para aprender da melhor forma como trabalhar com cada circuito".
Matthieu Lussiana

Resultado da1ª etapa:

1º) Matthieu Lussiana (FRA/BMW), Petronas Alex Barros Racing, 25min42s550
2º) Wesley Gutierrez (PR/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 27s384
3º) Miguel Praia (POR/Honda), Center Moto Racing Team, a 28s684
4ª) Danilo Lewis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil-RC3, a 29s738
5º) Luciano Ribodino (ARG/BMW), BMW Motorrad Alex Barros Racing, a 30s572
6º) Sergio Fasci (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 35s117
7º) Nico Ferreira (PR/Kawasaki), HPN Racing, a 43s670
8º) Renato Andreghetto (SP/Suzuki), Team Suzuki PRT, a 48s176
9º) Danilo Andric (SP/BMW), M2B Racing, 1min34s678
10º) Marcos Salles (PR/Honda), Competizione Racing Team, a 1 volta
11º) Lucas Barros (SP/BMW), Petronas Alex Barros Racing, a 1 volta
12º) Daniel Lenzi (PR/BMW), Grinjets, a 1 volta
13º) Luís Fittipaldi (DF/Kawasaki), JC Racing Team, a 1 volta
Melhor volta: Lussiana, na 11ª, 1min33s935, média de 135,323 km/h
Não completaram
Ricieri Luvizotto (SP/Kawasaki), JC Racing Team
Diego Faustino (PR/Suzuki), Team Suzuki PRT
Philippe Thiriet (MG/Ducati), Scuderia SBK Ducati Cidade Jardim
Nick Iatauro (SP/Suzuki), Team Suzuki PRT

GP 600: Gerardo confirma domínio e vence em Santa Cruz do Sul

O uruguaio Maxi Gerardo, da equipe MGBikes Yamaha Racing, confirmou o favoritismo mostrado nos treinos e venceu o GP Petrobras, neste domingo (4). Entre todas as tomadas de tempo, desde sexta-feira, o piloto da moto número 41 não ficou na frente apenas no primeiro treino livre. Na corrida, Gerardo não deu chances para os principais concorrentes e venceu de ponta a ponta uma prova marcada pela chuva e pelo vento no autódromo gaúcho.

Logo na largada, o uruguaio se distanciou do pelotão da frente e cruzou a primeira volta com mais de 3 segundos de vantagem para Pedro Sampaio, piloto da equipe Fábio Loko, que largou em segundo no grid e manteve a posição.

Joelsu da Silva, correndo pela Paulinho Superbikes, havia largado em sexto e herdado duas posições com as escapadas de pista dos adversários. Na quarta volta, conseguiu ultrapassar dois pilotos e assumir a segunda colocação.

“Chegamos na corrida muito confiantes. Tivemos pista seca durante todo o fim de semana e chuva durante o warm up, mas conseguimos um bom resultado. Conseguimos largar bem. Nas quatro primeiras voltas foi possível abrir uma grande diferença, depois perdi um pouco o ritmo e usei a cabeça para administrar e chegar em primeiro.”
Maxi Gerardo

Resultado da 1ª etapa:

1º) Maximiliano Gerardo (URU/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, com 23min27s539
2º) Joelsu da Silva (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes, a 3s094
3º) Pedro Sampaio (RS/Kawasaki), Fábio Loko, a 23s039
4º) Matheus Oliveira (SP/Kawasaki), Sany-Carsystem-M2B Racing, a 1min21s111
5º) Paulinho Kamba (PE/Honda), HPN Racing Team, a 1min24s665
6º) Marciano Santin (RS/Kawasaki), Santin Racing, a 1 volta
7º) Thiago Fonseca (PE/Kawasaki), HPN Racing Team, a 1 volta
8º) Sérgio Laurentys (SP/Kawasaki), Sany-Carsystem-M2B Racing, a 1 volta
9º) André Veríssimo (SP/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 1 volta
10º) Tercius Ulisses Dalmass (SC/Kawasaki), Formaquinas Racing, a 1 volta
11º) Alex Pires (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, a 1 volta
12º) Marcelo Dias (BA/Honda), Aclat Racing, a 2 voltas
13º) Antonio Télvio (RJ/Kawasaki), Team de Grandi, a 2 volta
14º) Marcus Trota (SP/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 4 voltas
15º) Walteny Amaral (RJ/Kawasaki), a 5 voltas
Melhor volta: Gerardo, na 12ª, 1min37s599, média de 130,243 km/h

GPR 250: Meikon Kawakami vence corrida acirrada

Em uma prova com final emocionante, Meikon Kawakami, da Playstation/PRT, segurou a pressão de Giovandro Tonini, que corre pela Santin Racing, e cruzou a linha de chegada em primeiro. Guilber dos Reis, da Kalunga Motos, chegou em terceiro, mas foi desclassificado da prova pela por irregularidade técnica. Com isso Gabriel Mattes, da Bibica Racing, herdou o terceiro lugar. José Duarte, da Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros e Djonatas Rosa, da equipe Carlos Barcelos completaram os cinco primeiros com direito ao pódio da GPR 250.

A tarde de domingo não começou animadora para Meikon Kawakami. Após cair na volta de saída dos boxes, conseguiu levantar e chegar até o grid. O susto não abalou o garoto de 12 anos, que fez uma ótima largada e deixou para trás o pole position Tonini e o segundo colocado, Rafael Portaluppi – Portaluppi Race Team. Na segunda volta, o grupo dos líderes foi surpreendido por uma arrancada de Marlinton dos Reis, da equipe Kalunga Motos, que ultrapassou os nove adversários à sua frente até a liderança. A partir daí, começou a batalha entre Meikon e Tonini. Na sexta volta os dois ultrapassaram Marlinton, que caiu de rendimento e acabou sofrendo um tombo na volta seguinte. Portaluppi, então na quarta colocação, também saiu da pista e abandonou a prova. Distantes quase 40 segundos do terceiro colocado, Meikon e Tonini duelaram até a bandeira quadriculada. Na terceira colocação apareceu Guilber dos Reis, que largou em último no grid e fez uma prova de muitas ultrapassagens.

“Eu nunca havia ganhado na chuva. Antes da largada cai na curva e achei que não conseguiria continuar. Os mecânicos trabalharam na moto e eu consegui a vitória. É muito bom ganhar.”
Meikon Kawakami

Resultado da 1ª etapa:

1º) Meikon Kawakami (SP/Honda), Playstation-PRT, com 20min13s094
2º) Giovandro Tonini (RS/Honda), a 0s077
3º) Gabriel Mattes (RS/Kawasaki), Bibica Racing, a 37s204
4º) José Duarte (CE/Honda), Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, a 38s865
5º) Djonatas Silva da Rosa (RS/Honda), Carlos Barcelos, a 1min11s148
6º) Lucas Torres (SP/Honda), Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, a 1min16s946
7º) Nic Nottingham (SP/Kawasaki), Team de Grandi, a 1min17s259
8º) Suel Dirluiz (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes, a 1 volta
Melhor volta: Kawakami, na 10ª, 1min58s915, média de 106,897 km/h
Não completaram
Rafael Portaluppi (RS/Honda), Portaluppi Racing
Ton Kawakami (SP/Honda), Playstation-PRT
Maycon Benassi (PR/Kawasaki), Competizione Racing Team
Desclassificado
Guilber dos Reis (RS/Honda), Kalunga Motos

Fotos: Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

SBK Brasil: Diego Faustino vence a temporada 2016 na SuperBike PRO

SBK Brasil: Interlagos vai definir os campeões em 2016

MotoGP define o calendário da competição em 2017

SBK Brasil: Quatro categorias já têm campeões definidos

ICGP: Guy Bertin é o grande campeão na temporada 2016

SBK Brasil: Última etapa acontece em Interlagos em dezembro

MotoGP: Gatas no paddock do GP da Espanha

Final do Brasileiro de Supermoto acontece neste final de semana

SBK Brasil: Última etapa acontece em Interlagos em dezembro

ICGP: Guy Bertin é o grande campeão na temporada 2016

Entenda como funciona um Track Day

Pé Na Tábua teve show de motos clássicas em Barra Bonita (SP)

SBK Brasil: Pierluigi e Solorza vencem 8ª etapa, que teve rodada dupla

SBK Brasil: Quatro categorias já têm campeões definidos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras