moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

Moto 1000 GP: Pilotos consagrados reforçam o grid

Alecsandre De Grandi, o Doca, Wesley Gutierrez e Diego Faustino confirmam participação na temporada 2013

11 de March de 2013
Compartilhe este conteúdo:

A temporada 2013 do Moto 1000 GP, competição homologada pela Confederação Brasileira de Motociclismo como Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, anuncia o reforço do seu grid com a chegada de mais três dos grandes nomes do esporte no país.

O paulista Alecsandre Brieda De Grandi “Doca” e os paranaenses Diego Faustino e Wesley Gutierrez vão participar da GP 1000, categoria principal do Moto 1000 GP, nas oito etapas da temporada de 2012 – a primeira delas está confirmada para dia 21 de abril.

Alecsandre De Grandi é um dos pilotos mais experientes do motociclismo brasileiro, que tem no currículo seis títulos nacionais em várias categorias. É, também, o único tricampeão das 500 Milhas de Interlagos.

Alecsandre De Grandi, conhecido no meio do esporte pelo apelido “Doca”, aponta a viabilidade financeira como um dos motivos que determinaram sua opção pelo Moto 1000 GP.

“Eu corro de moto há 20 anos. De oito anos para cá, quando vi que tinha chance de dar certo, virei profissional da motovelocidade, hoje vivo disso. Por ser profissional das corridas, preciso decidir pelo que é melhor”, diz o representante de Piracicaba, cidade do interior paulista.

No Moto 1000 GP, Doca seguirá competindo pela equipe Team De Grandi. Sua moto é a Honda CBR 1000RR número 90.
“É uma moto um pouco antiga, mas que se enquadra bem no regulamento. Com desenvolvimento, com certeza vou ser competitivo e encarar os caras de igual para igual. Andar com o pneu slick, para mim, vai ser uma novidade”, manifesta.

Não menos experiente, já que pilota desde os 8 anos, Wesley Gutierrez terá uma experiência inédita no Moto 1000 GP. “Sempre acompanhei as provas pela internet ou pela televisão. É um campeonato que está com um nível bem interessante, tem os pilotos argentinos participando também”, conta o piloto de 28 anos, representante da cidade paranaense de Londrina.

Gutierrez vai defender a Motonil Motors, pilotando uma Kawasaki ZX10-R. Seu número será o 47. “É uma moto nova, vamos recebê-la na semana que vem e claro que vamos providenciar testes em pista antes da primeira etapa. A expectativa é boa. Vai ser meu segundo ano com motos de 1.000 cilindradas e já na categoria principal. Foi campeão entre os novatos no ano passado, agora vejo condição de brigar ali na frente, entre os cinco primeiros”, arrisca.

Também piloto de Londrina, Diego Faustino volta ao Moto 1000 GP sob a condição de atual campeão brasileiro. Ele participou de parte da temporada de 2011, quando figurou na lista de pilotos vencedores da categoria GP 1000. A decisão de voltar à competição foi tomada em conjunto com seus apoiadores. “É uma forma interessante de buscar o meu desenvolvimento como piloto. Minha meta principal é a evolução”, ele estipula.

O retorno de Faustino faz parte de seu planejamento de carreira. “Quero seguir uma trajetória no esporte e vejo o Moto 1000 GP como melhor lugar para estar agora. A perspectiva é de evoluir, me preparar bem para a próxima fase da carreira. A prioridade não é o título, mas evoluir. Ser campeão é consequência de um trabalho bem feito”, considera o piloto de 23 anos, que ainda negocia a equipe que será responsável por sua BMW S1000RR número 68.

Fotos: Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

WSBK: GP da Holanda acontece neste final de semana

MotoGP: Belas gatas no paddock do GP dos Estados Unidos

SBK Brasil: Eric Granado vence 1ª etapa em Interlagos

MotoGP: Marc Marquez vence o GP dos Estados Unidos

MotoGP: GP dos EUA acontece neste domingo (23/04)

SBK Brasil abre temporada 2017 na pista de Interlagos

Yamaha fatura 24 Horas de Le Mans com direito a dobradinha

SBK Brasil: Eric Granado vence 1ª etapa em Interlagos

Yamaha fatura 24 Horas de Le Mans com direito a dobradinha

SBK Brasil abre temporada 2017 na pista de Interlagos

Danilo Lewis garante liderança no Paulista de Motovelocidade

Entenda como funciona um Track Day

Aos 46 anos, Alex Barros retorna às pistas no SBK Brasil 2017

Yamaha R3 Cup é a nova categoria para jovens pilotos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras