moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

Moto 1000 GP: Matthieu Lussiana já pensa no bicampeonato

Piloto francês diz estar preparado para próxima temporada onde irá disputar também a Superstock 1000 na Europa

30 de December de 2014
Compartilhe este conteúdo:

Pela primeira vez em quatro temporadas de história o Moto 1000 GP viu o troféu de um de seus títulos ser levado para a Europa. Com quatro vitórias em oito etapas da GP 1000, sua série principal, o francês Matthieu Lussiana, 26 anos, acrescentou a seu currículo em 2014 o título máximo do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Ele cumpriu sua primeira temporada completa na competição representando a Petronas Alex Barros Racing.

O primeiro título conquistado com uma moto de mil cilindradas em mais de dez anos de carreira fez Lussiana assumir metas mais ousadas para 2015. “Vou continuar disputando o Moto 1000 GP e também vou correr de Superstock 1000 na Europa. E com disposição para ganhar os dois campeonatos”, avisa o piloto, que nasceu em Paris, reside atualmente em Limoges e deu à BMW seu quarto título na GP 1000 em quatro temporadas do Moto 1000 GP.

O maior desafio apontado por Lussiana na campanha pelo título foi o de ajustar a nova versão HP4 da BMW. “Com certeza foi a maior dificuldade, era tudo novidade para mim e para a equipe”, falou o francês, que venceu duas etapas em Santa Cruz do Sul (RS), uma em Goiânia (GO) e a segunda das duas em Cascavel (PR). Ele obteve segundos lugares em São Paulo (SP) e Brasília (DF) e abandonou em Cascavel (PR) e Curitiba (PR).

Credenciado pela experiência de uma década de participação nas várias categorias da motovelocidade europeia, Matthieu Lussiana enalteceu o alcance do Moto 1000 GP na mídia. “A publicidade desse campeonato é ótima. Todas as corridas são transmitidas pela televisão, inclusive com uso de câmeras onboard, e as corridas estão todas disponíveis na internet. Isso é muito legal e ajuda muito a fazer o campeonato crescer”, comentou.

Lussiana iniciou sua carreira na motovelocidade aos 15 anos, atuando no Aberto da França da categoria 125c, em que obteve um vice-campeonato. Em 2007 foi vencedor do Junior Trophy e, no ano seguinte, estreou no Europeu de Stock 600, terminando em 18º lugar. Em 2009 passou a atuar no FIM Stock 1000, em que foi 17º em 2010 e onde obteve seu melhor resultado em 2011 – um décimo lugar na etapa de Monza, na Itália.

Em 2012, além do 12º lugar geral na Stock 1000, o piloto francês fez sua estreia no Moto 1000 GP, na rodada dupla que encerrou a temporada na pista de Curitiba – conquistou a vitória em sua primeira participação. Em 2013, além do segundo lugar nas 500 Milhas de Interlagos, foi 11º na Stock 1000, sem ter participado de duas das etapas. A campanha incluiu sextos lugares nas etapas de Monza, Portimão, em Portugal, e Silverstone, na Inglaterra.

Foto: Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

WSBK: GP da Holanda acontece neste final de semana

MotoGP: Belas gatas no paddock do GP dos Estados Unidos

SBK Brasil: Eric Granado vence 1ª etapa em Interlagos

MotoGP: Marc Marquez vence o GP dos Estados Unidos

MotoGP: GP dos EUA acontece neste domingo (23/04)

SBK Brasil abre temporada 2017 na pista de Interlagos

Yamaha fatura 24 Horas de Le Mans com direito a dobradinha

SBK Brasil: Eric Granado vence 1ª etapa em Interlagos

Yamaha fatura 24 Horas de Le Mans com direito a dobradinha

SBK Brasil abre temporada 2017 na pista de Interlagos

Danilo Lewis garante liderança no Paulista de Motovelocidade

Entenda como funciona um Track Day

Aos 46 anos, Alex Barros retorna às pistas no SBK Brasil 2017

Yamaha R3 Cup é a nova categoria para jovens pilotos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras