moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

Moto 1000 GP: Cristiano Ferreira morre após acidente

Piloto da categoria Light caiu da moto ao fazer uma curva e acabou sendo atropelado por outro competidor

24 de June de 2013
Compartilhe este conteúdo:

O piloto Cristiano Rodrigues Ferreira, 29 anos, morreu no último domingo (23/06) após sofrer um forte acidente na prova da categoria Light do campeonato da Moto 1000 GP, no Autódromo de Interlagos, que recebeu a 3ª etapa da temporada 2013. De acordo com nota oficial distribuída pela direção da competição, ele caiu na segunda parte do “S” do Senna e foi atropelado pela motocicleta de outro competidor, que não conseguiu desviar a tempo e o atingiu.

Segundo a direção da Moto 1000 GP Cristiano Rodrigues Ferreira foi prontamente atendido pelo serviço médico do evento chefiado pelo doutor Marcos Kourukian, de acordo com o protocolo de suporte avançado de vida (ATLS).

Durante o atendimento foi constatado traumatismo craniano grave e traumatismo grave no tórax. O piloto estava com forte hemorragia e em parada cardíaca. Foram realizados procedimentos de RCP – Reanimação Cardiorrespiratória, com manobras de entubação e colar cervical. Pela gravidade do caso, foi realizado o deslocamento para o Hospital Geral de Pedreira.

Ele teve outra parada cardíaca no percurso entre o autódromo e hospital, sendo reanimado pelo doutor Ricardo Duprat. Deu entrada pela emergência do hospital, e reanimação pela equipe da emergência, mas veio a falecer às 15h07 do domingo.

Em função da tragédia, em sinal respeito ao piloto, à família e colegas não houve cerimônia de pódio nem premiação da corrida. O evento guardará três dias de luto sem qualquer tipo de atividades.

"Eu lamento profundamente. Como ex-piloto conheço os riscos do esporte. Eu tenho obsessão extrema pela segurança dos pilotos. É uma tragédia, uma fatalidade. O Cristiano teve uma queda comum, numa parte da pista de baixa velocidade. Provavelmente, teria sido um simples acidente se não tivesse sido atingido por outra moto", afirmou Gilson Scudeler, organizador da Moto 1000 GP.

Outro acidente, desta vez sem maiores consequências, aconteceu na última sexta-feira (21/06), no primeiro dos dois treinos livres da categoria principal GP 1000, envolvendo o piloto Alexandre Barros, que soma sete vitórias no Mundial MotoGP e chefia na competição a equipe Alex Barros Racing.

Alexandre Barros participa regularmente dos treinos de sexta-feira e sábado “guiando” os dois pilotos. Normalmente, ele vai à frente mostrando o percurso na função de coach. Por essa razão, guia muito olhando para trás, para acompanhar o traçado dos “alunos”. Numa dessas olhadas, descuidou-se e caiu.

Ele guiava na parte mista do circuito, saindo da curva do S para a curva do Pinheiro. Sua moto BMW 1000 escorregou e Alexandre Barros foi catapultado sobre o equipamento. O saldo da queda foi um pescoço esfolado, dor no ombro e no peito, mas sem maiores consequências para o piloto.

“Eu estava, como se diz, com um rabo de olho atrás, nos pilotos. A moto ‘chicoteou’, me jogando por cima dela. Mas eu não soltei o guidão. Ela passou por cima de mim, passou sobre meu peito. Mas graças a Deus não teve nada de sério, fora o raspado no pescoço e uma leve dor no peito”, contou Alexandre Barros.

- Confira o vídeo da queda de Alex Barros pela câmera na moto de Lucas Barros

Fotos: Vanderley Soares/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

MotoGP: Maverick Vinales sai com vitória no GP do Catar

MotoGP: GP do Catar acontece neste domingo (26/03)

Yamaha R3 Cup é a nova categoria para jovens pilotos

MotoGP ganha mais força com novatos na temporada 2017

Primeira etapa do Campeonato de Supermoto acontece com sol e chuva

Confira sete motivos para acompanhar a MotoGP em 2017

MotoGP: Maverick Viñales é o mais rápido nos testes do Catar

Yamaha R3 Cup é a nova categoria para jovens pilotos

Primeira etapa do Campeonato de Supermoto acontece com sol e chuva

MotoGP segue com transmissão ao vivo no Brasil

MotoGP: Maverick Viñales é o mais rápido nos testes do Catar

Categoria Pop 100 acelera em Interlagos

Luto: Piloto Anthony Delhalle, pentacampeão de endurance, falece

Entenda como funciona um Track Day


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras