moto.com.br
Publicidade:

Motovelocidade

Bons pegas na abertura do Brasileiro de Supermoto

Primeira etapa da competição aconteceu no último final de semana com circuito de terra e asfalto em Anápolis (Goiás)

28 de July de 2015
Compartilhe este conteúdo:

A cidade de Anápolis (GO) recebeu no último fim de semana, dias 25 e 26 de julho, sob sol forte e muito calor, a abertura do Campeonato Brasileiro de Supermoto. O circuito de terra e asfalto agradou os pilotos e o público. A pista estava muito segura, tudo correu bem, sem nenhum acidente grave. 

Na primeira bateria da Sm3, Khadun Lima largou na frente e administrou bem a posição até o final, porém o novato Eduardo Venzol chegou nele no final da corrida e quase fez a ultrapassagem, mas a experiência do ponteiro e um retardatário mantiveram Khadun na primeira posição. Venzol finalizou a prova na segunda posição, com Helton Bomer em terceiro, Alexandre Martins em quarto e José de Assis em quinto.

Khadun novamente largou na frente na segunda bateria e administrou a posição até a linha de chegada, com Eduardo Venzol em segundo, Helton Bomer em terceiro, Alexandre Martins em quarto e José de Assis em quinto.

Na classe SM3 PRO, Paulo brito largou na ponta e liderou a prova de até o final. Alessandro Silva finalizou em segundo, Felipe Teixeira em terceiro, Kleber Luiz em quarto e Andre Gama em quinto.

Na soma das duas baterias, Paulo Brito ficou com a primeira posição, somando 50 pontos, seguido por Felipe Teixeira com 42 pontos em segundo. André Gama, Kleber Rodrigues e Alessandro Silva estão empatados na terceira posição com 36 pontos cada.

A próxima largada foi das motos importadas. Três classes largaram juntas, a Sm1, Sm2 e Sm4.

Na categoria Sm2, Francisco Fox teve um bom início de prova, largou na ponta e segurou a posição por cinco voltas, até que Pedro Rehn fez a ultrapassagem e manteve a liderança até a bandeirada. Os paulistas Francisco Fox e José Ferreira Junior ficaram em segundo e terceiro lugares, seguidos por Yoshinori Noda na quarta posição. Na segunda bateria Pedro Rehn manteve a primeira posição, mas Yoshinori foi pra cima dos paulistas e conseguiu finalizar a prova na segunda posição, com Fox em terceiro e José Junior em quarto.

Na Sm4, o veterano Anderson Fornielles não encontrou problemas para vencer as duas baterias. Fez a pole e precisou apenas administrar para conseguir a resultado. O piloto goiano Marcelo Celestino ficou com a segunda posição, Ranieri Brasil em terceiro e Marcio do Carmo em quarto.

Na categoria SM1, a principal da modalidade, Rafael Fonseca fez a pole e abriu certa distância dos demais pilotos. O paulista Fernando Orsi largou na segunda posição e segurou bem os adversários, quando Chiquinho Velasco que roubou a atenção do público por ter saído na última posição e ter ultrapassado um por um, chegou no segundo colocado e na parte da terra fez a ultrapassagem. A moto de Chiquinho sofreu uma pane elétrica na última curva, então Orsi assumiu novamente o segundo lugar. Kleber Justino que acabou de voltar de uma lesão terminou a prova em terceiro, Kleber Augusto em quarto e Chiquinho Velasco, que conseguiu ligar a moto e completar a prova finalizou em quinto.

Na segunda bateria, Rafael Fonseca mais uma vez assumiu a liderança e não foi incomodado. ”A corrida foi ótima. A pista é muito boa e misturou trechos de alta e baixa velocidade. Me senti muito a vontade na pista desde o primeiro treino, com isso, consegui colocar um bom ritmo e fazer uma ótima corrida”.

Fernando Orsi, que largou na P2, tentou acompanhar Fonseca, mas não conseguiu. Chiquinho Velasco novamente largou na última posição e foi ultrapassando até chegar em Orsi, que tentou segurar a posição, porém Chiquinho mostrou toda sua experiência e fez a ultrapassagem, mas já não tinha mais tempo de chegar perto do ponteiro. Orsi ficou com a terceira posição, Kleber Justino em quarto e Kleber Augusto, que não se adaptou a parte de terra e ainda sofreu com cãimbras finalizou em quinto.

"Para mim essa prova foi sensacional. Foi a primeira vez que o campeonato Brasileiro de Supermoto contou realmente com os melhores pilotos do Brasil. A disputa não foi fácil. Saí de último e fui ultrapassando, minha vantagem era a parte de terra, onde tenho mais facilidade. Para a próxima etapa vou me dedicar muito mais para tentar o título", destaca Chiquinho Velasco.

Foto: Randes Nunes/Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Danilo Lewis se recupera de lesão e confirma presença no SBK Brasil

Brasileiro de Supermoto: Terceira etapa acontece em Piracicaba dia 30

SBK Brasil: 4ª etapa acontece no Autódromo de Interlagos dia 23

Valentino Rossi vai treinar piloto brasileiro no VR46 Master Camp

Sensação do Moto2, Franco Morbidelli vestirá verde e amarelo na MotoGP

Eric Granado vence etapa do Europeu de Moto2 em Valência

WSBK: Chaz Davies e Jonathan Rea vencem nos Estados Unidos

Valentino Rossi vai treinar piloto brasileiro no VR46 Master Camp

SBK Brasil: 4ª etapa acontece no Autódromo de Interlagos dia 23

Dudu Costa Neto disputará SBK Brasil 2017 de Triumph Daytona 675R

Kawasaki vence as 24 Horas de Le Mans 2016 com Ninja ZX-10R

GP Gerais 2017 começa com vitória de Fernando Guerra na 1000cc Pro

Eric Granado vence etapa do Europeu de Moto2 em Valência

Aos 46 anos, Alex Barros retorna às pistas no SBK Brasil 2017


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras