moto.com.br
Publicidade:

Moto Dicas

Confira dicas de manutenção para antes e depois da viagem

Alguns cuidados e atitudes simples na sua motocicleta podem ajudar a evitam problemas mecânicos na sua aventura

16 de June de 2017
Compartilhe este conteúdo:

Antes de pegar a estrada para fazer sua viagem de moto, é extremamente importante elaborar um bom roteiro com o itenerário detalhado, contendo a distância aproximada do trajeto, ida e volta, pois essa é uma informação essencial para avaliar se alguns componentes da motocicleta deverão ser substituídos antes de encarar a estrada. Mesmo que algumas peças estejam meia-vida, ou dentro dos limites aceitáveis de desgaste, sempre é recomendável substituí-las para prevenir problemas durante sua tão sonhada aventura. Como muitas delas não são muito caras, não vale a pena arriscar. Veja alguns exemplos.

- Icem as velas!
A vela é um componente vital para o bom funcionamento do motor. Ela fornece a centelha (faísca) responsável pela explosão do combustível dentro da câmara de combustão, movimentando o pistão e girando o virabrequim. Caso a vela esteja suja de óleo ou carbonizada (preta) a explosão não será perfeita. Convém levar a moto para o mecânico de confiança para a verificação e solução do problema. Além disso, o eletrodo desregulado pode comprometer o desempenho e aumentar o consumo de combustível da sua moto. Vale a pena substituir a vela e também o supressor de ruído – conhecido como “cachimbo” – que são componentes de baixo custo, antes de embarcar em uma longa aventura.

- Fique ligado
A maioria das motos atuais usa sistema de injeção eletrônica de combustível. Por isso, é vital que a parte elétrica esteja em ordem. Fios desencapados ou ligações malfeitas (gambiarras) podem gerar curto-circuito e até causar incêndio na motocicleta. Caso a moto apresente funcionamento irregular – como lâmpadas que apagam e acendem sozinhas – vale fazer um check-up. Os fusíveis e lâmpadas (farol, lanternas e setas) são itens baratos e que ocupam pouco espaço, por isso devem ser levados na bagagem.

- Ó, raios!
Um raio solto ou quebrado pode causar sérios problemas, por isso vale a pena conferir as condições destes componentes. Para saber se algum está solto, basta usar uma chave de fenda e bater de leve nos raios. O som deve ser agudo e similar entre eles, caso algum apresente um som muito diferente é sinal que pode estar solto ou mesmo prestes a se partir. Nesse caso, vale substituí-lo e solicitar ao mecânico que alinhe a roda.

- Cabo enrolado
Responsáveis pelo acionamento do acelerador e embreagem, os cabos são muito importantes nas motos. Se um deles se romper é quase certo que o piloto ficará pelo caminho. Para não passar por esse problema vale fazer uma verificação em todos os cabos. Caso haja algum fio de aço do cabo esteja solto ou o manete de embreagem esteja muito duro pode ser um sinal de futuros problemas. O ideal é trocá-los e, caso rode na chuva ou em estrada de terra, lubrificá-los periodicamente.

- De sapato novo
Sair em viagem com os pneus desgastados, próximos ao limite de uso, é o maior erro de um aventureiro. Vale trocar os pneus antes e viajar mais tranquilo. E se aonde você for não houver a medida para sua moto ou a marca de sua preferência? Além de arriscar sua própria segurança, a possibilidade de haver furos durante o trajeto é sempre maior – principalmente para quem percorrerá estradas de terra e com muitas pedras. Não se esqueça de conferir a pressão dos pneus e calibrá-los a cada dois ou três dias – logo cedo, antes de ir para a estrada. Esse hábito garante menor desgaste do pneu e menor consumo de combustível.

- Não discuta a relação
O kit de relação em bom estado é fundamental para a segurança do piloto e da garupa. Por isso, não deve haver economia na hora de substituir. Se o conjunto de relação – coroa, corrente e pinhão – tiver pouca regulagem e os dentes da coroa e do pinhão estiverem tortos e pontiagudos, troque toda a relação. Lembre-se que o desgaste do conjunto aumentará quando você rodar na chuva ou em estradas de terra, por isso o ideal é sair para uma viagem com o conjunto novo. Lembre-se ainda de verificar a regulagem e a lubrificação diariamente.

Fotos: Infomoto e Divulgação



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Personal Rider: Jaquetas com forro de inverno

CET.SP oferece curso de Motofrete gratuito em São Paulo

King Diamond faz show em São Paulo neste domingo, 25/6

Personal Rider: Diferenças de capacete Aberto, Fechado e Escamoteável

Confira dicas de manutenção para antes e depois da viagem

Brembo: As renomadas pastilhas de freio chegam ao Brasil

Personal Rider: Qual a diferença entre fecho MICROMÉTRICO e DUPLO D?

Confira dicas de manutenção para antes e depois da viagem

Brembo: As renomadas pastilhas de freio chegam ao Brasil

Personal Rider: Diferenças de capacete Aberto, Fechado e Escamoteável

Qual a hora certa para a troca de óleo?

A lâmpada da sua moto vive queimando?

Novas leis do Contran: agora é pra valer!

Óleo ou graxa na corrente?


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras