moto.com.br
Publicidade:

Colunistas - Giglio Val

MotoGP Sepang: Festa na Repsolândia!

14 de October de 2013
Compartilhe este conteúdo:

Giglio Val

Pedrosa também é filho de Deus... Fez jus a uma vitória de honra. Trabalhou para isso. Não consigo me empolgar com ele, mas é bom piloto.

Uma vez mais, Marc faz uma largada ruim e, na minha opinião, desta feita, lhe custou a vitória... Realmente creio que se tivesse feito a primeira curva em primeiro, teria ganhado a corrida, acho até que poderia escapar bem.

E novamente, Lorenzo faz uma largada espetacular, e no braço e na raça vai buscar a liderança de cara. Haver ficado nesta posição, evitou por algum tempo o inevitável.

Marquez, claramente esteve um pouco mais calmo e atacou, ou quase não atacou,de forma agressiva seu companheiro Dani. A japonesada sem dúvida bateu um "papo" com ele e pediram para ele maneirar...

Fato é que a dupla da Honda ficou na "elegância" muito tempo atrás de Lorenzo. Próximo ao meio da corrida, Pedrosa aciona o botão "fica macho", e automaticamente vai para cima da Yamaha e passa, na boa, e quase que no embalo, Marc também passa Lorenzo.

Neste momento pensei que a corrida já estaria no papo para Marquez. Mas não... Lorenzo ataca, luta e perde sua tradicional elegância, passa Marquez, disputa e alterna posições com Marc numa bonita disputa, mas ao final, o inevitável... Marc passa de vez e abre... Pensei que chegaria em Dani, que beneficiado pela disputa de Marc e Jorge, abre uns quase 2 segs que lhe renderam alguma tranquilidade.

Marc acho que a principio tentou chegar, mas ao perceber que seu colega estava rápido e consistente, fez uma rápida conta de padeiro e chegou a conclusão óbvia que o segundo posto esta de bom tamanho, e a disputa do campeonato estava com o cara de trás e não com o da frente.

Fato que Marc tem 100% de pódios em corridas que terminou... Só não terminou a de Mugello, e por isso não teve pódio, ele estava em segundo!

Houve corrida para trás? ...Claro ...Mas sem grandes surpresas. Rossi, apesar de ter chegado em quarto, que parece ser seu lugar cativo, no início teve algumas batalhas com Bautista que segue lutando contra  sua suspensão Showa, e faz bom trabalho, mas não faz milagre.

Depois de disputar com Bautista, Rossi faz prevalecer a superioridade abissal de seu equipamento e parte para  uma corrida solitária... Não enxergou mais ninguém na frente, e nem atrás. Receio que Valentino vai ter um fim de carreira apagado.

Depois Bautista também disputou posição com Crutchlow, alternaram posições, mas desta vez o espanhol levou a melhor e terminou num digno quinto lugar.

Na sequência, Smith, Dovi, Espargaró e Hernandez (surpresa!)

O câmbio "seamless" da M1 não trouxe milagres, e não parece ter alterado o destino dos fatos, mas sinto que a Yamaha esta mais consistente.

Próximo ano deve retornar ao Grid a Suzuki, que tem uma história de vitórias, e com certeza, se colocarem piloto de verdade, vai temperar bem o campeonato.

Bradl não correu, pois está machucado, e não deve retornar na Austrália, e apesar de me parecer pouco provável, seguem os rumores de que Stoner poderia ser o garoto propaganda da Honda "cliente", já que precisam vender 4 chassis mais, pois só venderam 1 dos 5 disponíveis...

Você leitor, se quiser pode comprar sua Honda "cliente" já incluído kit de peças de reposição para toda a temporada, pela bagatela de U$ 3,2 milhões... Vai encarar?

No Moto2, nova vitória de Rabat, seguido de Espargaró e Luthi... Redding em 7º fez sua vantagem no campeonato desaparecer.

Eric Granado que largou em um remediado 17º acabou em 24º, último lugar dos que classificaram. Destaque ao primeiro pódio na temporada do português Miguel Oliveira.

Malas prontas para a Austrália!

Giglio Val é engenheiro e administrador de empresas. Fundou o Blog do Giglio (www.gigliof1.blogspot.com), que trata do mundo das competições. Foi patrocinador principal e manager do piloto brasileiro Danilo Lewis, que correu o Italiano de Stock 600cc Michelin Power Cup em 2011 e o SuperBike no Brasil 2011 e 2012, assim como o WSBK Superstock 1000 em duas etapas em 2012. Destemido, segue em busca de outro talento, e trabalha intensamente no projeto “Brasil no pódio da MotoGP 2015”.

CLASSIFICAÇÃO
1 Dani Pedrosa 40'45.191 SPA HONDA Repsol Honda Team
2 Marc Marquez +2.757 SPA HONDA Repsol Honda Team
3 Jorge Lorenzo +6.669 SPA YAMAHA Yamaha Factory Racing
4 Valentino Rossi +10.351 ITA YAMAHA Yamaha Factory Racing
5 Alvaro Bautista +22.149 SPA HONDA Go & Fun Honda Gresini
6 Cal Crutchlow +22.301 GBR YAMAHA Monster Yamaha Tech 3
7 Bradley Smith +30.864 GBR YAMAHA Monster Yamaha Tech 3
8 Andrea Dovizioso +45.111 ITA DUCATI Ducati Team
9 Aleix Espargaro +59.264 SPA ART Power Electronics Aspar
10 Yonny Hernandez +1'01.417 COL DUCATI Ignite Pramac Racing Team
 
Fotos: Divulgação


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

MotoGP Valência: O último dos recordes!

MotoGP Malásia: O templo dos recordes!

MotoGP Austrália: Entre erros e injustiças, fez-se justiça

MotoGP Japão: Terra onde não é preciso vencer para ganhar

MotoGP Aragón : Show de talento, estratégia e burrice...

MotoGP Misano: A bendição dos Deuses e a retratação dos mortais!

MotoGP UK: Na pedra de prata, o retorno da normalidade

O que ficou de 2013 na alta competição da MotoGP?

MotoGP Catar 2014: Um começo mais que eletrizante

MotoGP vai acabar... Viva as CRT!!

MotoGP Malásia: O templo dos recordes!

MotoGP Valência : Despedida, tombos e papo furado

MotoGP Misano: Surpresas apesar da falta de ação...

Dia obscuro para a motovelocidade: Faleceu Renan Alves


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras