moto.com.br
Publicidade:

Colunistas - Giglio Val

MotoGP Mugello: Ensinamentos da "Catedral"

03 de June de 2013
Compartilhe este conteúdo:

Giglio Val

É assim que os próprios italianos se referem a este maravilhoso circuito... A Catedral.

E é mesmo isso... um templo sagrado da velocidade. O circuito de Mugello, melhor, Barberino de Mugello, é um circuito fenomenal que fica no meio de nada...

Apenas um pequeno vilarejo ao lado, e há uns 12 km, Barberino.

Região cujo prato típico é o T-Bone!... Conheço o circuito e passei alguns dias por lá acompanhando o Michelin Power Cup.

A corrida, para mim foi meio chata... na ponta houve poucas trocas, e as Hondas que pareciam animadas, no fim seguiram em procissão . Fato é que Dani apesar da boa largada, amarelou logo na primeira curva e viu Lorenzo na sua versão “macho” quase tocar e passar para não perder mais.

Achei neste momento que seria apenas questão de tempo para a Honda assumir a liderança. Errei.

Dovi que chegou a estar em 4º, parecia que ia aguentar um pouco mais, mas não... foi ficando, enquanto Crutchlow e Marquez cresciam e iam para cima.

Marquez rapidamente chegou a 3º, e, em minha opinião, corria um pouco no seu modo “segurança” depois dos tombos no fim de semana, um deles no final da reta, horroroso!

Aqui começou o primeiro erro: Marquez respeitou demais seu companheiro, ou melhor, rival de equipe... Ao acompanhar Pedrosa, viu Lorenzo escapar... Dani nunca atacou de verdade.

No “S” da transição para a parte alta do circuito, Marc passa de forma brilhante Pedrosa e vai abrindo para buscar Lorenzo... Vinha com muita sede ao pote!... Mas dentro da Catedral não se permite pecadores nem pecados, e no mesmo “S” que obteve seu 2º lugar, perde a frente da moto apenas 3 voltas do final, e tchau... Fica a pé.

Lição importante ao jovem talento: A 1000cc é mais estável que a Moto2, mas tem tolerância ZERO aos erros.
E o Rossi?... Num acidente estranho com Bautista, deixa a corrida na 3º curva. Grande pena para nós que esperávamos muito, já que se Mugello é a Catedral, ele é no mínimo o Arcebispo!

Tive a impressão que Bautista não é tão culpado assim... Rossi me pareceu fazer uma manobra de abertura para a próxima curva, na tentativa de sair mais rápido, e não viu o espanhol, se chocando... minha opinião. Pena mesmo.

As Ducati se aguentaram no segundo pelotão, mas não puderam partir para cima.

Espargaró com sua CRT chega a um fabuloso 8º, na frente de vários protótipos. Quem me decepcionou foi Iannone... Esperava alguma surpresa dele.  Levou pau até do Petrucci!

Campeonato está totalmente aberto!

Pirro fez também uma corrida honesta.

Fica a menção honrosa ao Redding com a segunda vitória consecutiva na Moto2, e finalmente a excelente corrida do nosso “brazuquinha” Eric Granado que fez boa prova de recuperação, mostrou personalidade e foi frequentador assíduo da “ telinha” !... Vimos ele todo o tempo na transmissão... Grande 9º colocação!

Nos vemos na Catalunya!

Giglio Val é engenheiro e administrador de empresas. Fundou o Blog do Giglio (www.gigliof1.blogspot.com), que trata do mundo das competições. Foi patrocinador principal e manager do piloto brasileiro Danilo Lewis, que correu o Italiano de Stock 600cc Michelin Power Cup em 2011 e o SuperBike no Brasil 2011 e 2012, assim como o WSBK Superstock 1000 em duas etapas em 2012. Destemido, segue em busca de outro talento, e trabalha intensamente no projeto “Brasil no pódio da MotoGP 2015”.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

MotoGP Valência: O último dos recordes!

MotoGP Malásia: O templo dos recordes!

MotoGP Austrália: Entre erros e injustiças, fez-se justiça

MotoGP Japão: Terra onde não é preciso vencer para ganhar

MotoGP Aragón : Show de talento, estratégia e burrice...

MotoGP Misano: A bendição dos Deuses e a retratação dos mortais!

MotoGP UK: Na pedra de prata, o retorno da normalidade

MotoGP Catar 2014: Um começo mais que eletrizante

MotoGP vai acabar... Viva as CRT!!

MotoGP Malásia: O templo dos recordes!

Diego Pierluigi: uma crônica de um campeão!

MotoGP Brno: O recital desafina, mas segue!

MotoGP Japão: Terra onde não é preciso vencer para ganhar

MotoGP Misano: A bendição dos Deuses e a retratação dos mortais!


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras