moto.com.br
Publicidade:

Colunistas - Giglio Val

MotoGP Assen: o deus das 2 rodas voltou!

01 de July de 2013
Compartilhe este conteúdo:

Giglio Val

Que sábado (29/06) inesquecível!... Numa pista que é um templo da velocidade, onde apenas os gigantes vencem, neste dia inesquecível, dos gigantes o maior deles venceu... com V maiúsculo.

Valentino Rossi não vencia desde 10 de outubro de 2010, na Malásia. Estava então de saída da Yamaha.

Com uma pilotagem potente, sólida e precisa, Rossi largou em 4º, seguiu nesta posição por algumas voltas, sentiu que tinha moto e ritmo para atacar as Hondas, porque braço para isso ele tem desde o dia que nasceu, foi para cima de Marquez, passou, foi para cima de Pedrosa, passou e seguiu adiante até o fim.

Pilotagem muito consistente, Marquez até que tentou seguir, não conseguiu chegar, mas deve agradecer muito por poder estar atrás deste artista do motociclismo, VR46, e teve uma senhora aula de pilotagem!

Marquez, verdade seja dita, pilotou muito, também estava no sacrifício, pois tinha dedos do pé e mão quebrados, e fez o máximo que pôde... Um Valentino Rossi inspirado é insuperável.

Menção honrosa ao sacrifício de Lorenzo, que com o ombro recém-operado, pilotou muito, da metade em diante perdeu um pouco de ritmo tamanho era sua dor e desgaste, ele é um superpiloto, mas não é um super-homem. Chegou em 5º, largando de 12º!... Perdeu muito pouco em relação a Dani , que com uma pilotagem arroz com feijão, foi o maior derrotado, na minha opinião, do dia.

Crutchlow, o pole, fez uma péssima largada, caiu para quinto, ficou algum tempo atrás de Lorenzo, passou com confiança e segurança, foi para cima das Hondas que já demonstravam sinais que não poderiam alcançar o “Doctor”, e se aproximou, quando Marquez percebeu que tinha de atacar Dani pois estava perdendo tempo, passou, “despassou”, e passou novamente com autoridade, foi para cima de Rossi mas nunca chegou lá.

Carl passa um rastejante Pedrosa, e vai para cima de Marquez faltando 4 voltas, na última volta perde um pouco a freada, e chega a tocar com sua roda dianteira a traseira de Marquez , mas não caíram e assim termina... Rossi, Marquez, Crutchlow, Dani, Lorenzo e Bradl.

As Ducati, que parecem que perderam ritmo, fizeram uma corrida de dupla “caipira”, e ficaram em 10º e 11º.

Espargaró com uma CRT, fez bela corrida e chega no 8º, a frente de vários protótipos, de Smith, e as Ducati. Esta CRT já é mais rápida que uma SBK!

Chamo a atenção do leitor para a qualidade deste circuito, que apesar de rápido e seletivo, com curvas de alta e frenagens fortes, apenas Pesek não terminou.

Até Petrucci, Ivan Silva e Abraham terminaram!

Gostaria de chamar a atenção para o fato de que muitos falam de Lorenzo VS Pedrosa na disputa do campeonato, da locução do SportTV, a locução oficial do site MotoGP... Mas acho que Marquez é um forte candidato também, e porque não o “The Doctor”... Muito leite vai ser derramado ainda!

Menção a vitória de Paul Espargaró no Moto2, com Redding na sua cola, e a mais uma corrida apagada do nosso brazukinha Eric Granado, que saiu em 27º e chegou em 28º. Não pudemos acompanhá-lo no vídeo.

Vamos para a Alemanha!

Giglio Val é engenheiro e administrador de empresas. Fundou o Blog do Giglio (www.gigliof1.blogspot.com), que trata do mundo das competições. Foi patrocinador principal e manager do piloto brasileiro Danilo Lewis, que correu o Italiano de Stock 600cc Michelin Power Cup em 2011 e o SuperBike no Brasil 2011 e 2012, assim como o WSBK Superstock 1000 em duas etapas em 2012. Destemido, segue em busca de outro talento, e trabalha intensamente no projeto “Brasil no pódio da MotoGP 2015”.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

MotoGP Valência: O último dos recordes!

MotoGP Malásia: O templo dos recordes!

MotoGP Austrália: Entre erros e injustiças, fez-se justiça

MotoGP Japão: Terra onde não é preciso vencer para ganhar

MotoGP Aragón : Show de talento, estratégia e burrice...

MotoGP Misano: A bendição dos Deuses e a retratação dos mortais!

MotoGP UK: Na pedra de prata, o retorno da normalidade

MotoGP Catar 2014: Um começo mais que eletrizante

MotoGP vai acabar... Viva as CRT!!

MotoGP Malásia: O templo dos recordes!

Diego Pierluigi: uma crônica de um campeão!

MotoGP Brno: O recital desafina, mas segue!

MotoGP Japão: Terra onde não é preciso vencer para ganhar

MotoGP Misano: A bendição dos Deuses e a retratação dos mortais!


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras