moto.com.br
Publicidade:

Colunistas - Giglio Val

Moto GP Le Mans: A etapa mais competitiva do ano

19 de May de 2014
Compartilhe este conteúdo:

Giglio Val

Pessoalmente gostei muito da corrida deste domingo. A primeira coisa agradável foi ver um tempo claro com sol, e arquibancadas muito cheias. Que pena que em terra “Brasilis” apenas somos capazes de lotar arquibancadas no futebol... Pena.

Na qualificação boas surpresas: Pol em 2º e Dovi em 3º... Fica aqui o primeiro comentário de performance. As Ducati (pelo menos a de Dovi) estão melhorando e já conseguem ser uma moto rápida, pelos menos por 2 a 3 voltas... Mas falta muita consistência ainda. Repito, acho que Dovi esta fazendo um excelente trabalho em Bologna, e creio que levará logo a Ducati de volta ao pódio de forma consistente.

Carl é quem me parece perdido e sem ritmo.

Dani saiu em 9º! Deus do céu!

Marquez, na pole (que surpresa!) me pareceu largar bem, mas acabou por precaução ficando encaixotado em 7º, e andou na primeira volta atrás de Lorenzo, que não largou tão bem desta vez, mas Jorge erra, sai um pouco e induz Marquez a sair da pista, e o 93 passa a primeira volta em 10º... Iria ficar por ali? (rsrsrsr)

Rossi, largou bem e fez um corridaço! Foi muito consistente e neste momento mostra-se o piloto mais forte da Yamaha... Com méritos. Lorenzo parece mesmo desmotivado, já viu que o campeonato vai ser de outro e penso que deseja sair da Yamaha, de olho na vaga de Pedrosa.

As Yamaha parecem que estão subindo de produção e vejam o desempenho de Pol... correu muito bem, andou junto com Smith, este último acabou afundando, mas Pol foi muito valente. Não dava para fazer muito mais com Marc “Papa Léguas” e el Doctor em dia inspirado, adiante.

Corridaço também do Bautista, um dos maiores guerreiros do MotoGP, piloto dos melhores, que também no assento do Pedrosa faria um estrago. Seu primeiro pódio do ano, muito merecido.

Quem realmente não está famoso é meu amigo Iannone! Se envolveu em confusão com Hayden no início, este último deu adeus à prova, e seguiu no pelotão dos top 6, mas ainda no início cai sozinho, de novo!

Bradl, bom início mas parece estar perdendo ritmo durante as provas... A moto do Bautista me parece mais acertada que a dele... e com menos grana!

Dovi acabou afundando para 8º, e Crutchlow chega em 11º... muito fraco.

Ao fim na sequência Marc, Rossi, Bautista, Pol, Dani e Lorenzo.

O campeonato está dando passos largos para ter uma definição do vencedor muito antes do final, o que não é bom, mas tirando Marc de fora, me parece que esta ficando mais competitivo.

Para mais emoção no ano que vem, disque: Suzuki! (desde que tenham um piloto de ponta, porque se for Randy)

A Ducati melhorando lentamente, mas sempre para melhor, as Yamaha também melhorando, jovens como Pol, Smith mostrando serviço, Bautista subindo, Lorenzo caindo... As factory menos ruins, etc...

Observem que na mesma cena vemos a chegada com 5 motos na telinha! Não existia isso no ano passado... e podemos assistir por quase 8 a 10 voltas o pelotão de frente compacto e se alternando... Muito legal!

No Moto 2 deu Kalio de novo, e Corsi, Rabat na sequência. Méritos para meu amigo Franco Morbidelli que chega em 10º... O ítalo-brasileiro vem subindo. Já pude ver a tocada deste menino em Misano, em 2011. Naquela época com 15 anos e já andava entre os top 10 no CIV... Grande promessa. Seu pai é um grande apoiador, e quem sabe trazemos ele para uma etapa do Moto 1000 GP no fim do ano.

No Moto3, Granado fez 31º na qualy, mas não correu. Sem comentários uma vez mais.

Giglio Val é engenheiro e administrador de empresas. Fundou o Blog do Giglio (gigliof1.blogspot.com), que trata do mundo das competições. Foi patrocinador principal e manager do piloto brasileiro Danilo Lewis, que correu o Italiano de Stock 600cc Michelin Power Cup em 2011 e o SuperBike no Brasil 2011 e 2012, assim como o WSBK Superstock 1000 em duas etapas em 2012. Destemido, segue em busca de outro talento, e trabalha intensamente no projeto “Brasil no pódio da MotoGP 2015”.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

MotoGP Valência: O último dos recordes!

MotoGP Malásia: O templo dos recordes!

MotoGP Austrália: Entre erros e injustiças, fez-se justiça

MotoGP Japão: Terra onde não é preciso vencer para ganhar

MotoGP Aragón : Show de talento, estratégia e burrice...

MotoGP Misano: A bendição dos Deuses e a retratação dos mortais!

MotoGP UK: Na pedra de prata, o retorno da normalidade

O que ficou de 2013 na alta competição da MotoGP?

MotoGP Catar 2014: Um começo mais que eletrizante

MotoGP vai acabar... Viva as CRT!!

MotoGP Malásia: O templo dos recordes!

MotoGP Misano: A bendição dos Deuses e a retratação dos mortais!

MotoGP Aragón : Show de talento, estratégia e burrice...

Equipe RC3 chega como boa novidade no Moto 1000 GP


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras