moto.com.br
Publicidade:

Colunistas - Claudio Teixeira

Moto Story resgata a história de grandes pilotos

22 de April de 2015
Compartilhe este conteúdo:

 

Claudio Teixeira (Claudio Tex 21), é piloto veterano e detentor de vários títulos no Campeonato Paulista de Motocross. Dono de um respeitável currículo no mundo das competições Off Road, atualmente é distribuidor dos Lubrificantes ELF. Mais informações no e-mail claudio@tayomotor.com.br e no site tayomotor.com.br.

 

Caros amigos do MOTO.com.br;
 
Aconteceu no dia 8/04 o segundo evento do Motostory Brasil, evento criado pelo meu amigo Carlãozinho Coachman, filho do Carlão Coachman que foi um dos grandes incentivadores e precursores do off road nacional e que até nomeou o antigo  "Morro do Carlão" nas antigas trilhas do Alphaville nos anos 80.
 
O primeiro evento, que teve cobertura na Band Sports foi voltado para a galera da motovelocidade e cujos homenageados foram Antonio Jorge Neto, o Netinho, e o velho amigo uruguaio de Paysandú, o Sarachú, tendo como foco a 500 milhas de Daytona, na qual ambos saíram vencedores.
 
Neste segundo evento, voltado para os ídolos e precursores no Motocross Nacional, o Carlãozinho me intimou a participar e colaborar na organização, já que tínhamos que reunir os velhos amigos do Off Road nacional e que foi motivo de orgulho e dedicação para mim já que, muito mais do que uma justa homenagem, era uma oportunidade ímpar de rever os velhos amigos e agitar um encontro memorável entre as feras que dominaram as corridas e os campeonatos nos anos 70, 80, 90 e até os dias atuais.
 
A missão maior era trazer o Moronguinho, o Betinho Boettcher e o Paraguaio, que foram os maiores expoentes da década de 80 ao lado do velho "Touro do Paraná" Nivanor Bernardi (já falecido), contudo, outras inúmeras peças raras deveriam integrar o "pacote" de convidados e nos esforçamos ao máximo para que este evento tivesse o maior e mais amplo alcance possível, assim tínhamos que trazer também o Walter Barchi "Tucano", Denísio Casarini, Paulo Salvalágio "Paulé" entre outros, contudo nem todos foram encontrados e mesmo assim a festa e o evento foram um sucesso sem precedentes na história do motociclismo nacional.
 
Eu assumi a tarefa máster de achar e trazer o Morongo, gaúcho gente finíssima e irmãozinho do coração. Liguei para o baixinho e intimei o danado: Gaúcho, você tem uma missão, tem que estar em SP para um evento que vai ser da hora no dia 8. Pode cancelar o que você tiver agendado nessa data e se programe porque a bagunça vai ser boa!!!! No que ele respondeu: Báhhhhh Tchéééé'.....que parada é essa aí Paulista????? E eu disse: Você vai ser homenageado em um evento que sem você não vai rolar..........e eu sabia que esse gaúcho jamais me diria um não. Claro que para localizar esse baixinho eu tinha que contar com outros parceiros do sul, e foi aí que entrou o Léo Dias, outro piloto gaúcho e irmãozinho das antigas que hoje é o fabricante da Mormaii Knee Brace.
 
Os contatos com Paraguaio e Beto Boettcher eram mais fáceis, já que o Paraguaio é de Sorocaba e o Beto é o atual vice-presidente da CBM. Assim, completando o trio com o Morongo que é mais bicho do mato, ou melhor dizendo, rato de praia e que mora em Garopaba, desenterramos também o Tucano, velho parceiro do Casarini que não pôde comparecer e o evento foi sucesso absoluto.
 
Com essa quatro estrelas confirmadas, outras tantas foram contatadas e confirmadas, assim como muitas outras acabaram faltando ao encontro ou porque não as localizamos ou porque não puderam comparecer. Até confesso que são tantos nomes que deveriam ser homenageados que alguns chegaram a ser esquecidos, pelo que pedimos desculpas, mas era mesmo difícil conseguir colocar tantos nomes em evidência em um esporte que contou com tantos protagonistas ao longo dessas décadas.
 
O evento aconteceu em uma casa da Vila Olímpia, a Frangaria, e que já tinha sido o mesmo local do primeiro evento. Em um dia agitado, com gravação também no BandSports sob o comando do Celsinho Miranda e do Maurinho da RM, essa galera rodou para lá e para cá no dia do evento que foi finalizado na Frangaria. Tiramos esses carinhas das suas rotinas e armamos a  maior bagunça ao reunir uma galera que, apesar do longo convívio em praticamente todos os finais de semana em que rolavam as etapas dos campeonatos Paulista e Brasileiro de MX, não se viam há anos, afinal, a maioria já está aposentada há décadas das corridas.
 
Ver a cara desse pessoal se reencontrando após tantos anos, sendo que alguns até quase nem mais se reconheciam foi o máximo. Chegou a ser hilariante ver a gozação generalizada que se deu no evento. Alguns mais gordinhos, outros mais carequinhas, uns mais véinhos e outros um pouco menos, foi de rachar de rir. Parece que os velhos tempos das molecagens estava de volta com força total. Parecia um bando de moleques gozadores tirando sarro uns dos outros como rolava nos idos dos anos 70/80. E essa é a melhor parte que prevaleceu: nada de egos inflados, nada de rancores ou más recordações, mesmo porque naqueles tempos, a gente batia guidão prá valer, disputávamos cada prova como se fosse a última e, mesmo que houvessem disputas duras nas pistas, do lado de fora delas éramos todos verdadeiros irmãos e assim seguimos vida afora.
 
Outro ponto máximo do evento foi a presença maciça de gerações mais recentes, como a do Jorge Negretti, Nuno Narezzi, Rogério Nogueira e ainda Hector Assunção e Thales Villardi, todos juntos e misturados em uma combinação que foi mesmo emocionante. Claro que não consigo aqui citar todos os memoráveis presentes ao evento, mas as fotos por si só ilustram as nobres presenças. Ainda que nem todas as fotos caibam na matéria, mesmo porque o Marcinho do MOTO.com.br, a quem agradeço o espaço cedido iria me matar se fosse maior que este, muitas delas podem ser vistas na página Motostory.br do Facebook.
 
Na página do Face tem muitas fotos da galera toda reunida, incluindo aí o Scat, o Scarano, o velho Rocon e muitas outras figuras que não poderiam passar em branco. Acessem e vejam só a cara de alegria dessa enorme turma reunida, foi mesmo algo inédito e histórico. Não me lembro de evento anterior que tenha reunido tantos pilotos de tantas gerações nem mesmo em seus tempos áureos.
 
Parabenizo o Carlãozinho pela iniciativa, assim como todos os veículos que deram suporte e cobertura a esse encontro memorável e que marca a história do motociclismo nacional em sua essência e primórdios.
 
Espero também que vocês motociclistas e amantes do esporte curtam a matéria e o evento. Peço ainda que fiquem ligados e acompanhem a evolução dessas atrações promovidas pelo Moto Story, pois novos eventos virão e eles são abertos ao público em geral, que é só chegar e se acomodar pois todos serão muito bem-vindos.
 
Boas aceleradas e divirtam-se.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Veterano Roque Colman acelera em Glen Helen

Moto Story resgata a história de grandes pilotos

AMA SX: Ryan Dungey levanta o troféu em Daytona

AMA SX: Ryan Dungey sai com vitória em Atlanta

AMA SX: Chad Reed é o grande vitorioso em Atlanta

AMA SX: Ryan Dungey sai com vitória em Arlington

AMA SX: Trey Canard vence a disputa em San Diego

Moto Story resgata a história de grandes pilotos

Veterano Roque Colman acelera em Glen Helen

Motos 2 ou 4 tempos, qual a diferença?

Juventude inesquecível

A importância de um bom lubrificante para sua moto

AMA SX: Ryan Dungey levanta o troféu em Daytona

Chad Reed entra na briga pelo título do AMA SX


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras