moto.com.br
Publicidade:

Colunistas - Claudio Teixeira

AMA SX: Claudio Teixeira analisa a primeira etapa

07 de January de 2013
Compartilhe este conteúdo:

Claudio Teixeira

A cada final de temporada do AMA Supercross, que reiniciou neste sábado, dia 05, ficam muitas expectativas sobre a temporada que se inicia e como será a próxima. Disputada de janeiro a maio de cada ano,  e logo seguida do AMA Motocross que se prolonga pela segunda metade do ano em diante, sempre me pergunto quem vai se quebrar desta vez e ficar de fora e quem seriam os novos desafiantes ao título, muito mais do que as simples mudanças de times, já que nesta modalidade esportiva já se sabe que muito mais valem os pilotos do que as motos em si.

Neste ano não será diferente. Após as quebradeiras generalizadas na última edição do campeonato em 2012, na qual vários pilotos se fraturaram e ficaram fora das grandes disputas como James Stewart, Chad Reed, Tray Canard e outros, garantindo assim o título para Ryan Vilopotto que, praticamente sem concorrência à sua altura levou o campeonato com certa facilidade, se quebrando logo depois e ficando fora do AMA Motocross.

A estreia do campeonato no Angel Stadium em Anaheim Califórnia foi super emocionante e mostrou que esse ano será "osso" para os pilotos e para o grande público que estavam acostumados com apenas grandes estrelas como os que citei acima disputando o título.

Em uma pista difícil e muito técnica a garotada egressa da antiga categoria Lites agora denominada SX2 mostrou a que veio, além do ressurgimento de grandes nomes como o de David Millsaps, que se sagrou o grande vencedor desta etapa após anos de distância de uma vitória na categoria. Apesar de sempre ter andado muito forte, após uma fratura de fêmur, Millsaps mostrou que ainda é digno de grandes vitórias.

De time novo e agora acelerando pelas cores da Suzuki com uma RMZ 450 e depois de algum tempo andando de Yamaha YZF 450, este americano de Murieta - Califórnia largou entre os primeiros assumindo a ponta logo na largada e imprimiu um ritmo sensacional aos demais competidores que quase não conseguiram ameaçá-lo, à exceção de Tray Canard, outro americano de Oaklahoma City - Oaklahoma que a bordo de uma Honda CRF 450 procurou dar combate a prova inteira, chegando a ultrapassá-lo a apenas duas voltas do final. Com o estádio completamente lotado e em frente a 45.000 fãs enlouquecidos, Millsaps não deixou por menos e deu o troco na última volta para conquistar sua primeira vitória após anos afastado do topo do pódium.

Foi uma prova muito emocionante e com vários pilotos andando muito próximos, mas que logo se definiu após uma bobeada de Justin Barcia, que subiu da categoria SX2 no ano passado para a SX1 neste ano e que vinha dando bom combate aos dois ponteiros mas vacilou e perdeu quatro posições finalizando em 7º lugar logo à frente de James Stewart que teve uma participação apática nesta abertura.

Assumiu assim o 3º lugar Ryan Dungey de KTM, ficando em 4º lugar o Australiano Chad Reed de Honda, em 5ªº Jake Weimer e em 6ºcom um bom desempenho Andrew Short, outro veterano.

Foi uma etapa cheia de novidades mostrando que os Rookies como se chamam os novatos desta categoria, que eles vieram de vez e para ficar na briga pela ponta prometendo muitas emoções, como no caso de Justin Barcia, que andou muito forte a prova inteira e perdendo o 3º lugar a pouca voltas do final. Ryan Vilopotto após uma má largada em apenas 12º lugar teve vários contratempos durante a prova e finalizou apenas na 16a posição.

O nosso piloto Jorge Balbi fez uma excelente prova na LCQ - bateria de última chance de qualificação - e terminou em um bom 4º lugar, mas não o suficiente para levá-lo à final. Jean Ramos, o outro piloto brasileiro que disputa a SX2 foi muito bem nas classificatórias se qualificando para a final, o que já pode ser considerado um enorme sucesso por parte deste piloto brasileiros.

Ficam aqui registradas as novidades e emoções deste que é o maior e melhor campeonato de SX do mundo.

Fiquem ligados no Moto.com.br porque no sábado que vem a disputa será em Phoenix - Arizona e promete muitas emoções.

Saudações a todos e um bom 2013 !

Claudio Teixeira (Claudio Tex 21), é piloto veterano e detentor de títulos no Campeonato Paulista de Motocross e dono de um respeitável currículo no mundo das competições Off Road.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Confira os bastidores do Motocross das Nações 2016

Veterano Roque Colman acelera em Glen Helen

Moto Story resgata a história de grandes pilotos

AMA SX: Ryan Dungey levanta o troféu em Daytona

AMA SX: Ryan Dungey sai com vitória em Atlanta

AMA SX: Chad Reed é o grande vitorioso em Atlanta

AMA SX: Ryan Dungey sai com vitória em Arlington

Motos 2 ou 4 tempos, qual a diferença?

Alguns segredos dos ajustes de suspensões

Villopoto vence 10ª prova e fecha 2013 com chave de ouro

AMA SX 2009: Continua quente

AMA SX: Bubba vence e assume o 3º lugar no campeonato

AMA SX: Villopoto vence a 2ª etapa em Phoenix

AMA SX: Imbatível, Vilopotto vence a 8ª etapa no ano


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras