moto.com.br

Publicidade:

Acontece

Yamaha inicia venda de scooter elétrico

15 de December de 2010
Compartilhe este conteúdo:

Lucas Rizzollo

A partir do início de 2011 quem entrar em uma concessionária Yamaha na Europa vai encontrar um modelo peculiar à venda. Ao lado da superesportiva YZF-R1 e da big trail Super Ténéré 1200 estará disponível um pequeno scooter chamado EC-03. Diferente das demais motos da marca dos três diapasões, o novo modelo é impulsionado por um moderno motor elétrico.

Enquanto as principais marcas do mercado motociclístico mostravam protótipos futuristas, a Yamaha lançou durante o Salão de Colônia (Intermot), realizado em outubro na Alemanha, um modelo elétrico pronto para a venda. Destinado apenas para o circuito urbano, o EC-03 se destaca por conta da tecnologia embarcada, baixo peso e zero emissões de poluentes e ruídos.

Quando se projeta um veículo elétrico alguns fatores são decisivos, como o rendimento, autonomia e desempenho. Buscando melhorar todos estes itens, a marca japonesa apostou no baixo peso do conjunto. O scooter pesa apenas 56 kg, 30% mais leve que um veículo similar com motor a combustão de 50cc. Isso graças ao seu projeto moderno, design esguio e a utilização de liga de alumínio na confecção do chassi.

As dimensões reduzidas também colaboram, são apenas 1.565 mm de comprimento total e 600 mm de largura. Desse modo, a pequena scooter pode ser transportada facilmente em picapes ou vans. Na hora de estacionar basta apenas travar o veículo com a chave, como em qualquer outra motocicleta.
Toda a ergonomia oferecida pelo banco, guidão e pedaleiras foi projetada para uma posição relaxada e confortável. A altura do banco é de apenas 745 mm.

Fácil de pilotar

A praticidade também não foi esquecida no projeto, basta virar a chave e acelerar. O painel digital em LCD mostra a velocidade, distância e capacidade da bateria.  Para alimentar o motor existe uma bateria de 50 volts, de íon-lítio sob o banco individual. O piloto pode escolher entre dois modos de funcionamento, o “Standard” que usa um modo padrão de entrega de potência e o “Power”, onde a potência máxima é liberada.

Segundo a Yamaha, o EC-03 pode percorrer até 46 km de distância mantendo uma velocidade de 30 km/h em piso plano. Usando o modo “Standard” cada carga tem autonomia média de 30 km. A distância cai para 20 km caso seja usado o modo “Power”.

Para carregar não existe segredo, basta usar o cabo sob o banco e plugar a scooter em uma tomada comum. Um sistema de segurança impede o funcionamento do EC-03 quando ligado na tomada. A carga completa da bateria leva em média 7 horas.

O nome EC-03 vem de eletric commuter enquanto que o numeral 03 indica a terceira geração do projeto, entretanto a primeira a ser vendida – na Itália vai custar 2.390 Euros, cerca de R$ 5.400. Logo é de se esperar que em breve a gama de motos elétricas da marca se amplie. A nova scooter pode não acelerar como a R1 ou atravessar desertos como a Ténéré, mas cruza a cidade de moto prático, econômico e de bem com o meio ambiente.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Honda faz recall para motos XRE 300 e CRF 230F

DER inicia fiscalização de velocidade na Grande SP

Ducati e Universidade de Bolonha assinam parceria

Padre motociclista faz missa para os motociclistas

Linha 2016 da Yamaha V-Max chega ao país por R$ 130 mil

Confira as fotos do BMW Motorrad Days 2015

Abraciclo apoia Festival do Consorciado Contemplado

Honda anuncia o lançamento da Africa Twin na Europa

Faça o seguro de sua moto e ande com mais segurança

Yamaha Ténéré 250 muda para 2016 e vira Flex

Supermotard elétrica da KTM é lançada na Europa

BMW S 1000 XR esbanja no apelo aventureiro

Confira as fotos do BMW Motorrad Days 2015

Linha 2016 da Yamaha V-Max chega ao país por R$ 130 mil


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras