moto.com.br

Publicidade:

Acontece

Yamaha do Brasil apresenta modelos 2011

04 de February de 2010
Compartilhe este conteúdo:

Roberto Brandão Filho

Nesta terça feira, dia dois de fevereiro, a Yamaha Motor do Brasil convidou jornalistas de todo o país para apresentar três novos modelos de sua linha 2011: a Crypton 115cc nas versões ED (com partida elétrica) e K; a YS Fazer 250; e o modelo XJ6 em duas versões, a semi-carenada (F) e a naked (N).

Começando por baixo

O modelo 2011 da Yamaha Crypton marca a volta desta CUB de baixa cilindrada ao mercado brasileiro depois de cinco anos fora das concessionárias, mas como se espera, com várias modificações.  As mudanças começam pela capacidade do motor, que aumentou 10cc desde o último modelo fabricado em 2004.

Com foco nas classes C e D, a CUB da marca japonesa chega ao mercado num preço um pouco inferior a sua concorrente direta. A versão K terá valor sugerido de R$ 4.550,00 e chega nas concessionárias no final de fevereiro, enquanto a versão ED, com preço sugerido de R$ 5.200,00, chega no final de março.

O grande lançamento

A nova Yamaha YS Fazer 250 modelo 2011 chega para tentar solucionar um problema que se agravou com a chegada da concorrente Honda CB 300R: o desenho ultrapassado que acompanha o modelo desde seu lançamento em 2005.

Com pequenas modificações em seu design, a nova Fazer 250 se inspira no desenho dos modelos mais esportivos da marca dos diapasões. Ganhou um novo painel de instrumentos, com visor de cristal líquido, rabeta ascendente com lanterna triangular em LEDs (muito parecida com a da superesportiva YZF-R1). A moto adotou nova alça para a garupa e rodas de liga leve com desenho mais moderno e, diga-se, mais bonito.

O novo modelo manteve o mesmo motor e conjunto equilibrado das versões anteriores, mas com duas grandes diferenças, que segundo a empresa, faziam falta ao consumidor: freio a disco na roda traseira e uma lâmpada do farol mais potente, de 60 watts.

A nova Fazer 250 é perfeita para encarar o trânsito das grandes metrópoles, principalmente por conta da economia, do conforto e da agilidade. A nipônica também pode encarar viagens curtas, já que o banco em dois níveis, com novo revestimento, garante o máximo de conforto.

No conjunto de suspensões, garfo telescópico convencional, na dianteira, e balança monoamortecida, na traseira. Ambas com 120 mm de curso. Porém, na versão 2011, a Fazer ganhou novo link com rolete entre o amortecedor e a balança traseira. Segundo a marca, para deixar o conjunto mais macio e estável.

O câmbio de cinco velocidades continua oferecendo engates rápidos e bastante precisos. Não houve mudanças nas relações de marcha e nem da transmissão final.

A motocicleta chega às concessionárias até o fim de fevereiro, com um preço público sugerido de R$ 10.950,00, nas cores preta, vermelha e roxa.

A substituta da FZ6

A XJ6 foi apresentada pela primeira vez no Intermot 2008, o Salão de Motos de Colônia, (ALM), com a proposta de ser uma moto de quatro cilindros em linha de fácil pilotagem. Ela apareceu como uma opção mais tranquila da FZ6, que foi aposentada na Europa e agora também em solo nacional. A nova XJ6 tem como lema a facilidade de condução e conforto, com uma certa dose de esportividade.

Com um design mais atual que a extinta FZ6, a XJ6 herda lembranças de sua antecessora, como farol e painel. Seu motor de 600cc, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, gera 77,5 cavalos de potência a 10.000rpm. Com um torque de 6,1 kgf.m a 8.500, a moto apresenta mais resposta em rotações mais baixas, ou seja, ótima para quem procura agilidade com muita potência dentro das grandes cidades.

O novo modelo tem quadro tubular em aço bastante compacto, e traz o motor como parte integrante (tipo diamante). O escapamento embaixo da motocicleta favorece o centro de gravidade, um dos segredos para a ótima maneabilidade desta moto.

A versão naked, a XJ6N, tem um apelo mais esportivo, com uma posição de pilotagem mais agressiva que sua irmã mais “cheinha”, a XJ6F, e chega nas concessionárias em março nas cores branca e preta, com preço sugerido de R$ 27.500. A versão “F”, que significa Full, traz carenagem integral e cavalete centra, itens importantes para quem quer uma moto para viagens. Somente na cor preta, esta versão também chega ao mercado em março com preço sugerido de R$ 30, 500.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Megacycle promete agitação em Campos do Jordão

Congresso SAE Brasil 2015 aborda evolução das motos

Conheça detalhes do novo motor 160 da Honda CG

ALERTA PÚBLICO

Suzuki V-Strom 650 XT ABS chega por R$ 34.920

Entenda por que o ciclomotor não é mais carroça

Marzocchi vai encerrar suas operações no fim de 2015

Com Jorge Lorenzo, Yamaha lança R3 por 19.990

Yamaha XSR 700 marca onda retro da fabricante japonesa

Triumph lança duas versões da Tiger 800 mais em conta

KTM lança oficialmente Duke 390 no Brasil

Honda anuncia recall no país de quase 12 mil motos

Honda apresenta linha 2016 da CG com motor 160cc

Honda Gold Wing é a moto estradeira de 40 anos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras