moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Yamaha traz NMax para disputar o segmento de scooter

Novo modelo da fábrica japonesa, que deve chegar neste primeiro semestre,tem como destaque o design esportivo e o motor de 15 cavalos

20 de January de 2016
Compartilhe este conteúdo:

Um dos poucos segmentos de duas rodas que experimentou crescimento em 2015 foi o de scooters. O Honda PCX, líder de vendas, teve aumento de vendas na ordem de 10% entre 2014 e 2015 e fechou o ano passado com 22.896 unidades comercializadas. Para abocanhar uma fatia desse mercado a Yamaha lançará no Brasil, ainda no primeiro semestre, o NMax 160, que deverá concorrer diretamente com o PCX.

Quem esteve no Salão Duas Rodas, que aconteceu em São Paulo no ano passado, conferiu de perto as linhas esportivas do NMax que remetem ao irmão maior, o cobiçado TMax de 535 cc. Além disso, tem a aparência de ser um scooter maior por conta da carenagem volumosa e a cobertura sobre o guidão que ajuda a “encorpar” o modelo. Farol com duas lâmpadas e lanternas de LED completam o visual atual.

Prático e Informativo
Seu banco em dois níveis é largo e a abertura é feita pelo acionamento da chave. O espaço sob o banco tem capacidade para 25 litros e comporta bem um capacete integral e alguns pequenos pertences, como a capa de chuva ou uma jaqueta. Para completar, há dois portaobjetos atrás do escudo. 

Seu painel totalmente digital – com tela de LCD – traz computador de bordo e indicador de pilotagem econômica ECO junto com o consumo instantâneo de combustível. Possui também dois hodômetros parciais, relógio e até avisos importantes como a hora de trocar o lubrificante e o desgaste da correria de transmissão. 

O abastecimento do tanque (com capacidade para 6,6 litros de gasolina) é feito no túnel central, onde há uma tampa no padrão aeronáutico e de fácil acionamento. 

Rodas de 13 polegadas com desenho esportivo, forjadas em liga são calçadas com pneu sem câmara (110/70 na dianteira e 130/70 na traseira). O sistema de freios usa discos de 230 mm na frente e atrás e conta com sistema antibloqueio nas frenagens (ABS). A suspensão é tradicional com dois amortecedores na traseira (curso de 90 mm), na dianteira a bengala tem curso de 100 mm. 

Motorização
O monocilíndrico tem 155 cm³, quatro válvulas e refrigeração líquida. Batizado de Blue Core, o propulsor prima pela economia e oferece o sistema variável de controle de abertura de válvulas e pistão forjado. Sua potência máxima é de 15 cv a 8.000 giros e torque máximo de 1,4 kgf a 6.000 rpm.

O scooter NMax é comercializado na Europa na versão 125 cc, porém ele estará a venda na Tailândia em fevereiro com o motor de 155 cc, o mesmo que virá para o Brasil.

 

TEXTO: Cicero Lima/ Agência INFOMOTO 

FOTOS: Divulgação 



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Yamaha YS 125 na Europa tem visual da moto brasileira

Projeto Motostory e Veteran Motorcycle Clube firmam parceria

Indian apresenta nova Roadmaster Classic nos EUA

Hayabusa's Day RS anuncia encontro 2017 em Porto Alegre

Ducati Mooca leva máquinas italianas para Zona Leste

Moto voadora Hoversurf Scorpion-3 vira solução áerea

KTM anuncia lançamento da linha de enduro 2017 no Brasil

Kawasaki Z900 esbanja potência e oferece pouca eletrônica

BMW F 800 GS Adventure aparece com novos recursos

Lego faz BMW R 1200 GS Adventure brinquedo de gente grande

Honda XRE 300 Adventure ganha nova edição especial

KTM 1290 Super Adventure S, pronta para qualquer aventura

Yamaha CRUX Rev tem motor de 110cc e preço de US$ 900

Head Up Display é a tecnologia de informações no capacete


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras