moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Yamaha Racing Team apresenta pilotos e novas motos

29 de April de 2016
Compartilhe este conteúdo:
A Yamaha Motor do Brasil apresentou seu time de pilotos para as disputas de competições importantes nas próximas temporadas, na pista da ASW, em Mogi das Cruzes (SP). A escuderia Yamaha Racing Team também mantém a parceria estratégica com o Grupo Geração, que tem sua base no Estado de Santa Catarina.
 
A filial brasileira da fabricante japonesa anunciou a participação nas modalidades de competições (Off Road, Road e Racing) com os pilotos Carlos Campano, Jean Ramos, Fábio Santos, nos campeonatos de motocross, Ricardo Martins, em provas de Rally, Rafael Paschoalin, nas corridas de estrada, e os irmãos Meikon e Eliton “Ton” Kawakami, nas provas de pista.
 
A marca dos três diapasões também apresentou aos jornalistas e convidados suas novas motos e o seu programa de treinamento básico de Off Road para clientes especiais e frotistas com as robustas motos TT 230R com conteúdos teóricos e práticos que foram desenvolvidos na pista da ASW em clima de descontração e com muitos tombos na terra.
 
Pilotos da MX1
 
Carlos Campano
Moto: Yamaha YZ450F
Data de nascimento: 15 de setembro de 1985
Cidade natal: Sevilha – Espanha
Onde reside: São José – Santa Catarina
 
Curiosidade: Campano, em 2009 fez sua primeira corrida no Brasil, durante o Mundial de Motocross realizado em Canelinha, Santa Catarina. Conquistou aqui um dos grandes resultados de sua carreira, o sexto lugar na categoria MX1 (atual MXGP). Neste ano também venceu o campeonato espanhol de 450. Em 2010 viveu o ápice ao se tornar campeão mundial de motocross na categoria MX3. No fim de 2011, participou de uma prova internacional realizada em Canelinha, SC. Venceu e começou sua história de conquistas no Brasil. Em 2012, mudou-se em definitivo para viver em São José, na Grande Florianópolis e passou a defender as cores da Yamaha Grupo Geração. Se consagrou então campeão brasileiro de motocross e da Superliga Brasil de Motocross, ambos na categoria MX1. Além disso, é vice-campeão do Arena Cross 2012.
 
Principais títulos: Tricampeão brasileiro de motocross (2012, 2014 e 2015), Campeão do Arena Cross Brasil (2014), Campeão Mundial MX3 (2010), Multicampeão espanhol de motocross...
 
Jean Ramos
Moto: Yamaha YZ450F
Data de nascimento: 28 de fevereiro de 1989
Cidade natal: Curitiba, Paraná Cidade
onde mora: Curitiba, Paraná
 
Curiosidade: Está na equipe Yamaha desde 2015. Em janeiro daquele disputou o AMA Supercross, nos Estados Unidos, defendendo as cores do time azul. Ao voltar para o Brasil, foi vice-campeão brasileiro de motocross e de Arena Cross. Representante do Brasil no Motocross das Nações em duas oportunidades, é hoje o principal piloto brasileiro em atividade.
 
Principais títulos: Campeão brasileiro de MX2 (2011), Campeão brasileiro de supercross Campeão do Arena Cross Brasil, Campeão latino-americano de motocross, Multicampeão paranaense de motocross...
 
Piloto da MX2
 
Fabio Santos
Moto: Yamaha YZ 250F
Data de nascimento: 20 de setembro 1996
Cidade natal: Itatiba, São Paulo
Onde reside: Jarinu, São Paulo
 
Curiosidade: Está na equipe desde 2015. Se destaca pela forma arrojada como pilota sua YZ 250F. Representou o Brasil no Motocross das Nações de 2015, na categoria MX2. É favorito ao título do Brasileiro MX em 2016 na classe das 250.
 
Principais títulos: Bicampeão da Superliga Brasil de Motocross (2012 e 2015)...
 
Piloto de Rally
 
Ricardo Martins
Moto: Yamaha WR 250 e YZ 450F
Categoria: Production Aberta no rally cross country
Nascimento: 24 de maio de 1980
Cidade natal: Florianópolis, Santa Catarina
Cidade atual: Palhoça, Santa Catarina
 
Curiosidade: Desde 2013 Ricardo Martins compete pelo time Yamaha Grupo Geração. Com 35 anos é um dos principais pilotos de rally do Brasil. O catarinense é o atual campeão brasileiro da modalidade e acumula participações em grandes competições internacionais, como o Rally dos Sertões e o Baja Portalegre 500, além de ter em sua estante o troféu do campeonato brasileiro de rally baja e outras competições como Rally Baja Jalapão 500, RN 1500, Rota SC, entre outros. Sua meta é vencer os campeonatos nacionais em 2016 e participar do Rally Dakar em 2017.
 
Principais títulos: Campeão brasileiro de rally baja (2015), Campeão do Rally Jalapão 500, Campeão do RN 1500, Campeão do Rally Rota SC...
 
PILOTOS SATÉLITES
 
MX2
 
Pepê Bueno
Moto: Yamaha YZ 250F
Data de nascimento: 11 de julho de 1997
Cidade natal: Cornélio Procópio, Paraná
Onde reside: Curitiba, Paraná
 
Principais títulos: Campeão do Arena Cross Brasil (2009) e do Paranaense de Motocross nas categorias MX1 e MX2 (2015)...
 
RALLY
 
Daniel Crema
Moto: Yamaha WR 250
Nascimento: 3 de setembro de 1979
Cidade natal: Criciúma, Santa Catarina
Cidade atual: Criciúma, Santa Catarina
 
Principais títulos: campeão do Rally dos Sertões na categoria Marathon e tricampeão catarinense de enduro, bicampeão da Copa ASCPE, pentacampeão da Copa Sul,  heptacampeão da Copa MTC...
 
YAMAHA RACING TEAM – PIKES PEAK
 
Rafael Paschoalin
 
Depois de estabelecer um marco no motociclismo mundial e nacional como primeiro piloto brasileiro no TT Isle of Man, uma das competições mais tradicionais e perigosas do globo, o piloto Rafa Paschoalin, 32, se prepara para uma subida de montanha extrema.
 
Profissional dos esportes a motor, Paschoalin, será o primeiro brasileiro – mais precisamente o primeiro piloto latino americano, a participar do Pikes Peak International Hill Climb, também conhecida como Corrida Para as Nuvens, que acontece dia 28 de junho em Colorado Springs, nos Estados Unidos. Essa é a segunda corrida mais antiga dos Estados Unidos, que acontece desde 1916 e neste ano comemora 100 anos, perdendo apenas para Indianápolis (1909). Nesse último século o traçado original, com cerca de 20 km e 156 curvas começou sem pavimento e por muitos anos foi misto: asfalto e terra, e desde que foi 100% pavimentada passou a acumular uma avalanche de recordes. A subida tem 156 curvas e esse ano, a competição comemora 100 anos.
 
Paschoalin irá para a disputa com uma Yamaha MT-07. A possibilidade de usar a MT-07 surgiu este ano, com a mudança do regulamento para essa edição, que a partir de agora não aceita mais motocicletas com semiguidões, ou seja, apenas motos que tenham originalmente o guidão sobre a mesa são aceitas. Além do guidão plano, a MT-07 é bastante equilibrada na distribuição de peso com motor pendurado como elemento estrutural do chassi, apresentando uma geometria e centralização de massa que resulta em leveza nas mudanças de direção e ciclística invejável.
 
Mas o que melhor a define, como The Dark Side of Japan é seu motor bicilindrico crossplane de 689 cc e 74,8 CV. Leve e compacto entrega torque em baixas e médias velocidades, sem perder em alta - elasticidade, contribuindo nas retonadas o que em conjunto com o escalonamento do câmbio de seis velocidades faz da MT-07 a escolha certa para alcançar às nuvens. Além de superar os efeitos da altitude no PPIHC, onde os pilotos largam a mais ou menos 2300 m de altitude e cruzam a linha de chegada a mais de 4300 m, onde o ar rarefeito castiga máquinas e pilotos.
 
YAMAHA RACING TEAM ON-ROAD – R3 CUP E SUPERBIKE MULTIMARCAS 300cc
 
Meikon Kawakami e Ton Kawakami
 
O maior campeonato de motovelocidade das Américas, o SuperBike Brasil terá uma novidade e tanto para a temporada deste ano, a Yamaha R3 Cup. A intenção é aumentar a inclusão de pilotos iniciantes na categoria. Na R3 Cup, todos os participantes irão disputar as provas com a bicilíndrica de 321 cilindradas, YZF-R3.
 
Serão oito provas da Yamaha R3 Cup no calendário de 2016. A Yamaha contará com uma equipe oficial para o SuperBike Brasil, participando da também nova categoria, “300 cilindradas Multimarcas”.
 
A equipe conta com dois pilotos que vão dar muito o que falar, os irmãos nipo-brasileiros Ton (15 anos) e Meikon Kawakami (14 anos). Eles voam baixo, Ton foi campeão das 100 milhas de motovelocidade (2014) e Meikon foi campeão brasileiro de 250cc (2014) e além disso disputa em 2016, juntamente com a competição no Brasil, a Moriwaki Cup na Europa (uma das categorias de acesso à MotoGP).
 
Motos Yamaha - preços e condições 
 
TT-230R 
A TT-R 230 tem motor 4 tempos, 230 cc, freio dianteiro a disco, partida elétrica, suspensão traseira com link, cores e grafismos inspirados nos modelos internacionais de competição. Ideal para trilha e lazer. 

É equipada com motor monocilíndrico, quatro tempos de 230 cc, OHC, refrigerado a ar e com duas válvulas no cabeçote, que fornece torque e potência em ampla faixa de utilização para o off road.

As rodas têm 21 polegadas na dianteira e 18 polegadas na traseira, ambas em alumínio. O freio dianteiro é a disco enquanto que o traseiro é a tambor. O propulsor "respira" por meio de um filtro de ar úmido alojado em uma caixa de maior tamanho, projetada de forma a impedir a aspiração de poeira principalmente em trilhas. 

Preço publico sugerido: R$ 13.040 mais frete

XTZ125
A XTZ 125 E tem suspensão Active Monocross, roda dianteira de 21 polegadas, baixo custo de manutenção, economia de combustível, freio a disco, partida elétrica, motor 125cc e design que segue os demais modelos Off Road da Yamaha. A XTZ 125E tem corta-corrente e trava na chave, proporcionando mais segurança e comodidade no dia-a-dia.

Assento Off-Road, posição de pilotagem e funcionamento do motor com respostas rápidas, o que garante mais prazer na hora de pilotar. Exclusivo sistema Active System, que elimina os links da suspensão convencional, diminui o peso e facilita a manutenção.

Preço publico sugerido: R$ 8.800 mais frete

XTZ 250 LANDER
Além do forte apelo off-road, alusivo aos modelos de competição da Yamaha, a Lander 250cc conta com a nova geração do sistema BlueFlex, que permite abastecer a motocicleta com gasolina, etanol ou com a mistura dos dois combustíveis. O estilo trail com disposição para encarar terrenos desafiadores, já impresso no DNA dos modelos da Yamaha, é a característica mais marcante da Lander 250. A nova Lander 250 é equipada com motor monocilíndrico de 249,45 cm³ com comando simples no cabeçote (SOHC) e de arrefecimento misto, uma vez que conta com o auxílio de um radiador de óleo. O motor com pistão forjado e cilindro revestido de cerâmica dispersiva de calor é capaz de gerar até 20,7 cv quando alimentado com gasolina e 20,9 cv com etanol, ambos atingidos a 8.000 rpm. O torque máximo, por sua vez, é de 2,10 kgf.m com etanol e 2,09 kgf.m com gasolina, disponíveis a 6.500 giros.

Preço publico sugerido: R$ 14.990 mais frete

YZF R3 
A Yamaha produz no Brasil o modelo global YZF-R3, que se destaca pelo design e excelente performance. A R3 é equipada com motor de 321cc, 2 cilindros em linha, 4 tempos, DOHC, arrefecimento líquido, 4 válvulas por cillindro e injeção eletronica. Com potência máxima de 42 cv e torque de 3,02 kgfm, motor possui materiais nobres para extrair sua melhor performance com menor peso, menos vibração, mais conforto e melhor dissipação de calor, com os pistões forjados em alumínnio e o cilindro com a tecnologia DiASil Yamaha, fabricado com 80% de alumínio e 20% de Silício. Dispnível nas versões STD e ABS, a R3 possui freios a disco nas duas rodas rodas, sendo o dianteiro flutuante de 298 mm e o traseiro com 220 mm de diâmetro.

Preço público sugerido: R$ 21.390 (frete incluso) Condição de 20% de entrada + 12X sem juros de R$ 1.499 ou 24X de R$ 846 com taxa de 0,99% a.m. 

Para participar do SBK Brasil há condição exclusiva - motos subsidiadas com desconto para pilotos da categoria no e-mail atendimento@superbike.com.br ou (11) 5641-4166.

MT-07
A MT-07 se destaca pelo design singular e agressivo, performance e tecnologia de ponta, altas características da família MT. Uma naked que exibe força e linearidade com seus dois cilindros, proporcionando facilidade de pilotagem, graças ao excelente torque, resultando em agilidade, diversão e esportividade. O compacto e potente motor, proporciona alta performance, enquanto o peso reduzido e a massa centralizada combinam perfeitamente, garantindo agilidade e facilidade na hora da pilotagem.

Desenvolvido especialmente para a MT-07, o motor DOHC quatro tempos com dois cilindros em linha, baseado na tecnologia Crossplane, conta com refrigeração líquida, quatro válvulas por cilindro, sendo 8 válvulas no total, e 689 cilindradas que alcançam 74,8cv atingidos a 9.000 rpm e torque de 6,9 kgfm a 6.500 rpm. O conceito Crossplane - utilizado em outras motocicletas Yamaha, inclusive na motocicleta campeã do MotoGP, a M1 - foi pensado para melhorar o torque e entrega de potência do motor.

Preço público sugerido: R$ 29.158,00 (frete incluso) Condição entrada de 30% + 12X sem juros de R$ 1.775 ou 36X de R$ 729 com taxa de 1,17% a.m.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Moto impressa em 3D tem motor da Kawasaki H2

Ducati tem nova tabela de preços para dezembro no Brasil

Yamaha MT-07 conta com novas cores para 2017

Mercado: Venda de motos cresce 13,27% em novembro

Detran.SP: Permissão internacional pode ser solicitada online

Manutenção correta do freio é sinônimo de segurança na moto

Honda CRF 1000L Africa Twin ganha ainda mais apelo Off Road

BMW apresenta a aventureira compacta G 310 GS

Mudanças deixam Yamaha MT-09 mais radical para 2017

Suzuki V-Strom 250 2017 mostra a cara no Salão de Milão

Yamaha promete inusitada Ténéré 700 para 2018

Honda CRF 1000L Africa Twin chega nas lojas a partir de R$ 64.900

Honda revela nova custom Rebel 500 nos Estados Unidos

Ducati barbariza com novos modelos da linha 2017


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras