moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Triumph comemora um ano como marca brasileira

06 de November de 2013
Compartilhe este conteúdo:

A Triumph Motorcycles Brazil, a 10ª subsidiária da marca no mundo, que gerou investimentos de quase R$ 20 milhões no País, está completando nesse dia 6 de novembro um ano de operação no mercado brasileiro, superando as expectativas iniciais e com planos de atingir um crescimento ainda maior em 2014.

Neste período, a marca ampliou bastante as opções de motocicletas para o consumidor brasileiro, investiu na planta de Manaus (AM) e aumentou significativamente a produção local, inaugurou sete concessionárias, criou o programa de relacionamento Triumph Riding Experience, ganhou prêmios de prestígio e ainda ultrapassou suas metas de vendas.

“Foi um ano de muito sucesso para a marca no mercado brasileiro. Estamos estabelecendo a base para um crescimento ainda mais significativo e consistente no País a partir de 2014”, afirma Marcelo Silva, gerente geral da Triumph Motorcycles Brazil.

De acordo com o executivo, as vendas de motocicletas Triumph no País deverão chegar a cerca de 2.500 unidades até dezembro, cerca de 20% acima das estimativas iniciais. No ano que vem, a previsão é atingir um volume de 3.500 motocicletas. “Com este volume, o Brasil será o quinto maior mercado do mundo para a marca, perdendo apenas para Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha e França”, revela.

Uma das explicações para o rápido crescimento da marca no mercado nacional e a boa aceitação do consumidor é o investimento permanente da marca em novos produtos. É o estilo Triumph de expandir seus negócios pelo mundo todo. A empresa iniciou sua atuação no Brasil com seis motocicletas em novembro de 2012 (Tiger 800XC, Tiger Explorer, Bonneville T100, Thunderbird Storm, Speed Triple e Rocket III Roadster), lançou mais dois modelos em junho de 2013 (Daytona 675R e Street Triple 675) e, recentemente, no Salão Duas Rodas, surpreendeu o mercado ao apresentar sete novas motocicletas que em breve também estarão à venda.

Das novidades expostas no Salão, já está disponível na rede Triumph o modelo Street Triple 675R. Na próxima semana serão iniciadas as vendas da Tiger 800, pelo preço de R$ 35.900,00. Os próximos lançamentos serão: Explorer XC (dezembro), Trophy (janeiro), Thruxton e Daytona 675 (ambas em março) e Tiger Sport (maio). “Assim, nossa gama inicial será ampliada de seis para 15 motocicletas num curto espaço de tempo”, destaca Silva.

O rápido crescimento da rede de concessionárias Triumph no País foi outro fator decisivo para a evolução das vendas. A empresa já conta com sete concessionárias em operação, em São Paulo (SP), Curitiba (PR), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Brasília (DF) e Belo Horizonte (MG). Ainda neste mês será inaugurada a revenda de Florianópolis (SC) e uma segunda concessionária na capital paulista. Além disso, já estão previstas mais seis distribuidores nas cidades de Campinas (SP), Recife (PE), Salvador (BA), Goiânia (GO), Cuiabá (MT) e Campo Grande (MS). Todas elas serão abertas ainda no primeiro semestre do próximo ano.

Como resultado de todo este trabalho, a fábrica da Triumph em Manaus vem sendo ampliada, para atender à demanda nacional e para a produção dos novos modelos que estão chegando. Atualmente, das nove motocicletas já à venda no Brasil, somente três são importadas diretamente – Rocket III Roadster, Thunderbird Storm e Tiger Explorer. No entanto, também este último modelo passará a ser montado em Manaus, tendo o seu preço reduzido de R$ 62.900 para R$ 54.900, aumentando bastante a sua competitividade. Dos novos modelos, apenas a Trophy não será montada em Manaus.

A fábrica brasileira da Triumph está localizada em um condomínio industrial, ocupando uma área de 2.000 m². Sua capacidade atual de produção é de 5.000 motocicletas por ano. A unidade vem ampliando continuamente seu ritmo de trabalho desde o início das suas operações, em outubro de 2012. A unidade conta, aproximadamente, com 50 profissionais e deverá chegar a 90 trabalhadores até janeiro de 2014.

A marca também lançou, em outubro, a coleção Primavera/Verão de roupas e objetos pessoais, com cerca de 180 novos itens, entre jaquetas, calças, camisetas, coletes, moletons, luvas, botas e gravatas, entre outras opções. Até dezembro, as vendas desta linha deverão gerar um faturamento em torno de R$ 1,5 milhão nas concessionárias.

Até o final deste mês de novembro, a marca vai lançar mais 150 itens que compõem a coleção Outono/Inverno. A montadora também intensificou a comercialização de acessórios para motocicletas. As revendas contam hoje com cerca de 320 itens, que deverão responder por um faturamento de R$ 1 milhão até dezembro.

Fotos: Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Moto impressa em 3D tem motor da Kawasaki H2

Ducati tem nova tabela de preços para dezembro no Brasil

Yamaha MT-07 conta com novas cores para 2017

Mercado: Venda de motos cresce 13,27% em novembro

Detran.SP: Permissão internacional pode ser solicitada online

Manutenção correta do freio é sinônimo de segurança na moto

Honda CRF 1000L Africa Twin ganha ainda mais apelo Off Road

BMW apresenta a aventureira compacta G 310 GS

Nova Honda CBR 1000RR SP é puro sangue em rédea curta

Mudanças deixam Yamaha MT-09 mais radical para 2017

Suzuki V-Strom 250 2017 mostra a cara no Salão de Milão

Honda CRF 1000L Africa Twin chega nas lojas a partir de R$ 64.900

Yamaha promete inusitada Ténéré 700 para 2018

Honda revela nova custom Rebel 500 nos Estados Unidos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras