moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Será que vem para o Brasil?

22 de May de 2014
Compartilhe este conteúdo:

Paulo Souza

O mercado de motos no Brasil segue quente, apesar do número de vendas em 2013 ter caído, o segmento de motos de alta cilindrada segue bem e vem em uma crescente. Isso faz os olhos de todo o mundo se voltar para nosso país, um exemplo é a chegada recente de grandes marcas, como a Triumph, Ducati, Benelli, entre outras.

Diversos lançamentos de motocicletas que foram reveladas nos dois últimos anos já desembarcaram no Brasil e alguns ainda estão nos sonhos dos motociclistas brasileiros. É o caso de várias motocicletas de grandes marcas atuantes no Brasil como Honda e Yamaha, que ainda não enxergaram o interesse do público em vários de seus modelos.

Reunimos diversas motos que ainda não são comercializadas no Brasil, porém, com grande potencial para obter sucesso em diversas categorias. Não selecionamos algumas marcas que já anunciaram a vinda de mais modelos como, por exemplo, Ducati e também a KTM, que anunciou parceria com a Dafra e logo chegará ao Brasil.

Confira um pouco mais detalhes dos modelos selecionados abaixo e deixe sua opinião sobre a chegada destas motos no mercado brasileiro.

Esportivas

Honda CBR 1000RR SP

Foi o modelo apresentado pela Honda no último Salão de Milão, é basicamente a mesma CBR 1000RR Fireblade, porém com poucas melhoras para as pistas. Sua suspensão dianteira é invertida da marca Öhlins, freios com pinças Brembo monobloco e assento monoposto. Na Europa começou a ser comercializada no início deste ano com pintura tricolor inspirada nas competições de motovelocidade. Motor: 999,8 cm³, 4 cilindros. Potência: 178 cv Peso: 210 kg

 Honda CBR 650F

Também apresentada no Salão de Milão, este modelo é totalmente novo e derivado da naked CB 650F, outro lançamento da marca, que compartilham o mesmo chassi e motor. Ela possui características semelhantes da antecessora CBR 600F, confortável e equilibrada. Motor: 649 cm³, 4 cilindros. Potência: 87 cv Peso: 211 kg

  Yamaha YZF-R6

Mesmo não tendo nenhuma atualização desde 2008, a esportiva de média cilindrada da Yamaha ainda é bastante desejada pelo público brasileiro. Seu destaque é o alto apelo esportivo e o ótimo comportamento nas pistas. Mesmo com falta de rotações em baixos giros, seu motor ultrapassa os 120 cv de potência máxima. A R-6 recebeu novas cores durante a comemoração do 50º aniversário da marca em pistas. Motor: 599 cm³, 4 cilindros. Potência: 123,7 cv Peso: 189 kg

  Naked

Honda CB 650F

Assim como outros modelos a Honda apresentou esta moto no Salão de Milão e chegou gerando muita polêmica. Aqui no Brasil ela está sendo chamada de nova Hornet, porém, para a marca ela é apenas a CB 650F. Teoricamente seria a substituta na naked conhecida mundialmente por seu apelo esportivo, no entanto, apesar de maior cilindrada a moto é muito mais calma. Ela recebeu chassi em dupla viga de aço e teve seu motor modificado para adequasse as emissões de poluentes na Europa, ele agora passa a ter 87 cv. Motor: 649 cm³, 4 cilindros. Potência: 87 cv Peso: 206 kg

 MV Agusta Brutale 675

Esta é a versão naked da tricilíndrica esportiva F3. Seu motor rende 115 cv de potência e conta com a possibilidade de alterar seu mapa de potência, além de ter oito opções de controle de tração. Toda esta configuração agrada e atinge um bom público que busca esportividade e potência em modelos nakeds um pouco mais confortáveis. Motor: 675 cm³, 3 cilindros. Potência: 115 cv Peso: 163 kg

  Yamaha FZ-08

A esportividade desta naked é o seu ponto forte. Ela é equipada com o mesmo motor da superesportiva R1, porém, redimensionado para o uso diário, com melhores respostas em baixas e médias rotações. Sempre foi um sucesso por onde passou, mas infelizmente nunca chegou oficialmente ao Brasil, só através de importação. Motor: 779 cm³, 4 cilindros. Potência: 106 cv Peso: 211 kg

  Yamaha MT-07

Apresentada também no Salão de Milão esta naked chama a atenção pelo seu motor bicilíndrico de 689 cm³, econômico e de fácil condução. Este modelo é a porta de entrada no segmento de motos de alta cilindrada da Yamaha e possui bengalas convencionais de 41 mm na dianteira e 130 mm de curso. Na traseira sua suspensão é do tipo Monocross progressivo, com amortecedor lateral. Motor: 689 cm³, 2 cilindros. Potência: 75 cv Peso: 179 kg

 Yamaha MT-09

A primeira motocicleta da marca com motor de três cilindros foi a aposta da Yamaha para modelos de média/alta cilindrada, que está em alta no mercado. Seu destaque é a versatilidade, ótimo desempenho e prazer em pilotar, que lembra muito uma supermotard, apesar de ser classificada como naked. Seu baixo peso e boa potência contribuem para uma tocada mais radical. Motor: 847 cm³, 3 cilindros. Potência: 115 cv Peso: 188 kg

  Touring

Honda Gold Wing F6B

É uma versão mais simples da Gold Wing, modelo de luxo para enfrentar grandes viagens. Segundo a Honda um modelo mais atraente para o público jovem. Em relação à versão convencional ela está mais leve e com a altura do assento reduzida, e herdou o sistema de som, que chama a atenção no modelo tradicional. Motor: 1832 cm³, 6 cilindros. Potência: 118 cv Peso: 385 kg

  Triumph Sprint GT

Para viajar com conforto e esportividade a Triumph dispõe no mercado europeu a Sprint GT, uma Sport touring equipada com o delicioso motor de três cilindros que te convida a enfrentar a estrada. Seu chassi de alumínio contribui para uma moto mais ágil, assim como o conjunto de suspensão Showa, que mantém um ótimo comportamento durante as viagens. Motor: 1050 cm³, 3 cilindros. Potência: 127 cv Peso: 265 kg

 Yamaha FJR 1300 A

Entre todos os modelos provavelmente a FJR 1300 A seja o que nunca virá para o Brasil. Sua relação peso potência não é das melhores e seu visual não é um dos mais atraentes devido às linhas pesadas. No entanto, na Europa este modelo ainda faz sucesso devido a sua boa forma e robustez do conjunto, mecânica confiável e eficaz. Motor: 1298 cm³, 4 cilindros. Potência: 146 cv Peso: 289 kg

  Trail

BMW F 700 GS

Este modelo foi lançado em 2012 pela marca alemã e veio para substituir a F 650. Entretanto, até hoje não chegou ao Brasil. O modelo ficou muito melhor comparado à última versão e ganhou motor de 798 cm³, igual ao da F 800, porém retrabalhado. O sistema de freios ganhou disco duplo na dianteira e sua pilotagem ficou melhor. Motor: 798 cm³, 2 cilindros. Potência: 76 cv Peso: 186 kg

 Honda VFR 800X

Um segmento que vem crescendo a cada dia é o crossover, motos que reúnem atributos de modelos on e off road. A VRF 800X Crosstourer foi lançada há algum tempo na Europa, porém com a chegada de outros modelos no Brasil como a NC 700X e a CB 500X, dificilmente ela estará rodando em terras brasileiras. Motor: 782 cm³, 4 cilindros. Potência: 100,4 cv Peso: 240 kg

   Yamaha XT 660X

Uma das motos mais vendidas e queridas pelos fãs dos modelos trails no Brasil, a XT 660 nunca teve sua versão motard vendida por aqui. Na verdade muitos acabam adaptando rodas aro 17” com pneus esportivos e outros acessórios para transformar a versão R em supermoto. Na Europa isto não é necessário pois eles comercializam a versão X deste modelo, que já sai de fábrica com todos estes itens. Com certeza seria muito bem vinda e alavancaria as vendas da Yamaha por aqui. Motor: 660 cm³, 1 cilindros. Potência: 48 cv Peso: 186 kg

  Baixa cilindrada

Honda Grom 125

Lançada em 2013 esta pequena moto também é conhecida como MXS 125 em alguns mercados. Inspirada no conceito da Monkey dos anos 1960, esta moto tem muito mais tecnologia, como painel digital e freio a disco nas duas rodas, além de suspensão invertida na dianteira. Seu motor é alimentado por injeção eletrônica e desenvolve 10 cv. Este modelo consegue ser menor que uma Pop 100 comercializada no Brasil. Motor: 124 cm³, 1 cilindros. Potência: 10 cv Peso: 102 kg

 Yamaha WR 250R

Chega ser difícil de compreender por que a WR nunca chegou ao mercado brasileiro, pois potencial e consumidores não iriam faltar. Esta moto possui motor de 250 cc com arrefecimento a líquido, suspensões invertidas com regulagens e freios eficientes. Seu desempenho de 30 cv supera todas as concorrentes que estão no mercado nacional atualmente. Motor: 249 cm³, 1 cilindros. Potência: 30 cv Peso: 133 kg

  Scooter

 Honda SH 300i

Já faz alguns anos que a SH 300i está no mercado europeu, e recentemente ela foi renovada com mudanças principalmente em sua estética. Agora o modelo conta com formas mais angulares e banco de dois níveis em novo formato. No Brasil há um grande mercado para este modelo, seria uma boa para enfrentar a concorrência. Motor: 279 cm³, 1 cilindros. Potência: 26 cv Peso: 167 kg

    Kawasaki J 300

Outra scooter que poderia fazer grande sucesso no mercado brasileiro é a J 300, primeiro modelo deste estilo da marca japonesa revelado no Salão de Milão. O projeto foi em parceria com a Kymco, mas todo design é da Kawasaki, que optou por colocar o espírito esportivo no modelo. Seu motor é refrigerado a líquido e gera potência de 27 cv. Motor: 299 cm³, 1 cilindros. Potência: 27 cv Peso: 191 kg

  Honda Integra 750

Uma moto com estilo de scooter, esta é a Integra, que agora conta com motor de 750 cm³, o mesmo da NC 700 X/S. Seu câmbio possui dupla embreagem, o que permite rodar com modo automático ou sequencial e desenvolve 54 cv de potência. Este modelo futuramente pode chegar ao Brasil, uma vez que possui componentes já produzidos em Manaus. Motor: 745 cm³, 2 cilindros. Potência: 54 cv Peso: 237 kg

 

 

Fotos: Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Honda é a maior vencedora do Prêmio Top Moto 2016

Licenciamento para motos com placa terminada em 0

Moto impressa em 3D tem motor da Kawasaki H2

Ducati tem nova tabela de preços para dezembro no Brasil

Yamaha MT-07 conta com novas cores para 2017

Mercado: Venda de motos cresce 13,27% em novembro

Detran.SP: Permissão internacional pode ser solicitada online

BMW apresenta a aventureira compacta G 310 GS

Mudanças deixam Yamaha MT-09 mais radical para 2017

Suzuki V-Strom 250 2017 mostra a cara no Salão de Milão

Yamaha promete inusitada Ténéré 700 para 2018

Honda CRF 1000L Africa Twin chega nas lojas a partir de R$ 64.900

Honda revela nova custom Rebel 500 nos Estados Unidos

Ducati barbariza com novos modelos da linha 2017


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras