moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Proteção: Airbag sobre duas rodas

04 de June de 2009
Compartilhe este conteúdo:

O deputado do Partido Verde, Dr. Nechar, apresentou o projeto de Lei 4814/09, que estende aos motociclistas o uso obrigatório do colete inflável de proteção (colete “airbag”).

Estatísticas comprovam que o número de acidentes envolvendo motociclistas cresce a cada ano em nosso país, e por isso os deputados querem buscar uma alternativa pra reduzir o número de vítimas nesses acidentes.

Os coletes com air bag para motociclistas foram testados pela Polícia Militar de São Paulo em 2002, um ano depois de chegarem ao Brasil. Feitos de nylon, é resistente ao atrito, pesa 1,2 Kg, e é inflado por um cilindro a gás quando o motociclista cai da moto. O sistema de airbag é acionado quando a conexão do fio conectado no colete e no chassi do veículo se rompe.

O gás infla toda a parte traseira do blusão e a zona do peito, com uma pressão de 3 Kg. Assim o pescoço, a coluna e a zona lombar ficam totalmente protegidas. Ante um impacto oferece uma absorção 38 vezes superior ao de um blusão convencional. Depois de aberto o gás vai perdendo a pressão e em alguns minutos o blusão volta à sua posição inicial.

O colete reduz em até 70% o risco de morte se usado junto do capacete. "Ele protege coluna cervical, tórax, barriga, costas e o cóccix" dizem especialistas.

Na Europa, o produto é vendido por 429 euros. No Brasil, fazendo a conversão, chegará a custar cerca de R$ 2,000 reais, mas provavelmente, modelos mais simples serão lançados com a aprovação da lei. Vamos ver as medidas que serão tomadas por nossos governantes.

O Congresso Nacional decreta:
Art. 1º:  Fica obrigatório o uso de coletes infláveis de proteção
(colete "airbag") para os condutores de motocicletas e veículos similares nas
vias públicas urbanas.
Art. 2º: As Prefeituras, através de seus órgão de fiscalização,
procederão as autuações aos que não observarem o preceituado no artigo
anterior.
Art. 3º: As empresas que exploram a atividade de transporte com
motocicletas ficam responsáveis pela aquisição e fornecimento dos coletes
infláveis de proteção.
Art. 4º: As despesas com a execução da presente Lei correrão por
conta das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.
Art. 5º: Esta Lei entrará em vigor 120 dias a contar da data de sua
publicação.

Sala das Sessões, em 10 de março de 2009.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Consórcio Honda abre espaço em Campos do Jordão

BMW apresenta linha 2017 da F 700 GS e F 800 GS

Yamaha faz recall para a esportiva compacta YZF-R3

Detran.SP orienta sobre mitos da carteira de habilitação

Victory faz bonito com elétrica e protótipo no Pikes Peak 2016

Yamaha lança Factor YBR 125i e Fazer 150 UBS 2017 com novidades

Indian Chief 1947 acompanha gerações e faz história

Yamaha MT-10 é R1 sem roupa, mas com muita personalidade

Yamaha surpreende no estilo arrojado da SCR 950

KTM 1290 Super Adventure traz tecnologia de ponta

Kawasaki anuncia W800 Final Edition na Europa

Suzuki SV650 aparece no estilo e volta às origens

Entrevista: Federico Alvarez e os planos da BMW Brasil

Triumph Tiger Explorer: moto com maior valor de revenda da categoria


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras