moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Opinião do dono: Dafra Next 250 agrada pelo design

Proprietário de uma Dafra Next 250 diz o motivo da sua escolha e dá seu ponto de vista sobre o modelo

13 de October de 2012
Compartilhe este conteúdo:

Nascida a partir de uma parceria entre a brasileira Dafra e marca taiwanesa SYM (Sanyang Industry), a Next 250 chegou às concessionárias em meados de abril. Essa naked de 250 cc é o segundo projeto da Dafra em parceria com a marca taiwanesa. O primeiro modelo resultado dessa aliança comercial foi a scooter Citycom 300i.

Para brigar com a concorrência, a Dafra apostou em alguns diferenciais presentes no modelo Next 250 como: conjunto de freios a disco de série com flexíveis em malha de aço, escapamento de inox, indicador de marcha, câmbio com seis marchas e principalmente no preço atraente. Seu preço de R$ 10.190 é o menor entre as concorrentes da mesma categoria, Yamaha Fazer R$ 11.279 e Honda CB 300R R$ 11.690.

Por causa dessas e outras qualidades a Dafra Next 250 vem conquistando cada vez mais espaço no mercado. Segundo Vanor Henriques Neto, gerente da concessionária Scooterplace, “a Next 250 é um dos modelos mais vendidos pela loja, pois é um produto novo com preço agressivo e de qualidade. Seus itens de fábrica como regulagens do manete de freio, escapamento em inox e aeroquip são pontos interessantes. Vendemos cerca de 12 unidades por mês”, ressalta.

Para o motociclista Jerri Barbosa da Silva, proprietário de uma Dafra Next 250 há cinco meses, o principal motivo da escolha pelo modelo foi o atraente design e o preço, segundo ele “um dos mais baratos”. Ex-proprietário de uma Honda Fan 125, Silva já rodou mais de 7000 quilômetros com a motocicleta e se diz satisfeito com a escolha.

Em uma viagem, Silva perdeu a garantia da motocicleta ao ultrapassou o limite de quilometragem especificada para realizar uma das revisões obrigatórias e, com um problema no velocímetro e no hodômetro que pararam de funcionar, o proprietário da Next 250 não pode realizar o conserto gratuito.

Questionado sobre algum ponto negativo, Silva afirma ter dificuldades para encontrar peças de reposição. Com a pastilha do freio traseiro totalmente gasta, Silva não encontrou a peça de reposição em nenhuma das cinco diferentes concessionárias da marca.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Kibo K150: conheça o lançamento trail para os quenianos

MV Agusta anuncia nova divisão de veículos especiais

Boletim MOTO.com.br - Notícias de motos em 30 segundos (20/05/17)

Yamaha lança nova Factor 150 ED UBS com freios unificados

Orange BH inaugura terceira loja do grupo, a O2BH Yamaha

LifeMotosBr: CBR 600F - As vantagens de uma quatro canecos

Flagra da nova Dafra Apache RTR 200 4V em São Paulo

Nova Yamaha R6 ficou mais radical inspirada na R1

BMW G 310 R começa a ser produzida em Manaus (AM)

Nova Honda CBR 250RR é miniatura de moto de competição

Kawasaki Z 650 ABS é novidade da marca japonesa no Brasil

BMW confirma venda da superesportiva HP4 Race no Brasil

Motos SWM Motorcycles chegam ao Brasil com quatro modelos

Primeira BMW G 310 R é produzida na fábrica de Manaus (AM)


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras