moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Opinião do dono: Dafra Next 250 agrada pelo design

Proprietário de uma Dafra Next 250 diz o motivo da sua escolha e dá seu ponto de vista sobre o modelo

13 de October de 2012
Compartilhe este conteúdo:

Nascida a partir de uma parceria entre a brasileira Dafra e marca taiwanesa SYM (Sanyang Industry), a Next 250 chegou às concessionárias em meados de abril. Essa naked de 250 cc é o segundo projeto da Dafra em parceria com a marca taiwanesa. O primeiro modelo resultado dessa aliança comercial foi a scooter Citycom 300i.

Para brigar com a concorrência, a Dafra apostou em alguns diferenciais presentes no modelo Next 250 como: conjunto de freios a disco de série com flexíveis em malha de aço, escapamento de inox, indicador de marcha, câmbio com seis marchas e principalmente no preço atraente. Seu preço de R$ 10.190 é o menor entre as concorrentes da mesma categoria, Yamaha Fazer R$ 11.279 e Honda CB 300R R$ 11.690.

Por causa dessas e outras qualidades a Dafra Next 250 vem conquistando cada vez mais espaço no mercado. Segundo Vanor Henriques Neto, gerente da concessionária Scooterplace, “a Next 250 é um dos modelos mais vendidos pela loja, pois é um produto novo com preço agressivo e de qualidade. Seus itens de fábrica como regulagens do manete de freio, escapamento em inox e aeroquip são pontos interessantes. Vendemos cerca de 12 unidades por mês”, ressalta.

Para o motociclista Jerri Barbosa da Silva, proprietário de uma Dafra Next 250 há cinco meses, o principal motivo da escolha pelo modelo foi o atraente design e o preço, segundo ele “um dos mais baratos”. Ex-proprietário de uma Honda Fan 125, Silva já rodou mais de 7000 quilômetros com a motocicleta e se diz satisfeito com a escolha.

Em uma viagem, Silva perdeu a garantia da motocicleta ao ultrapassou o limite de quilometragem especificada para realizar uma das revisões obrigatórias e, com um problema no velocímetro e no hodômetro que pararam de funcionar, o proprietário da Next 250 não pode realizar o conserto gratuito.

Questionado sobre algum ponto negativo, Silva afirma ter dificuldades para encontrar peças de reposição. Com a pastilha do freio traseiro totalmente gasta, Silva não encontrou a peça de reposição em nenhuma das cinco diferentes concessionárias da marca.



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Megacycle acontece pela primeira vez em Paraty (RJ)

Kawasaki divulga nova tabela de preços de suas motos no Brasil

"All for Freedom, Freedom for All" é novo mote da Harley

Vídeo: Motociclista sobrevive a queda em abismo nos EUA

Dublê morre em acidente de moto na gravação de Deadpool 2

IPT faz testes com jaquetas com airbags para motociclista

Yamaha XTZ 250 Ténéré com novas cores na linha 2018

Yamaha XTZ 250 Ténéré com novas cores na linha 2018

Dublê morre em acidente de moto na gravação de Deadpool 2

Honda equipa motos CG 160 com freios CBS na linha 2018

Ranking das motos mais vendidas em julho de 2017

Honda anuncia nova CB 190X Tourism em evento na China

Indian renova Scout Bobber, Roadmaster Elite e Springfield Dark Horse

Inglaterra estuda exército no combate ao crime com motos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras