moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Novas Triumph Bonneville 1200cc chegam ao Brasil

Equipadas com novo bicilíndrico arrefecido a líquido, clássicas modernas da Triumph têm preço sugerido a partir de R$ 42.500

13 de May de 2016
Compartilhe este conteúdo:

Renovada dos pés à cabeça para este ano, a linha de clássicas modernas da Triumph agora chega completa ao Brasil. A fábrica anunciou nesta semana o início da pré-venda da Bonneville T 120, Bonneville T 120 Black e Thruxton R nas concessionárias da marca. Equipadas com inéditos motores de dois cilindros e 1200 cc, as novas Bonneville vêm se juntar à Street Twin de 900cc, que começou a ser comercializada em março passado.


A Bonneville T 120, que chega às lojas em julho, e a T 120 Black, com início da venda prometida para setembro, exaltam o estilo clássico do modelo mais famoso da Triumph e terão preço sugerido de R$ 42.500. Já à nova Thruxton R, versão top de linha, remete ao passado da marca nas pistas de corrida e irá custar salgados R$ 55.000. “Uma gama mais ampla, focada em públicos distintos, deverá aumentar a participação da linha de clássicas modernas nas vendas mundiais da Triumph que hoje são de 55.000 motos ao ano”, acredita Paul Stroud, diretor de vendas e marketing da Triumph. As atuais Bonneville e Thruxton, equipadas com motor arrefecido a ar de 865 cc, irão sair de linha. 

Além dos novos bicilíndricos, alimentados por injeção eletrônica com acelerador “ride-by-wire” e arrefecimento líquido, a eletrônica embarcada, que vai de freios com sistema ABS, passando por controle de tração e modos de pilotagem, é outra grande novidade das reformuladas Bonneville. Conheça mais detalhes dessas charmosas clássicas modernas.

Bonneville T 120 e Bonneville T 120 Black
Com o estilo atemporal da icônica Bonneville lançada em 1959, a T120 é a versão mais clássica entre os novos modelos e tem rodas raiadas, farol e saída dupla de escapamento cromadas, com o visual típico da primeira Bonneville lançada em 1959. A versão “Black” se diferencia por ter diversas peças pintadas em preto e um ar de moto customizada, mas com a mesma base mecânica. 

A grande novidade é o motor de dois cilindros com 1.200 cc com refrigeração líquida. Chamado de “high torque” pela Triumph produz 80,2 cv de potência máxima a 6.550 rpm, mas são os 10,71 kgf.m de torque máximo a 3.100 giros seu grande diferencial. Equipadas com acelerador eletrônico, os dois modelos T120 trazem ABS, controle de tração e três modos de pilotagem de série.

Na parte ciclística, as Bonnie T120 são montadas sobre um quadro berço tubular em aço com garfo telescópico convencional com 120 mm de curso na dianteira e sistema de duplo amortecimento na traseira, com os mesmos 120 mm de curso, porém com ajuste na pré-carga da mola. O conjunto de freios usa disco duplo de 310 mm com pinça de dois pistões, na roda dianteira aro 18; e um disco de 255 mm e pinça dupla, na roda traseira aro 17. O peso (a seco) de ambas as versões da Bonneville T120 é de 244 kg e o tanque tem capacidade para 14,5 litros. 

Ambas têm preço sugerido de R$ 42.500. A Bonneville T120 chega às lojas em julho em três opções de cores: vermelho metálico, vermelho e prata e preta e branca. Já a Triumph T120 Black pode ser comprada em duas cores: preta metálica e grafite fosco.

Thruxton R
Diferentemente de outros mercados, a Triumph trouxe para o Brasil apenas a versão topo de linha de sua café racer, a Thruxton R, que chega às lojas em julho. Apesar de o motor ter a mesma arquitetura de dois cilindros paralelos com 1.200 cc como nas T 120, o virabrequim, a engrenagem volante e o mapeamento da Thruxton R privilegia a potência: são 97,8 cv a 6.750 rpm e com mais torque, 11,4 kgf.m a 4.950 rpm. 

Seu estilo vai agradar quem curte as motos antigas de corrida: dois semiguidões inclinados para baixo, com os espelhos retrovisores na extremidade, e uma posição de pilotagem mais esportiva. A versão R conta com garfo telescópico invertido na dianteira, sistema bichoque com amortecedores a gás na traseira e pinças de freio monobloco, que geralmente equipam superesportivas. A Thruxton R usa rodas raiadas de 17 polegadas calçadas com pneus Pirelli Diablo Rosso Corsa, nas medidas 120/70, na dianteira, e 160/60 na traseira. 

Como os demais modelos da linha Bonneville, a Thruxton R tem um completo pacote eletrônico: freios ABS, controle de tração, embreagem deslizante assistida, imobilizador do motor e três modos de pilotagem. Conectado ao sistema ride-by-wire, as três opções de seleção do modo de pilotagem (“estrada”, “chuva” e “esportiva”) contribuem para uma pilotagem mais segura. 

O estilo café-racer, o motor mais potente e o sofisticado conjunto ciclístico elevam o preço final sugerido da Triumph Thruxton R para R$ 55.000. A mais esportiva da nova linha Bonneville chega às lojas também em julho em duas opções de cores: vermelho e prata.



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Linha Sportster da Harley-Davidson completa 60 anos

Megacycle acontece pela primeira vez em Paraty (RJ)

Kawasaki divulga nova tabela de preços de suas motos no Brasil

"All for Freedom, Freedom for All" é novo mote da Harley

Vídeo: Motociclista sobrevive a queda em abismo nos EUA

Dublê morre em acidente de moto na gravação de Deadpool 2

IPT faz testes com jaquetas com airbags para motociclista

Yamaha XTZ 250 Ténéré com novas cores na linha 2018

Dublê morre em acidente de moto na gravação de Deadpool 2

Ranking das motos mais vendidas em julho de 2017

Honda anuncia nova CB 190X Tourism em evento na China

Honda equipa motos CG 160 com freios CBS na linha 2018

Inglaterra estuda exército no combate ao crime com motos

Indian renova Scout Bobber, Roadmaster Elite e Springfield Dark Horse


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras