moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Moto Guzzi California: Uma imponente custom italiana

02 de January de 2015
Compartilhe este conteúdo:

Carlos Bazela

Uma moto custom já não é mais apenas uma custom. Divididas em nichos específicos elas agora buscam agradar diversos perfis de motociclistas. Há quem goste dos modelos mais clássicos e os que preferem uma moto mais sóbria, com cores mais escuras e acabamento fosco. Pensando nisso, a Moto Guzzi, marca pertencente ao grupo italiano Piaggio, apresentou duas versões da imponente California 1400 no último Salão de Motos de Milão (ITA). Batizadas de Audace e Eldorado, os novos modelos apostam em visuais “muscle bike” e “retro”, respectivamente, para fisgar o motociclista que busca mais do que uma reles “estradeira”. Aliás, as motos contam com boa dose de tecnologia embarcada: três modos de pilotagem, controle de tração e piloto automático (cruise control).

Com linhas mais clássicas, a Eldorado é uma homenagem à California 850, modelo que fez sucesso nos Estados Unidos na década de 1970. Os para-lamas longos e curvados, bem como as lanternas e piscas redondos, dão aspecto semelhante às custom de antigamente. Característica reforçada pelas linhas no tanque e nas laterais e pelas faixas brancas nos pneus aro 16’’. O toque de modernidade da moto é concedido pelo farol poligonal com LEDs de iluminação diurna, vindo da atual geração da California 1400.

Para a Moto Guzzi, mais do que um modelo retrô, a Eldorado precisava ser a personificação do espírito estradeiro. Portanto, o mais confortável possível. Sendo assim, a marca investiu em largas plataformas para apoiar os pés dos motociclistas, um assento a apenas 724 mm de altura do solo e um guidão aberto do tipo “chifre de boi”, para que os braços fiquem descansados na direção. O investimento em ergonomia é para encorajar o piloto a aproveitar um passeio de, pelo menos, 300 km. Já que esta é a autonomia oferecida pelo tanque de 21 litros de capacidade, de acordo com a marca.

Dark custom italiana
Já na Audace, a marca de Mandello del Lario resolveu focar no estilo dark, que cada vez mais ganha adeptos entre os fãs de custom. Principalmente os mais jovens. Sendo assim, nada de itens cromados e elementos clássicos presentes na clássica Eldorado. O mesmo vale para os pneus, com rodas pintadas totalmente em preto e com medidas maiores na traseira (200/66). Totalmente pintada na cor preta fosca, a Moto Guzzi Audace abre mão do tom escuro apenas na opção com o tanque em vermelho.

Na dianteira, um simples farol redondo sem firulas faz a diferença entre outras versões da custom italiana. Já os escapes mais curtos e um discreto spoiler protegendo o radiador de óleo abaixo do quadro conferem um ar mais esportivo ao modelo. Sem preocupação com o retrô, as lanternas traseiras da Audace são as mesmas modernas e estilosas colunas de LED da California convencional.

Criada para os motociclistas que apreciam uma tocada mais agressiva, o modelo de aspecto sinistro traz pedaleiras esportivas e um guidão no estilo dragbar, que exige braços esticados ao pilotar e, no caso de pilotos com estatura menor, o corpo mais inclinado para frente. O assento está na mesma altura (740 mm) do modelo standard e tem desenho semelhante, mas sem garupa.

Bicilíndrico transversal
Mesmo diferentes em visual e público, ambas as versões da California 1400 partilham o mesmo propulsor de dois cilindros em “V” a 90º de 1.380 cm³ de capacidade montado de maneira transversal em relação ao corpo da moto. Uma marca registrada nos modelos da Moto Guzzi. O motor com refrigeração mista ar/óleo é capaz de gerar até 96 cv de potência a 6.500 rpm, enquanto o impressionante torque máximo de 12,3 kgf.m já está disponível nos 2.750 giros. O câmbio é de seis velocidades.

Para fazer com que tanta força chegue à roda traseira, tanto a Audace como a Eldorado utilizam o eixo-cardã na transmissão final. Ainda que apresentem algumas diferenças na ergonomia, a ciclística é comum para as duas motos. Elas estão equipadas com garfo telescópico convencional e balança bichoque com ajuste na extensão e pré-carga da mola. O curso é de 120 mm nos dois conjuntos. O chassi é tipo berço duplo feito em aço tubular com o objetivo de acomodar o motor e reduzir ao máximo a vibração característica da arquitetura V2.

A frenagem fica por conta de dois conjuntos da grife Brembo distribuídos em dois discos flutuantes de 320 mm com pinças radiais de quatro pistões, na dianteira. Na roda traseira, o disco único de 282 mm e sua pinça de pistão duplo são responsáveis pelo serviço. Em termos de eletrônica, as duas customs trazem três modos de pilotagem, controle de tração e piloto automático (cruise control).

Ainda sem preço anunciado, a Eldorado e a Audace chegam ao mercado europeu em 2015 ao lado das versões Custom e Touring da California 1400. O investimento da Moto Guzzi no segmento para o ano que vem é mais do que uma prova de que a paixão dos italianos pelas duas rodas não se restringe apenas aos modelos mais velozes.



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Ducati tem crescimento recorde no Brasil em 2016

Solidariedade: Ajude o Natal das crianças da ACRIA

Nova Kawasaki Z 650 é mais agressiva só no visual

Com ação social, Moto Experience acontece no Campo de Marte, em SP

Piaggio lança novos scooters e o triciclo MP3 no Brasil

Bonneville T120 Black é novidade da Triumph no Brasil

Nova Harley Roadster 2017 chega em dezembro

Harley-Davidson e SENAI inauguram Centro Técnico em São Paulo

Yamaha MT-07 conta com novas cores para 2017

Honda CRF 1000L Africa Twin ganha ainda mais apelo Off Road

Yamaha lança nova Neo 125 com freios UBS

Ducati tem nova tabela de preços para dezembro no Brasil

Detran.SP: Permissão internacional pode ser solicitada online

BMW apresenta a aventureira compacta G 310 GS


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras