moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Gogoro Smartscooter é simples, prático e inteligente

02 de February de 2015
Compartilhe este conteúdo:

Carlos Bazela

Locomover-se com rapidez nas grandes cidades se torna cada vez mais um desafio. Felizmente, há diversas cabeças pensando mundo afora em como resolver esse problema e, de vez em quando, algumas delas se unem e criam uma solução criativa e possível de existir no mundo real. É o caso da Gogoro e seu Smartscooter. Apresentado na última edição da CES, a feira de eletrônicos voltados ao consumidor que aconteceu entre 6 e 9 de janeiro em Las Vegas, Estados Unidos, o veículo elétrico traz diversas inovações e promete ser o scooter mais inteligente já construído.

“Com as mega cidades do mundo chegando a um ponto crucial em densidade populacional, poluição e crescimento, é essencial que nós criemos uma nova infraestrutura para a geração urbana de amanhã”, comenta o CEO da Gogoro, Horace Luke. De acordo com o executivo, o novo produto da empresa traz diversas propostas para facilitar a vida no mundo de hoje. E no de amanhã. “O Smartscooter e a Rede de Energia Gogoro se tornarão catalisadores para escolher formas de energia mais eficientes, inteligentes e limpas para nossas cidades”, comenta Luke.

O visual do scooter espelha essa proposta. Desenhado com linhas simples e futuristas, o Gogoro não muda muito em relação a outros modelos de plataforma - que não contam com túnel central. Atrás, uma linha superior de LEDs contorna a rabeta e integra lanterna traseira e piscas, enquanto o escudo central traz uma forma oval com luzes também em LED e os piscas nas laterais que passam quase imperceptíveis quando apagados.

O mais simples possível
Segundo a Gogoro, tudo no Smartscooter foi planejado para oferecer praticidade ao usuário. Sim, usuário. Em nenhum momento a empresa afirma que o scooter tem motociclistas como público alvo. E o fato dele estar exposto em uma feira de consumo mostra que, assim como um celular, ele é um produto destinado a diversos perfis de consumidor.

Começando pelo sistema de recarga. O Gogoro traz duas baterias da Panasonic, que ficam acopladas ao veículo na vertical. Ambas têm fácil encaixe e alças que facilitam o manuseio. O diferencial do scooter é justamente esse. Afinal, a ideia é que o proprietário não recarregue as baterias em casa, mas as troque em pontos específicos da cidade, as GoStations. De acordo com a empresa, os conjuntos oferecem autonomia de 100 km rodando a uma velocidade de 40 km/h. De acordo com a Gogoro, o Smartscooter faz de 0 a 50 km/h em 4,2 segundos e pode chegar aos 95 km/h.

Já as rodas, contam com sistema de monofixação, o que facilita a troca de pneus. O motor também foi encaixado de forma estratégica. O propulsor síncrono de 6.400 Watts arrefecido a líquido batizado de G1 está localizado na parte de baixo do scooter e se liga à roda traseira por meio de uma correia dentada. A ideia é simplificar o acesso na hora da manutenção. De acordo com a Gogoro, o motor é capaz de gerar até 8,58 cv de potência máxima a 3.250 rpm, enquanto o torque máximo de 2,55 kgf.m está disponível nos 2.250 giros, já atingidos pouco depois do piloto girar o manete do acelerador.

Scooter conectado
O que faz o Smartscooter tão inovador não são apenas as GoStations de abastecimento. O veículo é monitorado por 55 sensores que passam informações ao proprietário por meio de um aplicativo específico instalado no smartphone. Nele, é possível receber diagnósticos – como uma falha na lanterna dianteira, por exemplo – até ver a localização da estação de recarga mais próxima. Aliás, com ele é possível reservar suas baterias com antecedência, assim quando você chegar lá elas já estão prontas esperando.

E como a estação sabe que é você? Simples: a chave que liga e desliga o scooter via conexão Bluetooth também se comunica com as GoStations. A chave carrega as informações pessoais do dono e, com isso, a estação é capaz de dizer quando foi feita a última recarga e a autonomia média de seu Smartscooter. O aplicativo também tem a função de tornar seus passeios com o scooter da Gogoro mais divertidos. Ele permite mudar o padrão de cores no painel, se conecta com outras redes de pilotos e até desbloqueia badges, as insígnias de jogos sociais como o Foursquare.

“A Gogoro é mais do que uma startup. Nossos produtos e modelo de negócios vão impactar diversas áreas de consumo para criar uma experiência de vida urbana mais aprazível”, comenta Horace Luke, CEO da Gogoro. Sobre o sistema de cobrança, a empresa planeja vender o scooter e um plano mensal que dá acesso a trocas de bateria ilimitadas e assistência técnica. Segundo a Gogoro, o plano é semelhante ao das operadoras de telefonia celular e companhias que vendem vídeos via streaming, como o Netflix, por exemplo.

- Confira o vídeo de apresentação do Gogoro Smartscooter

Vídeo: Divulgação



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Moto impressa em 3D tem motor da Kawasaki H2

Ducati tem nova tabela de preços para dezembro no Brasil

Yamaha MT-07 conta com novas cores para 2017

Mercado: Venda de motos cresce 13,27% em novembro

Detran.SP: Permissão internacional pode ser solicitada online

Manutenção correta do freio é sinônimo de segurança na moto

Honda CRF 1000L Africa Twin ganha ainda mais apelo Off Road

BMW apresenta a aventureira compacta G 310 GS

Nova Honda CBR 1000RR SP é puro sangue em rédea curta

Mudanças deixam Yamaha MT-09 mais radical para 2017

Suzuki V-Strom 250 2017 mostra a cara no Salão de Milão

Honda CRF 1000L Africa Twin chega nas lojas a partir de R$ 64.900

Yamaha promete inusitada Ténéré 700 para 2018

Honda revela nova custom Rebel 500 nos Estados Unidos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras