moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Fenabrave: Queda nas motos de 13,66% em fevereiro

04 de March de 2015
Compartilhe este conteúdo:
 
Segundo dados apurados pela Fenabrave (federação das concessionárias), entidade que representa mais de oito mil revendas de veículos no Brasil, o mês de fevereiro de 2015 encerrou com queda de 22,19% na comparação com janeiro, em relação ao número de emplacamentos de todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários).
 
Pelo levantamento da entidade, foram emplacadas 290.215 unidades em fevereiro, contra 372.989 no mês anterior. Na comparação dos emplacamentos do mês de fevereiro de 2015 com o mesmo período de 2014 (393.117), o setor apresenta retração de 26,18%. No acumulado do ano, a queda chega a 22,25% ante o mesmo período de 2014.
 
Em relação ao segmento de motocicletas foi registrado uma retração de 13,66% em fevereiro, na comparação com janeiro. O número de emplacamentos foi de 93.796 unidades em fevereiro, contra 108.639 no mês anterior. Em relação a fevereiro de 2014 (119.504), a baixa é de 21,51%.
 
De acordo com o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr, desde o ano de 2008 (191.106 unidades) o mercado brasileiro não via um mês de fevereiro assim tão ruim e com tantos fatores acontecendo para estabelecer esse cenário de queda.
 
“O principal fator, que tem impacto na queda sucessiva das vendas, é a baixa atividade econômica, atrelada a alta da inflação, das taxas de juros que abalam ainda mais a oferta de crédito, o alto índice de endividamento das famílias e a perda de confiança da população, que passa a temer o desemprego. Além disso, especificamente o mês de fevereiro foi afetado pelo menor número de dias úteis (17 dias), devido ao feriado de carnaval.”
 
Após uma série de cálculos, a Fenabrave anuncia novas projeções para o ano de 2015, que deve fechar com uma retração de 9,28 % em 2015, somando 4.470.484 unidades. Em relação às motos, a federação estima uma queda de 7,50% em 2015, com 1.322.621 unidades comercializadas ao longo do ano.
 
Boas oportunidades
Com um cenário de vendas de motos em baixa no mercado, o consumidor pode aproveitar esse momento para fazer um excelente negócio, já que seu poder de compra ganha muito mais força nessa situação, com a possibilidade de conseguir ótimos descontos na negociação e ainda ganhar equipamentos, acessórios e outros benefícios.
 
Foto: Fenabrave/Divulgação


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Triumph estreia nova coleção de roupas e acessórios

Documentário retrata viagem entre Manaus e São Paulo

Ducati tem crescimento recorde no Brasil em 2016

Solidariedade: Ajude o Natal das crianças da ACRIA

Nova Kawasaki Z 650 é mais agressiva só no visual

Com ação social, Moto Experience acontece no Campo de Marte, em SP

Piaggio lança novos scooters e o triciclo MP3 no Brasil

Yamaha MT-07 conta com novas cores para 2017

Honda CRF 1000L Africa Twin ganha ainda mais apelo Off Road

Yamaha lança nova Neo 125 com freios UBS

Harley-Davidson e SENAI inauguram Centro Técnico em São Paulo

Licenciamento para motos com placa terminada em 0

Cursos do Centro de Treinamento da Harley em parceria com SENAI-SP

BMW apresenta a aventureira compacta G 310 GS


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras