moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Entenda mais sobre o seguro de motos apenas contra roubo

Seguradoras possuem planos a partir de R$ 1.600 com garantia total do valor da motocicleta

28 de September de 2012
Compartilhe este conteúdo:

Paulo Souza

Na hora de comprar a moto tão sonhada a maior preocupação não está mais no preço da motocicleta e sim no preço do seguro, que devido ao alto índice de roubos, principalmente em motos de média e alta cilindrada, acabam ficando inviável.

Para isso, algumas seguradoras possuem o plano de seguro apenas contra roubo e furto, com um preço bem mais acessível, permitindo que o motociclista realize o sonho de ter uma moto considerada grande. No entanto, muitas pessoas se perguntam quais as motos que entram neste tipo de seguro e como funciona este tipo de seguro. Pensando nisso vamos à resposta.

Vamos usar como exemplo a moto CB 600 Hornet, de média cilindrada, a líder de vendas de sua categoria. Com o auto índice de roubos deste modelo, o proprietário poderá ter que desembolsar entre 5 a 10 mil reais dependendo do seu perfil com o seguro completo. Se fizermos a conta, esta moto poderá ficar inviável com este valor de seguro, em três anos da para comprar outra moto. Se o cliente optar pelo seguro apenas contra furto este valor será fixo em R$ 3.500 reais, independente de sua idade, se possui garagem na residência e no trabalho ou do local onde mora.

Quem optar por este plano apenas contra roubo e furto pagará apenas o valor estabelecido para a sua moto conforme a tabela abaixo. Todo cliente que contratar por este plano deverá obrigatoriamente instalar um rastreador em sua moto, que é instalado gratuitamente pela seguradora (o valor do seguro já inclui a instalação e o rastreador).

De acordo com Alessandro Moran, corretor da Cycle Assessoria e Corretora, este serviço oferecido pelas seguradoras não são como a de algumas empresas de rastreadores que possuem planos de reembolso - Muitas pessoas se confundem com isso. O seguro contra roubo e furto possui a emissão da apólice além de ter toda a regulamentação e fiscalização da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), que é o órgão do governo responsável pelas seguradoras, inclusive por fiscalizar as reservas de mercado que as seguradoras são obrigadas a ter para honrar os sinistros - afirma Alessandro.

- Outro fato que diferencia o serviço da seguradora com as empresas de rastreadores é o fato de não precisar efetuar testes mensais no rastreador, o que para algumas empresas são exigências para o pagamento da indenização - completa Alessandro Moran.

Este tipo de seguro é mais uma opção confiável e principalmente econômica para os consumidores. Atualmente apenas duas seguradoras estão oferecendo este tipo de serviço, a Mapfre, que oferece o seguro apenas para a grande São Paulo e Grande Rio e a Cardif, que oferece planos para todo o Brasil. Abaixo segue a tabela com os modelos que cada seguradora oferece com os valores e as formas de pagamentos.

 

Foto: Divulgação



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Ibira Moto Point acontece nesta terça-feira (22/08) em São Paulo

Boletim MOTO.com.br - Notícias de motos em 30 segundos (20/08/17)

Linha Sportster da Harley-Davidson completa 60 anos

Megacycle acontece pela primeira vez em Paraty (RJ)

Kawasaki divulga nova tabela de preços de suas motos no Brasil

"All for Freedom, Freedom for All" é novo mote da Harley

Vídeo: Motociclista sobrevive a queda em abismo nos EUA

Yamaha XTZ 250 Ténéré com novas cores na linha 2018

Dublê morre em acidente de moto na gravação de Deadpool 2

Kawasaki divulga nova tabela de preços de suas motos no Brasil

Linha Sportster da Harley-Davidson completa 60 anos

Inglaterra estuda exército no combate ao crime com motos

Ranking das motos mais vendidas em julho de 2017

Honda equipa motos CG 160 com freios CBS na linha 2018


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras