moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Diablo Brutale 800: design e esportividade "made in Italy"

17 de May de 2016
Compartilhe este conteúdo:

Desde seu lançamento em 2001, a MV Agusta Brutale definiu os padrões do segmento de naked esportivas. Atualizado para este ano, o modelo ganhou nova roupagem, além de ter seu motor tricilíndrico de 800cc renovado e sua ciclística, aprimorada. Para celebrar os 15 anos dessa radical naked e promover o novo pneu Pirelli Diablo Rosso III, as duas empresas criaram uma versão especial e única: a Diablo Brutale.


Fornecedora de equipamento original para a MV Agusta desde 2011, a Pirelli entrou com seu mais recente pneu Diablo Rosso III, nascido das pistas para as estradas. Nas medidas 120/70 ZR17, na dianteira, e 180/55 ZR17, na traseira, o pneu é equipamento original da renovada naked 800. 

Para esta edição exclusiva, a Brutale ganhou um acabamento na cor preto fosco, que contrasta com luminoso tom de vermelho, que faz referência ao pneu. Além do logo do pneu no tanque de 16,5 litros, a típica ranhura em forma de raio da banda de rodagem aparece no para-lama dianteiro e na traseira. Para dar um toque final, a Pirelli equipou essa Brutale especial com um jogo de pneus com grafismo em vermelho. 

A showbike é uma única unidade da nova MV Agusta Brutale 800, que nasceu como um tributo ao design, à esportividade e à alta tecnologia do novo pneu superesportivo da família Pirelli Diablo. Ela também celebra a parceria entre as duas empresas que possuem tradição no mundo do motociclismo e fazem a fama do design “made in Italy”.

A mesma essência
Totalmente redesenhada, mas sem perder sua essência, a Brutale 800 2016 ganhou novo conjunto óptico em LED e um novo suporte de placa, que deixa a rabeta ainda mais radical e minimalista. Entretanto, os traços marcantes da naked foram conservados. Quadro em treliça, as três saídas de escapamento e a bela roda de liga leve exposta, em função do uso de um engenhoso monobraço na suspensão traseira. 

A Brutale 800 está equipada com a última geração do motor de três cilindros, quatro tempos, 12 válvulas, de exatos 798 cm³, que ganhou mais torque - 8,4 kgf.m a 7.600 rpm –, porém sofreu uma leve redução na potência máxima, passando de 125 cv, para 116 cv a 11.500 rpm. 

O cardápio eletrônico inclui controle de tração ajustável em oito níveis, freios ABS e câmbio assistido (quickshift) que permite subir ou descer marchas sem o auxílio da embreagem.

 

TEXTO: Arthur Caldeira / Agência INFOMOTO
FOTOS: Divulgação



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Polícia de SP vai combater crime de Triumph Tiger 800 XCx

Salão Moto Brasil no RJ vai sediar feira de negócios

Conheça a história dos motores Harley-Davidson

BMW Motorrad bate recorde mundial de vendas

MOTO.com.br renova layout da sua versão mobile

Eurobike oferece desconto para a linha S da BMW

Nova Kawasaki Ninja H2 Carbon chega por R$ 164 mil

Clássica Honda CB 1100EX chega aos EUA

Honda mostra moto que se equilibra sozinha na CES 2017

Nova naked Street Triple da Triumph deve ter motor de 800cc

Vídeo: Empinando no gelo a mais de 200 km/h de BMW S 1000 XR

Honda apresenta linha 2017 da aventureira XRE 300 no país

LifeMotosBr: CB Twister - Relatório de 1 ano de uso da moto

Triumph revela linha 2017 da Street Triple na Inglaterra


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras