moto.com.br

Publicidade:

Acontece

Dia do Motociclista

26 de July de 2011
Compartilhe este conteúdo:

Ser um motociclista é mais do que uma pessoa que simplesmente anda de moto pelas ruas, rodovias e estradas do mundo afora. Só quem é realmente um apaixonado por moto pode entender como funciona essa relação de homem e máquina, e como ela pode funcionar tão bem. Essa relação pode parecer um tanto estranho para as pessoas que estão acostumadas a ver o mundo apenas diante do volante de um carro. Mas só quem realmente conhece o prazer ao andar de moto pode entender esse estilo de vida.

É claro que o portal MOTO.com.br entende bem a paixão que move o motociclista, a sua filosofia, os seus hábitos e sabe que o estilo de vida sobre duas rodas movimento o mundo e cativa cada vez mais e mais adeptos, não só aqui no Brasil, mas em todo o mundo. Como representante oficial do motoclista e defendeores do seu direito de andar de moto, nós do MOTO.com.br queremos dizer que andar de moto é bom demais. Então nada melhor do que fazer isso com alegria, segurança, respeito e educação.

Aproveitando as comemorações do Dia do Motociclista, festejados nesse dia 27 de julho, nada mais justo do que aproveitar essa data tão especial para parabenizar e agradecer todos os motociclistas e fãs do mundo das duas rodas por essa saudável relação de amizade. Um feliz dia do motociclista para todos!

 

QUIZ

Exercite sua memória e teste os seus conhecimentos sobre filmes com motocicletas. Tente descobrir o nome dos atores e dos filmes pelas imagens das cenas que ilustram a notícia. (Respostas no final da notícia)

 

Origem da moto
A criação da motocicleta remonta no final do século 19, quando dois visionários, um francês, Louis Perreaux, e um americano, Sylvester Roper, desenvolveram, cada um em seu respectivo país, um tipo de bicicleta equipada com motor a vapor. Isso se deu por volta de 1869, quando os barcos e locomotivas usavam esse tipo de motores.

A motocicleta com motor a gasolina apareceu em 1885, quando o alemão Gottlieb Daimler, que, ajudado por Wilhelm Maybach, instalaram um moto a gasolina em uma bicicleta. A glória de ser o primeiro motociclista a pilotar uma moto com motor a gasolina coube a Paul Daimler, de 16 anos, filho de Gottlieb.

Primeira fábrica
Segundo historiadores, a primeira fábrica de motos foi criada em 1894 na Alemanha e se chamava Hildebrandt & Wolfmüller. No ano seguinte surgiu Stern, outra empresa interessada na produção de veículos duas rodas motorizados, e em 1896 apareceram a Bougery, na França, e a Excelsior, na Inglaterra.

No início do século 20 já existiam cerca de 43 fábricas na Europa. Em 1910 havia pelo menos 400 empresas desse ramo no mundo, sendo que pelo menos 200 ficavam na Inglaterra. Nos Estados Unidos as primeiras fábricas - Columbia, Orient e Minneapolis - surgiram por volta de 1900, chegando a 20 empresas em 1910.

Motocicleta no Brasil
A história da motocicleta no Brasil começa no início do século 20 com a importação de muitas motos européias e algumas de fabricação americana, juntamente com veículos similares como sidecars e triciclos com motores. No final da década de 1910 já existiam cerca de 20 marcas rodando no país, entre elas as americanas Indian e Harley-Davidson, a belga FN de 4 cilindros, a inglesa Henderson e a alemã NSU.

No final da década de 30 começaram a chegar ao Brasil as máquinas japonesas, as primeiras foram da marca Asahi. Durante a guerra as importações de motos foram suspensas, mas retornaram com força após o final do conflito. Chegaram NSU, BMW, Zündapp (alemãs), Triumph, Norton, Vincent, Royal-Enfield, Matchless (inglesas), Indian e Harley-Davidson (americanas), Guzzi (italiana), Jawa (tcheca), entre outras.

A primeira motocicleta fabricada no Brasil foi a Monark (ainda com motor inglês BSA de 125cm³), em 1951. Depois a fábrica lançou três modelos maiores com propulsores CZ e Jawa, da Tchecoslováquia e um ciclomotor (Monareta) equipado com motor NSU alemão. Nesta mesma década apareceram em São Paulo as motonetas Lambreta, Saci e Moskito e no Rio de Janeiro começaram a fabricar a Iso, que vinha com um motor italiano de 150cm³, a Vespa e o Gulliver, um ciclomotor.

O crescimento da indústria automobilística no Brasil, juntamente com a facilidade de compra dos carros, a partir da década de 60, praticamente paralisou a indústria de motocicletas. Somente na década de 70 o motociclismo ressurgiu com força, verificando-se a importação de motos japonesas (Honda,Yamaha, Susuki) e italianas. Surgiram também as brasileiras FBM e a AVL.

No final dos anos 70 e início dos 80, surgiram várias montadoras, como a Honda, Yamaha, Piaggio, Brumana, Motovi (nome usado pela Harley-Davidson na fábrica do Brasil), Alpina etc. Nos anos 80 observou-se outra retração no mercado de motos e várias montadoras fecharam as portas. Foi quando apareceu no Brasil a maior motocicleta do mundo, a Amazonas, com motor Volkswagen de 1.600 cm³.

Confira abaixo um vídeo com 50 razões para ser motociclista!

 

 

 

Respostas
Peter Fonda, Dennis Hopper e Jack Nicholson (Easy Rider); Marlon Brando (O Selvagem); Steve Mcqueen (Fugindo do Inferno); Ice Cube (Fúria em Duas Rodas); Anthony Hopkins (Desafiando os Limites)



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Polícia italiana usa MV Agusta Turismo Veloce 800

Detran faz alerta para o transporte seguro de crianças

Acabou o mistério: Yamaha anuncia MT-25 para 6 de junho

Yamaha amplia recall para a linha XT 660 no país

Superbike australiana produz 334 cv com um motor V8

Honda oferece curso de pilotagem para mulheres

Momento Moto: Saiba como funciona a pintura de moto

Nova BMW de 300cc começa a ganhar vida na Índia

Yamaha MT-07 é sucesso garantido

Honda faz recall para motos XRE 300 e CRF 230F

Honda anuncia o lançamento da Africa Twin na Europa

Com TSS e Fly 250 Traxx inicia nova fase no Brasil

Faça o seguro de sua moto e ande com mais segurança

BMW S 1000 XR esbanja no apelo aventureiro


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Últimos Anúncios

Montadoras