moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Detran.SP promove leilão de 232 motos em Mogi das Cruzes

Evento acontece neste sábado (19/11) e a participação pode ser nos modos presencial em online pela internet

17 de November de 2016
Compartilhe este conteúdo:
 
O Detran.SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo) anuncia um leilão com 232 motos apreendidas por infrações de trânsito neste sábado (19/11), em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Todos os veículos serão vendidos com direito a documentação (isto é, eles podem voltar a circular).
 
O leilão será online e presencial, com início previsto às 10h. Os lances ocorrerão no site do leiloeiro responsável (solleiloes.com.br) e no Pátio de Mogi das Cruzes, na rua Adolfo Lutz, 490, bairro Cezar de Souza em Mogi das Cruzes.
 
Os cidadãos interessados podem ver as motocicletas até sexta-feira (18/11), das 9h às 16h, e no sábado (19), das 9h até o início do leilão, também no Pátio de Mogi das Cruzes.
 
O pagamento deve ser feito à vista. Após o arremate, os débitos ficam quitados e é necessário emitir novo documento para o veículo.
 
Regras – Os leilões são realizados conforme a legislação federal. O veículo apreendido por infração às leis de trânsito, como, por exemplo, falta de licenciamento, pode ir a leilão caso não seja reclamado por seu proprietário em até 60 dias, exceto os que têm pendência judicial, de acordo com a lei federal 13.160, de 2015.
 
Quando o veículo é destinado a leilão, o proprietário é notificado e tem prazo para reavê-lo. Caso não se pronuncie, ele é notificado por edital no Diário Oficial do Estado e no portal do Detran.SP (detran.sp.gov.br), dando novo prazo, após a quitação dos débitos existentes e das despesas com a remoção e estadia no pátio. Depois de todas as notificações, se não fizer a retirada, o veículo pode ser relacionado para leilão.
 
O Detran.SP é responsável apenas por veículos apreendidos pela Polícia Militar, em perímetro urbano, por infrações que competem ao Estado fiscalizar, como racha, manobra perigosa, falta de licenciamento, veículo sem placa ou com a placa ilegível.
 
Veículos apreendidos por estacionamento irregular, por exemplo, são de responsabilidade das prefeituras. Aqueles apreendidos em estradas são de responsabilidade dos órgãos que atuam em rodovias, como o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Veículos apreendidos por envolvimento em crimes são de responsabilidade da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e aqueles com pendências judiciais competem ao Poder Judiciário.
 
Via rápida – A lei 15.911, sancionada pelo governador Geraldo Alckmin em setembro de 2015, instituiu a chamada via rápida para leilão de veículos. Ela agiliza os procedimentos ao permitir novidades, como a possibilidade de os órgãos firmarem convênios para serviços de remoção, depósito e guarda de veículos, além da realização conjunta de leilões.
 
A via rápida possibilita ainda uma administração mais eficiente dos pátios, já que haverá mais rotatividade. Além disso, estabelece a reclassificação dos veículos não arrematados para que sejam dispostos no leilão seguinte. Se, por exemplo, um carro com direito a documentação não tiver comprador em um evento, ele será reclassificado para um leilão próximo como “veículo em fim de vida útil para desmonte” (isto é, o comprador vai desmontá-lo e revender as autopeças). Se mesmo assim ele continuar sem lances, será renomeado como “sucata veicular para reciclagem”. Ou seja, por mais que não ocorra o arremate, o veículo será relacionado a leilão.
 
O Detran.SP tem feito sistematicamente leilões em todo o Estado: em 2015, foram arrematados 103 mil veículos de todos os tipos. O valor arrecadado é destinado aos custos do leilão e à quitação dos débitos, como serviços de remoção, estadia, tributos e multas.
 
Foto: Reprodução


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Yamaha YS 125 na Europa tem visual da moto brasileira

Projeto Motostory e Veteran Motorcycle Clube firmam parceria

Indian apresenta nova Roadmaster Classic nos EUA

Hayabusa's Day RS anuncia encontro 2017 em Porto Alegre

Ducati Mooca leva máquinas italianas para Zona Leste

Moto voadora Hoversurf Scorpion-3 vira solução áerea

KTM anuncia lançamento da linha de enduro 2017 no Brasil

Kawasaki Z900 esbanja potência e oferece pouca eletrônica

BMW F 800 GS Adventure aparece com novos recursos

Lego faz BMW R 1200 GS Adventure brinquedo de gente grande

Honda XRE 300 Adventure ganha nova edição especial

KTM 1290 Super Adventure S, pronta para qualquer aventura

Yamaha CRUX Rev tem motor de 110cc e preço de US$ 900

Head Up Display é a tecnologia de informações no capacete


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras