moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Conheça um pouco mais sobre a Victory Octane, uma muscle bike radical

19 de September de 2016
Compartilhe este conteúdo:

Com regras de emissões de poluentes mais rígidas na Europa (Euro IV), os fabricantes de motos foram obrigados a atualizar seus produtos. Quem chegou renovada ao “Velho Continente” foi a norte-americana Victory com a recém-lançada Octane. A muscle bike traz um motor V2 de 1200 cm³ de capacidade cúbica e refrigeração líquida, derivado da sua prima-irmã Scout – já que as marcas Victory e Indian fazem parte do Grupo Polaris. A Octane foge da filosofia cruiser da marca americana e aposta em visual e desempenho radicais para fazer sucesso.


Visualmente, a Octane tem o estilo mais agressivo da linha. Já que usa tanque com vincos mais acentuados e com capacidade para 12,9 litros. Outros dois detalhes estéticos chamam a atenção: a marca abandonou os cromados e pintou várias peças em fosco, destaque para o motor e o duplo escapamento. Além disso, a moto norte-americana traz uma carenagem ao redor do farol que oferece uma pequena proteção aerodinâmica. A peça guarda também o painel de instrumentos, com dois relógios (conta-giros, velocímetro) e um pequeno computador de bordo.

Quadro, motor e ciclística

Para compor este visual mais moderno, a Victory Octane esbanja alumínio fundido, liga que foi utilizada na construção do chassi e das rodas de 10 raios. A geometria de direção revisada e 32 graus de ângulo de inclinação oferecem maior agilidade para as trocas de direção. O quadro ancora toda a parte ciclística e também o V-Twin da Octane. 

O motor, criado com base no Projeto 156, que competiu no Pikes Peak Hill Climb, corrida que acontece anualmente em Colorado Springs (EUA), tem exatos 1179 cc, duplo comando no cabeçote (DOHC), 4 válvulas por cilindro e refrigeração líquida. O propulsor gera 105 cv a 8.000 rpm de potência máxima e 10,5 kgf.m de torque máximo (6.000 rpm).

Ou seja, muita força para tirar da inércia os 249 quilos da moto e o suficiente para conferir à nova Octane o título de motocicleta mais rápida da Victory: faz de 0 a 100 km/h em menos de quatro segundos, de acordo com a própria marca.

Na parte ciclística, a Victory Octane traz soluções simples, mas eficientes. Na dianteira, garfo telescópico tradicional com tubos de 41 mm e 120 mm de curso. Para completar, disco ventilado de 298 mm de diâmetros, mordido por cáliper de dois pistões. Na traseira, sistema bichoque com reservatório a gás, múltiplas regulagens na pré-carga da mola e curso de 76 mm. O freio é composto também por disco ventilado e acionado por cáliper de um pistão.

Ambas as rodas são de 18 polegadas calçadas com pneus de perfil esportivo: 130/70 (D) e 160/70 (T). O preço sugerido pela Victory Octane é de US$ 10.499, pouco mais de R$ 34 mil (sem taxas ou impostos). 

Como as regras Euro IV são semelhantes às normas brasileiras (Promot IV-Fase 2), pelo menos na teoria, a Victory Octane poderia ser vendida no Brasil. Porém, a marca não tem planos de vir ao País.

Texto: Aldo Tizzani / Agência INFOMOTO
Fotos: Divulgação



Fonte:
Agência Infomoto
Compartilhe este conteúdo:

Moto impressa em 3D tem motor da Kawasaki H2

Ducati tem nova tabela de preços para dezembro no Brasil

Yamaha MT-07 conta com novas cores para 2017

Mercado: Venda de motos cresce 13,27% em novembro

Detran.SP: Permissão internacional pode ser solicitada online

Manutenção correta do freio é sinônimo de segurança na moto

Honda CRF 1000L Africa Twin ganha ainda mais apelo Off Road

BMW apresenta a aventureira compacta G 310 GS

Nova Honda CBR 1000RR SP é puro sangue em rédea curta

Mudanças deixam Yamaha MT-09 mais radical para 2017

Suzuki V-Strom 250 2017 mostra a cara no Salão de Milão

Honda CRF 1000L Africa Twin chega nas lojas a partir de R$ 64.900

Yamaha promete inusitada Ténéré 700 para 2018

Honda revela nova custom Rebel 500 nos Estados Unidos


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras