moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Confira um resumo de 2016 na retrospectiva MOTO.com.br

Mais um ano repleto de acontecimentos para o mercado das duas rodas com boas novidades e fatos marcantes

19 de December de 2016
Compartilhe este conteúdo:

O ano de 2016 está ficando para trás e daqui a pouco só poderá ser visto pelo retrovisor. Mas o tempo que passou vai deixar boas recordaçõesmomentos marcantes para os aficionados por motocicletas e por competições em duas rodas

Foram diversos lançamentos das mais variadas marcas, algumas, finalmente, desembarcando no Brasil, e uma série de novos modelos chegando ao mercado. Deu para ver um pouco de tudo, desde motos compactas de 50cc até grandes motocicletas de luxo com motores protuberantes, passando por veículos de duas rodas equipados com modernos propulsores elétricos. 

Não é à toa que o mercado nacional está situado hoje entre os principais mercados de motos do planeta. O Brasil confirma o seu papel de potência no mercado de duas rodas com uma frota circulante estimada em 24 milhões, uma produção nacional de cerca de 1 milhão por ano, sendo considerado o sexto maior produtor de veículos de duas rodas, tanto de motos compactas quanto de modelos Premium

O grande beneficiado por tudo isso é o motociclista brasileiro que descobriu que consegue usufruir melhor do seu direito de ir e vir e aproveitar melhor o seu tempo andando de moto. Então, acompanhe a retrospectiva produzida pela equipe de conteúdo do MOTO.com.br com os fatos e os acontecimentos mais importantes de 2016 no Brasil e no mundo. 

 

COMPETIÇÕES 

- CAMPEÕES 2016 (BRASIL) 

SuperBike Brasil: Diego Faustino (SuperBike Pro), Jeferson Marchesin Friche (SuperBike Pro Amador), Luciano Pokemon (SuperBike Pro Estreante), Jirios Semaan Abboud (SuperBike Pro Master), Eric Granado (SuperSport), Diego Viveiros (SuperSport Pro Amador), Rodrigo Calmon Dazzi (SuperBike Light), Marcos Ramalho (SuperBike Light Master), Leonardo Tamburro (Copa Honda CBR 500R), Rafael Rigueiro (Copa Honda CBR 500R Light), Rafael Rigueiro (Copa Honda CBR 500R Teen), Bruno Rodrigues (Copa Kawasaki Ninja 600), Valter Rubino (Copa Kawasaki Ninja 600 Master), Fernando Santos (Copa Kawasaki Ninja 300), Jeferson Souza (Copa Kawasaki Ninja 300 Light), Eliton Kawakami (SuperStreet), Marciano Santin (Yamaha R3 Cup) e Bruno Gonzalez (Copa Honda Junior Cup) 

Campeonato Brasileiro de Motocross: Jetro Salazar, EQU, (MX1), Fabio Santos, BRA, (MX2), Roman Jelen, ESL, (MX3), Leonardo Nunes, BRA, (Júnior) 

Copa EFX de Enduro: Rômulo Bottrel, BRA, (Elite), Janaína Souza, BRA, (Feminino) 

Arena Cross: Jean Ramos (MX Pró), João Ribeiro (MX2), Renan Goto (Júnior)  

Rally dos Sertões: Gregorio Caselani, BRA, Honda Racing

- CAMPEÕES 2016 (INTERNACIONAIS) 

MotoGP: Marc Marquez, ESP, Repsol Honda Team (MotoGP), Johann Zarco, FRA, Ajo Motorsport (Moto2), Brad Binder, Red Bull KTM Ajo 

Mundial Superbike: Jonathan Rea, GBR, Kawasaki Racing Team 

Mundial de Motocross: Tim Gajser, SLO, equipe Honda (MXGP); Jeffrey Herlings, HOL, equipe KTM (MX2) 

Motocross das Nações: França (Romain Febvre, Gautier Paulin, Marvin Musquin) 

X-Fighters FMX: Thomas Pagès, FRA, Yamaha YZ 250 

Rally Dakar: Toby Price, AUS, KTM Factory Team 

 

SHOPPING MOTO.COM.BR
 
Com toda a tradição e credibilidade em serviços de classificados e conteúdos de motos na internet, o MOTO.com.br expandiu ainda mais sua atuação no mercado das duas rodas com o lançamento do Shopping MOTO.com.br, um Marketplace segmentado e especializado em produtos e serviços voltados para o motociclista e tudo para equipar e incrementar a sua moto. 

Para ser tornar um parceiro do Shopping MOTO.com.br não é preciso qualquer tipo de investimento inicial ou mensalidade. O custo neste modelo de negócio fica atrelado somente à venda de seu produto, possibilitando um total controle sobre o ROI de venda.

Se você é Lojista e deseja se tornar um parceiro deste empreendimento de sucesso do MOTO.com.br, entre em contato com nossa equipe através do e-mail shopping@moto.com.br.

Se você é um motociclista que gosta de ficar atento aos lançamentos e ofertas de produtos relacionados ao meio das duas rodas, fique ligado agora também no Shopping MOTO.com.br. A cada dia surgirão novidades e promoções  em  produtos para você!

 

MOTO.COM.BR STREET PARTY

A terceira edição do MOTO.com.br Street Party aconteceu no dia 25 de setembro, no centro de convivência Vila Butantan, na zona oeste da cidade de São Paulo, e foi um verdadeiro sucesso como festival ao ar livre para comemorar a cultura motociclística, com uma série de atrações, incluindo shows musicais, gastronomia, exposição de motos e acessórios variados, além da importante participação do Distinguished Gentleman’s Ride (DGR) e do Triumph Experience, que montou um verdadeiro showroom de motos da marca inglesa no evento. 

 

NOVIDADES DAS MARCAS

Em um ano de 2016 que ficou marcado mais uma vez pelos efeitos devastadores da crise econômica e política no Brasil e por dificuldades para o mercado nacional de motos, os motociclistas, surpreendentemente, tiveram boas notícias em termos de lançamentos e novas opções para andar de moto pelas principais vias urbanas e rodoviárias no país. 

Honda
A fabricante japonesa Honda se mantém mais competitiva que nunca em 2016, ano de muitas festividades, com a celebração de 45 anos de atuação no Brasil e 40 anos da consagrada linha de motos CG no mercado nacional. Em termos de lançamentos e novidades para o motociclista, a Honda começou o ano com o lançamento do esperado maxi scooter SH 300i, a renovação da linha CB 500 com os modelos CBR 500R (esportiva), CB 500F (naked) e CB 500X (trail) e a expansão da linha trail com a XRE 190 e a badalada CRF 1000 L Africa Twin.
 
Yamaha
A fabricante japonesa dos três diapasões iniciou o ano em ritmo acelerado com duas boas novidades para os motociclistas com os lançamentos da aventureira MT-09 Tracer e duas novas opções no segmento street com a pegada esportiva da linha MT-03 e o moderno scooter NMax 160, com freios ABS. A marca também aplicou uma repaginada na linha Fazer 150 com a adoção de freios combinados USB e, na linha Factor 125, modernizou com injeção eletrônica de combustível. Para ampliar a linha de scooters a cartada foi o retorno da linha Neo, agora com motorização 125 com freios combinados UBS.
 
Kawasaki
Entre outros facelifts em sua linha de motocicletas no mercado brasileiro, a fabricante japonesa renovou a linha Vulcan, dando um visual mais agressivo e moderno para a moto custom, e também promoveu boas modificações para o modelo aventureiro Versys 650 com mais potência na motorização e mais espaço no tanque para encarar viagens.
 
Harley-Davidson
A centenária fabricante americana redefiniu sua linha de motocicletas touring no mercado brasileiro com novas suspensões e a esperada motorização Milwaukee-Eight nas versões Twin-Cooled Milwaukee-Eight 107 e Twin-Cooled Milwaukee-Eight 114. O propulsor Milwaukee-Eight é apontado como o 9º motor na linha sucessória da marca. As mudanças foram aplicadas no mercado brasileiro nos modelos aventureiros Street Glide Special, Road King Classic, Ultra Limited, CVO Limited e CVO Street Glide. Outra novidade foi o lançamento do modelo Roadster XL 1200CX com visual retrô e poderoso motor de 1200 cilindradas V-Twin Evolution refrigerado a ar e com freios ABS. Em parceria com o Senai, a montadora inaugurou um centro técnico na cidade de São Paulo.
 
BMW
A fabricante alemã iniciou uma nova fase no Brasil com a abertura da sua fábrica para montagem de motocicletas em Manaus (AM), que estreou a linha de produção com o novo modelo F 700 GS, que vem equipado com motorização de 798 cm³ (mesmo da linha 800), além de vários itens tecnológicos, de segurança e de conforto. Juntamente com nova big trail, a montadora anunciou o plano de pós-vendas BMW Motorrad + para troca de óleo e filtro mais barata nas concessionárias, além da inspeção técnica de vários itens.
 
Triumph
A centenária fabricante inglesa Triumph continua seu plano de expansão de concessionárias no Brasil e procura renovar e atualizar a linha de motocicletas no país. Especialmente com a versão Tiger Explorer XCa, equipada com vários itens de segurança e conforto para o motociclista nas viagens, como controle de paradas em ladeiras Hill Hold Control System, ABS, controle de tração e aquecimento do assento. A linha de motos clássicas também foi expandida com modelos emblemáticos como Street Twin, Thruxton R e a nova Bonneville T120 Black
 
KTM
A fabricante austríaca segue como subsidiária brasileira em parceria industrial com a fábrica da Dafra para a montagem de motos em Manaus (AM), com duas ações importantes em 2016. Trata-se do lançamento dois modelos em série especial da linha de enduro, denominados 350 EXC-F e a 300 EXC Factory Edition BR, e da ação promocional Duke Tour Brasil que promoveu testes práticos das linhas 200 Duke e 390 Duke em cerca de 20 cidades no país ao longo do ano.
 
Dafra
Depois da expectativa criada no Salão Duas Rodas em 2015, com o scooter retrô Fiddle III, da parceira SYM, a marca brasileira iniciou as vendas do modelo urbano no país. O Fiddle III vem equipado com motorização de 124,6 cm³ de refrigeração líquida e 10,3 cavalos de potência e conta ainda com painel moderno com tela LCD, tomada USB e espaço de 20 litros para um capacete sob o assento.
 
Ducati
Apesar das dificuldades enfrentadas no Brasil em um momento de crise, a emblemática fabricante italiana segue sua parceria industrial com a fábrica da marca brasileira Dafra, em Manaus (AM), para a montagem de modelos e ainda incrementou sua linha de motos com os lançamentos de máquinas importantes, como a streetfighter XDiavel e a esportiva 959 Panigale.
 
Indian
Dando continuidade aos seus planos de expansão no Brasil, a Indian Motorcycle mantém a estratégica parceria industrial com a Dafra e anunciou a criação do seu clube de proprietários da marca no Brasil, o Indian Motorcycle Riders Group. A linha de motos no mercado nacional foi ampliada com os lançamentos das máquinas Roadmaster, Chieftain e Chief Springfield.
 
Piaggio e Vespa
O lendário grupo industrial italiano Piaggio (detentor de marcas importantes de motos, dentre as quais Aprilia e Moto Guzzi) aportou no Brasil com as nostálgicas motonetas Vespa e os scooters de sua marca própria, como o modelo de três rodas MP3. As vendas dos veículos é realizada em novos conceitos de concessionárias no estilo butique e na internet.
 
Royal Enfield
Mais uma excelente notícia para o mercado das duas rodas no Brasil nos últimos dias de 2016 com o anúncio do retorno da centenária fabricante inglesa Royal Enfield ao mercado nacional, desta vez com operação própria. A renomada marca já conta com escritório central na cidade de São Paulo e a primeira concessionária deve ser aberta nos primeiros meses de 2017. 

 

SALÕES PELO MUNDO
 
No último trimestre de 2016 foram realizados os mais importantes eventos internacionais com os principais lançamentos do mundo das duas rodas e apresentações de novos modelos, conceitos e tecnologias que em breve vão estar presentes no mercado. 

No INTERMOT, salão de motos de Colônia (Alemanha), a Ducati aproveitou para apresentar mais um elemento da linha esportiva, a Supersport 950. Já a Honda introduziu duas novas versões da sua linha de motos superesportivas: a atualizada CBR 1000RR Fireblade SP e a CBR 1000RR Fireblade SP2. A também japonesa Yamaha entrou de vez na onda retrô com o modelo SCR 950 que segue a badalada linha scrambler. 

No EICMA, o salão de motos de Milão (Itália), a BMW surpreendeu com a apresentação da aventureira compacta G 310 GS, derivada da naked G 310 GS. A fabricante japonesa Suzuki também investiu na linha remodelação da linha aventureira com a nova DL 250 V-Strom. Ainda nessa toada trail, a também japonesa Kawasaki ampliou a linha de motos compactas com a trail Versys-X 300, além de lançar os novos integrantes da série Z com os modelos Z650 e Z900, além da superesportiva ZX-10 RR. 

Do outro lado do Atlântico, nos Estados Unidos, a feira American International Motorcycle Expo (AIMExpo), aconteceu em Orlando, na Flórida, com a revelação da Honda para a linha custom Rebel 500 baseada na mecânica da família CB 500. 

 

MERCADO NACIONAL
 
Segundo a Abraciclo (associação dos fabricantes), em 2016, no período de janeiro a novembro, os números de produção totalizam 854.839 unidades, o que corresponde a uma queda de 29,5% em relação ao mesmo período de 2015, com 1.212.075 unidades. Os números do acumulado do ano para as vendas no atacado (da montadora para as concessionárias) fecharam 28,5% abaixo dos registrados em 2015. O volume de motos negociadas nesse período foi de 801.563 em 2016 contra 1.120.680 em 2015. A expectativa do mercado para o fechamento de 2016 é de mais um ano de forte retração. Passado tamanha turbulência, a expectativa para 2017 é crescimentos de 2,2% na produção e 66,1% nas exportações, enquanto as vendas no atacado e varejo possam registrar quedas de 4,1% e 1,1%, respectivamente.
 
 
NOVAS REGRAS E MULTAS MAIS CARAS
 
Os ciclomotores, chamados também de cinquentinhas, sairam da ilegalidade e passaram a contar com Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), ou seja, precisam ser ser licenciados, emplacados, pagar o seguro obrigatório DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) e o motociclista precisa ser habilitado com CNH tipo A ou ACC (Autorização para Condução de Ciclomotores). 

As multas ficaram até 66% mais caras com as modificações realizadas no CTB (Código de Trânsito Brasileiro). Com os reajustes as infrações gravíssimas (7 pontos), passaram de R$ 191,54 para R$ 293,47; as infrações graves (5 pontos) passaram de R$ 127,69 para R$ 195,23, as infrações médias (4 pontos) passaram de R$ 85,13 para R$ 130,16 e as leves (3 pontos) passaram de R$ 53,20 para R$ 88,38. 

Também foram reajustados os valores das multas aplicadas aos condutores suspeitos de estar alcoolizados, e que se recusarem a fazer o teste do bafômetro. Nesse caso, a multa passa de R$ 1.915 para R$ 2.934,70 e o condutor ainda pode ter a habilitação suspensa por 12 meses. 

Para reduzir os impactos das multas de trânsito mais caras é possível baixar o aplicativo do Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) que facilita a comunicação de infrações de trânsito pelos órgãos de autuação e oferece opção de pagar a multa com 40% de desconto.

 

HOMENAGEM 

O ano de 2016 se vai e ficam as lembranças de quem se foi, como é o caso da perda do talentoso piloto espanhol Luis Salom, de 24 anos, vítima de um grave acidente no segundo treino livre da categoria Moto2 para o GP da Catalunha, em Barcelona. Sua estreia na MotoGP foi na categoria 125cc, em 2009, no Circuito de Jerez de la Frontera. 

Ao longo de sua carreira o piloto esplanhol subiu ao pódio 25 vezes - incluindo nove vitórias no Mundial de Moto3. Em 2012, Luis Salom terminou o campeonato de Moto3 na segunda posição geral, tendo sido terceiro colocado no ano anterior. Em 41 corridas na Moto2, ele terminou entre os três primeiros por três vezes.

 

Fotos: Divulgação e Arquivo



Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

Ryno Motors é um inovador e moderno monociclo elétrico

Enquete MOTO.com.br - Que trail compacta você quer no Brasil

Honda futurista aparece em novo filme de Scarlett Johansson

Yamaha XJ6N ganha novo esquema de cores na linha 2018

Kawasaki Racing Team apresenta equipes para a temporada 2017

Boletim MOTO.com.br - Notícias de motos em 30 segundos (17/03/17)

Abraciclo e Caixa anunciam crédito especial para motos

Harley-Davidson anuncia o lançamento da Street Rod 750

Veja o antes e o depois de uma Suzuki GSX-R1100 restaurada

Honda CRF1000L Africa Twin ganha versão mais extrema na Itália

Hesketh Valiant SC é uma incrível máquina de 210 cavalos

Suzuki SV 650 é lançada discretamente no mercado nacional

BMW Motorrad divulga tabela de preços atualizada para o mês de março

Yamaha XJ6N ganha novo esquema de cores na linha 2018


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras