moto.com.br
Publicidade:

Acontece

Cesvi orienta sobre o sistema de freio combinado

05 de August de 2014
Compartilhe este conteúdo:
Algumas motos já estão sendo vendidas no mercado nacional com o sistema de freio combinado, conhecido pela sigla CBS (Combined Brake System), patenteada pela Honda.

Para conhecer e entender melhor esse recurso, o Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária) apresenta em seu boletim informativo algumas dicas importantes para orientar o motociclista:

O sistema de freio CBS (combinado) é uma maneira simples de distribuir a força de frenagem entre as rodas dianteira e traseira por meio da interligação de frenagem entre as rodas. Nos freios de motocicletas convencionais, o manete do lado direito aciona o freio dianteiro, enquanto o pedal direito aciona o freio traseiro. O CBS é destinado para uma aplicação simultânea dos freios dianteiro e traseiro em uma única operação. E tem alguns critérios específicos de funcionamento.

CRITÉRIOS
1º Critério: a força de frenagem da dianteira deve ser maior quando o acionamento é realizado pelo manete da direita. Quando o acionamento é feito pelo pedal de freio ou manete da esquerda (scooters), a força de frenagem deve ser maior na traseira do que na dianteira.

2º Critério: o mergulho da dianteira da motocicleta tende a ser maior com o acionamento somente do freio dianteiro. Quando acionado o manete da esquerda, o mergulho tende a ser menor.

3º Critério: diminuir a interferência mútua do manete da direita com o pedal de freio da esquerda no momento de uma operação conjunta.

TIPOS DE SISTEMAS
Existem dois tipos de sistemas de freios combinados: o “Single CBS” (ou “Combi Brake”) e o “Dual CBS”.

A proposta desses dois tipos de CBS é a mesma: aumentar o poder de frenagem combinando os acionamentos dos freios.

SINGLE CBS
Algumas scooters pequenas equipadas com sistema de freio a tambor possuem o “Combi Brake”. Esse sistema de freio combinado é desenvolvido para esse tipo específico de motocicleta. Com a aplicação do manete esquerdo, os freios irão trabalhar simultaneamente nas rodas dianteira e traseira por meio de uma equalização. Mesmo com uma força menor de frenagem aplicada na roda dianteira, sua eficiência de frenagem é comprovada com um mergulho menor da dianteira pelo acionamento do manete esquerdo.

FLUID TYPE PRESSURE
Este tipo de sistema de freio combinado foi desenvolvido para modelos intermediários de motocicletas: scooters grandes, touring médias e custons. A pressão hidráulica gerada pelo acionamento do pedal de freio esquerdo é transmitida simultaneamente para os freios dianteiro e traseiro. Semelhante ao sistema de freio combinado mecânico, o Fluid Type Pressure está equipado com uma válvula de retardo (“delay valve”) para cortar a pressão hidráulica e assegurar que o freio dianteiro não será acionado em caso de baixa pressão de acionamento.

DUAL CBS
No sistema “Dual CBS”, a pressão hidráulica gerada no manete de freio da direita irá agir sobre os pistões de ambas as extremidades das piças (3-pot) da direita e esquerda do freio dianteiro. A pressão gerada na pinça esquerda irá alimentar o cilindro mestre secundário. Essa pressão hidráulica gerada no freio dianteiro, alimentando o cilindro mestre secundário, é administrada pela válvula de controle proporcional (PCV), que tem a função de reduzir a pressão, e será enviada ao freio traseiro executando uma força de frenagem na roda traseira.

Quando o pedal de freio traseiro é acionado, a pressão hidráulica atua no êmbolo central dos freios dianteiro e traseiro. A pressão gerada na pinça de freio dianteira esquerda age no cilindro mestre secundário e atua nos êmbolos da extremidade da pinça traseira. Com isso, a força de frenagem será elevada com a atuação dos três êmbolos acionados na traseira.

BENEFÍCIO DO SISTEMA CBS VERIFICADO PELO CESVI
Como o sistema proporciona uma distribuição de força de frenagem entre dianteira e traseira de acordo com o modelo de motocicleta, diante de uma frenagem errada, em que o motociclista aciona somente o freio traseiro, esse tipo de sistema pode diminuir a distância total de parada – e, dependendo da situação enfrentada, evitar um acidente.

RECOMENDAÇÕES
Apesar do sistema corrigir uma falha relacionada à técnica durante a frenagem, isso não exclui cautela e bom senso na condução. Sempre é recomendável manter distância segura dos veículos à frente e acionar simultaneamente os freios dianteiro e traseiro quando necessário.

Foto: Divulgação


Fonte:
Equipe MOTO.com.br
Compartilhe este conteúdo:

KTM oferece as motos de enduro com bônus de fábrica

Abraciclo: Produção de motos recua ao patamar de 2002

Ducati lança aplicativo para simular financiamento de motos

Triple Triumph inaugura nova loja em Miami (Estados Unidos)

Ducati Diavel Diesel desfila em Milão como moto fashion

Salão Moto Brasil tem muitas atrações no Rio de Janeiro

Honda apresentará Rebel 500 no Salão de Verona (ITA)

Nova Kawasaki Ninja H2 Carbon chega por R$ 164 mil

Honda apresenta linha 2017 da aventureira XRE 300 no país

Polícia de SP vai combater crime de Triumph Tiger 800 XCx

Triumph revela linha 2017 da Street Triple na Inglaterra

Clássica Honda CB 1100EX chega aos EUA

Honda mostra moto que se equilibra sozinha na CES 2017

Eurobike oferece desconto para a linha S da BMW


Comente

Para comentar é necessário autenticar, clique aqui!


Busca Rápida

Busca avançada

Comprar ou vender

Cadastre-se | Anuncie agora!

Anúncios em Super Destaque

Montadoras